#Resenha Sombra e Ossos

Oi amigos, hoje vou começar a falar sobre a Trilogia Grisha, uma aventura fantástica passada em uma era medieval ambientada do que poderíamos chamar de Rússia. Então se vocês gostam de magia e aventura, com pitadas de intriga e romance, não deixem de acompanhar as próximas resenhas.
Sombra e Ossos-livro 01 - Trilogia Grisha - Leigh Bardugo
288 páginas - Editora Gutenberg
Alina Starkov e Maly são dois órfãos que se conheceram ainda crianças em um  abrigo. Logo eles tornaram-se inseparáveis, e como Alina era pequena, frágil e doente, por isso Maly tomou para si a missão de cuidar dela.
Agora já grandes, e com o Reino de Ravka ainda em guerra, Aline é cartógrafa do exército e Maly um rastreador, aliás, um dos melhores. Vale dizer que Alina nutre um amor não correspondido por Maly.
 
 Ravka é dividida ao meio pela Dobra das Sombras ou Não-Mar, um lugar de escuridão onde humanos se transformaram em monstros (Volcras) e comem todo ser vivo que por lá aparece ou tem a coragem de atravessar.
O Reino é governado por um Rei fraco e uma Rainha fútil. Existem dois príncipes que apenas são citados neste volume.
Formam ainda o Reino os Grishas, humanos que nasceram com algum tipo de dom, magia. Toda criança que atinge 8 anos é testada para saber se ela possui algum tipo de poder. Os Grishas são soldados do Segundo Exército e são divididos conforme o tipo de magia ou habilidades. Existem os Corporalki (ordem dos vivos e dos mortos) formado pelo Sangradores e Curandeiros (eles controlam tudo referente ao corpo humano), os Ethealki (ordem dos conjuradores), formado pelos Aeros, Infernais e Hidros (que manipulam o fogo, água e ar) e os Materialki (ordem dos fabricadores), são formados pelos Durastes e Alquimistas (controlam os elementos materiais).
Corporalki:

Sangradores

Curandeiros
Aeros
Ethealki:
Infernais

Hidros
Materialki:

Durastes

Alquimistas
Os Grishas são liderados por Darkling, um Conjurador das Sombras que manipula a escuridão. Pode até parecer complicado, mas conforme a leitura vai se desenrolando, percebemos toda a hierarquia desta estrutura e suas regras.
A história realmente começa quando em uma travessia pela Dobra das Sombras, a embarcação onde Maly e Alina estavam é atacada. No desespero e tentando salvar seu amigo acaba fazendo uma coisa inacreditável. 
A partir deste ponto o que temos é o começo de muitas reviravoltas presenteadas pela autora. Alina agora é a grande arma que Darkling tem para acabar com a Dobra das Sombras.
Alina acaba sendo levada para o Pequeno Palácio onde será treinada e aprenderá a controlar e usar sua magia. Sem notícias de Maly, ela nem ao menos sabe se ele está vivo, Alina tenta entender tudo que está acontecendo com ela. Ela também tenta entender seus sentimentos por Darkling, que aliás, se mostra muito sedutor e compreensivo.
Quando ela começa a se sentir um pouco mais segura, não só com seus poderes, mas com seus sentimentos, a descoberta de um grande segredo divide seu coração ao meio. Agora ela não sabe mais em que ou em quem acreditar. Os habitantes de Ravka dependem de Alina para destruir a Dobra das Sombras, mas será ela forte o bastante para fazer o que deve ser feito?
O livro muda totalmente de direção e nos pegamos com o coração acelerado do que está por vim. Se no início não tem muito a participação de Maly, quando ele realmente entra na história podemos notar o quão fofo e lindo ele é. Mas do outro lado temos Darkling, que também mexe não só com Alina, mas com as leitoras de plantão. Darkling é um personagem bem mais complexo que Maly. Enquanto Maly é o mocinho logo de cara, Darkling oscila entre o bem e o mal, e resta saber para que lado deste pêndulo ele vai cair até o final desta história.
Eu até poderia falar mais coisas da história, mas acabaria tirando um pouco o gosto da leitura. Uma coisa é certa, para quem gosta do gênero, não pode deixar de ler, e não se deixem levar pelo começo morno, pois depois vocês não vão querer largar o livro.
Vale conferir o vídeo que a Rosana do blog Livrólogos fez para a série:

Só para lembrar, amanhã na Livraria Martins Fontes da Avenida Paulista, terá um encontro de fãs deste trilogia. Por isso, se vocês já leram e gostaram, não deixem de participar, e para aqueles que ainda não leram, é uma boa oportunidade de conhecerem um pouco mais desta história. O encontro terá brincadeiras e sorteios de brindes, participem!

*Símbolos e mapa retirados do site da autora.
a Rafflecopter giveaway

#Resenha Sombra e Ossos

Oi amigos, hoje vou começar a falar sobre a Trilogia Grisha, uma aventura fantástica passada em uma era medieval ambientada do que poderíamos chamar de Rússia. Então se vocês gostam de magia e aventura, com pitadas de intriga e romance, não deixem de acompanhar as próximas resenhas.
Sombra e Ossos-livro 01 - Trilogia Grisha - Leigh Bardugo
288 páginas - Editora Gutenberg
Alina Starkov e Maly são dois órfãos que se conheceram ainda crianças em um  abrigo. Logo eles tornaram-se inseparáveis, e como Alina era pequena, frágil e doente, por isso Maly tomou para si a missão de cuidar dela.
Agora já grandes, e com o Reino de Ravka ainda em guerra, Aline é cartógrafa do exército e Maly um rastreador, aliás, um dos melhores. Vale dizer que Alina nutre um amor não correspondido por Maly.
 
 Ravka é dividida ao meio pela Dobra das Sombras ou Não-Mar, um lugar de escuridão onde humanos se transformaram em monstros (Volcras) e comem todo ser vivo que por lá aparece ou tem a coragem de atravessar.
O Reino é governado por um Rei fraco e uma Rainha fútil. Existem dois príncipes que apenas são citados neste volume.
Formam ainda o Reino os Grishas, humanos que nasceram com algum tipo de dom, magia. Toda criança que atinge 8 anos é testada para saber se ela possui algum tipo de poder. Os Grishas são soldados do Segundo Exército e são divididos conforme o tipo de magia ou habilidades. Existem os Corporalki (ordem dos vivos e dos mortos) formado pelo Sangradores e Curandeiros (eles controlam tudo referente ao corpo humano), os Ethealki (ordem dos conjuradores), formado pelos Aeros, Infernais e Hidros (que manipulam o fogo, água e ar) e os Materialki (ordem dos fabricadores), são formados pelos Durastes e Alquimistas (controlam os elementos materiais).
Corporalki:

Sangradores

Curandeiros
Aeros
Ethealki:
Infernais

Hidros
Materialki:

Durastes

Alquimistas
Os Grishas são liderados por Darkling, um Conjurador das Sombras que manipula a escuridão. Pode até parecer complicado, mas conforme a leitura vai se desenrolando, percebemos toda a hierarquia desta estrutura e suas regras.
A história realmente começa quando em uma travessia pela Dobra das Sombras, a embarcação onde Maly e Alina estavam é atacada. No desespero e tentando salvar seu amigo acaba fazendo uma coisa inacreditável. 
A partir deste ponto o que temos é o começo de muitas reviravoltas presenteadas pela autora. Alina agora é a grande arma que Darkling tem para acabar com a Dobra das Sombras.
Alina acaba sendo levada para o Pequeno Palácio onde será treinada e aprenderá a controlar e usar sua magia. Sem notícias de Maly, ela nem ao menos sabe se ele está vivo, Alina tenta entender tudo que está acontecendo com ela. Ela também tenta entender seus sentimentos por Darkling, que aliás, se mostra muito sedutor e compreensivo.
Quando ela começa a se sentir um pouco mais segura, não só com seus poderes, mas com seus sentimentos, a descoberta de um grande segredo divide seu coração ao meio. Agora ela não sabe mais em que ou em quem acreditar. Os habitantes de Ravka dependem de Alina para destruir a Dobra das Sombras, mas será ela forte o bastante para fazer o que deve ser feito?
O livro muda totalmente de direção e nos pegamos com o coração acelerado do que está por vim. Se no início não tem muito a participação de Maly, quando ele realmente entra na história podemos notar o quão fofo e lindo ele é. Mas do outro lado temos Darkling, que também mexe não só com Alina, mas com as leitoras de plantão. Darkling é um personagem bem mais complexo que Maly. Enquanto Maly é o mocinho logo de cara, Darkling oscila entre o bem e o mal, e resta saber para que lado deste pêndulo ele vai cair até o final desta história.
Eu até poderia falar mais coisas da história, mas acabaria tirando um pouco o gosto da leitura. Uma coisa é certa, para quem gosta do gênero, não pode deixar de ler, e não se deixem levar pelo começo morno, pois depois vocês não vão querer largar o livro.
Vale conferir o vídeo que a Rosana do blog Livrólogos fez para a série:

Só para lembrar, amanhã na Livraria Martins Fontes da Avenida Paulista, terá um encontro de fãs deste trilogia. Por isso, se vocês já leram e gostaram, não deixem de participar, e para aqueles que ainda não leram, é uma boa oportunidade de conhecerem um pouco mais desta história. O encontro terá brincadeiras e sorteios de brindes, participem!

*Símbolos e mapa retirados do site da autora.
a Rafflecopter giveaway

Editoras Parceiras