#Resenha Ruína e Ascensão

Oi amigos, prontos para conhecerem o último volume da Trilogia Grisha? Então preparem-se para muitas surpresas e reviravoltas...
Ruína e Ascensão - vol.03 Trilogia Grisha - Leigh Bardugo
344 páginas - Editora Gutenberg
Começamos o volume com Alina, Maly e seus amigos derrotados e escondidos na Catedral Branca, um local criado no emaranhado de túneis existentes sob Ravka. A Catedral foi criada pelo sinistro Apparat para que os fiéis pudessem adorar a Sankta  Alina, coisa aliás que nossa protagonista Alina continuava odiando...
Depois do último embate contra Darkling, Alina estava bem fraca e os Grishas que a seguiam diminuíram drasticamente, pois a maioria estava morta. 
Aos poucos ela começa a se dar conta que Apparat não quer de fato sua recuperação e que está usando sua "fama" de santa para aumentar ser rebanho de fiéis. Ali, a quilômetro de distância da superfície e sem a força de seu poder, Alina tenta aos poucos e disfarçadamente recuperar-se totalmente. 
Com o passar do tempo, as coisas ficam mais complicada, pois além de saber que Darkling sobreviveu e está se organizando para expandir suas forças, Apparat está isolando ainda mais Alina. Seria ele realmente um aliado? Quais suas verdadeiras intenções?
Com poucas esperanças, Alina sabe que suas únicas chances são encontrar o Pássaro de Fogo (o último amplificador) e Nikolai/Sturmhond vivo. Mas para isso, ela precisa dar um jeito de sair daquele lugar enterrado sabe-se lá onde...
Com poucos recursos e muita responsabilidade, Alina segue adiante em sua busca pelo último amplificador, ciente do grande valor que teria que pagar para tê-lo.
Ela e Maly estavam cada vez mais distantes um do outro. Um verdadeiro abismo separava-os. Eles tinham noção da importância de cada um para o futuro de Ravka, mas isso não deixava as coisas mais fáceis.
Alina estava cansada de ver tantos inocentes morrendo, de ver seus amigos morrendo... Ela queira o poder e precisava dele, ao mesmo tempo que ficava assustada com o que isso poderia significar. Com algumas descobertas a respeito de Darkling, Alina se vê mais uma vez dividida entre suas emoções.
Alina e Maly descobrem o Pássaro de Fogo, mas isso pode por um ponto final e definitivo entre os dois.
Nikolai aproveita as poucas chances que tem, e joga mais uma cartada para ter Alina a seu lado governando Ravka. Ele só não imagina o que Darkling está preparando para ele...
Darkling quer Alina a qualquer custo, ela é a única que entende o que ele sente.
Qual caminho tomar? O poder dos três amplificadores seria um adeus definitivo entre ela e Maly. Seria tão fácil aceitar a proposta de Nikolai e se apresentar aos seu lado como a Rainha de Ravka. Ou será que a ligação entre ela e Darkling poderia trazê-lo para mais perto de si?
Chegou a hora da decisão, mas em quem ela pode realmente confiar? Será que os Grishas que estavam ali não eram traidores? Maly que estava tão distante fora usado pelos Grishas? Apparat estava certo em fazê-la ficar escondida? Valia a pena usar o Pássaro de Fogo? Será que com os três amplificadores de Morozova ela conseguiria fazer frente ao poderes de Darkling? Aliás, o que ela sentia pelo Darkling? E pelo príncipe Nikolai? E por Maly? 
Tantas dúvidas e ela não sabia o caminho certo a seguir, então ela tinha que confiar em seu coração, e seu coração continuava muito ligado a Maly. Este adeus não seria fácil, e ela espera não ter que fazê-lo. Em um plano audacioso que poderia levar todos a morte, Alina e seus amigos preparam-se para a luta final. Ela só espera estar fazendo a coisa certa...
Quando terminei o livro já estava com saudades dos personagens. Este último volume foi intenso, cheio de reviravoltas e muitas descobertas. Quando eu achava que sabia o que ia acontecer, lá vinha a autora e "pumba", mudava tudo de uma forma extraordinária. Sem falar que na reta final quase tive um treco!!! Que foi aquilo gente! Não acreditei! Foi sensacional! Se ela queria surpreender, conseguiu, pelo menos a mim.
Eu torcia por todos, dá para acreditar? Aliás, por mim, poderiam haver três finais diferentes, cada um com um par diferente: Alina/Darkling, Alina/Nikolai ou Alina/Maly. Não riam, é sério!
Darkling
Maly
Nikolai
Alina
Vou começar pelo óbvio. Maly encarou o papel de mocinho desde sempre. Cresceu junto com Alina, cuidava dela... Eu sei que muitos achavam ele chato, mas dos três, ele era o mais sério, e o que menos poderia oferecer a Alina. Ele mesmo chegou a dizer isso para ela. Mas tem algo mais importante que o amor? Não tem, e isso, ele podia oferecer. Não adianta me falarem que ele só prestou atenção nela quando já não podia tê-la, pois discordo, acho que ele sempre a quis, mas não tinha coragem de arriscar a amizade deles. Sou romântica, fazer o quê...
Vem então Nikolai com seu jeito moleque e irreverente que esconde um rapaz comprometido e que realmente se importava com Ravka. É impossível não gostar dele. Bonito, bem humorado, inteligente... Ele tinha todo um reino para dar, e não pedia muita coisa se formos analisar.
Deixei para o final Darkling, o mais complexo de todos. Para mim ele não era o vilão, entendi os desejos dele. Acho que a solidão e tudo que ele viveu e passou acabou deixando-o mais perto do mal, mas de alguma forma, Alina era uma parte boa dele. Eu realmente torci por ele.
Como podem ver, ficaria feliz com qualquer casal formado, mas juro que não imaginei em nenhum momento o final que Leigh fez com maestria. Fiquei sem fôlego! O caminho que ela escolheu me surpreendeu.
Enfim, o que posso dizer mais? Corram e leiam!
Caso tenham alguma dúvida, que tal darem uma olhada no Book Trailer?
a Rafflecopter giveaway

#Resenha Ruína e Ascensão

Oi amigos, prontos para conhecerem o último volume da Trilogia Grisha? Então preparem-se para muitas surpresas e reviravoltas...
Ruína e Ascensão - vol.03 Trilogia Grisha - Leigh Bardugo
344 páginas - Editora Gutenberg
Começamos o volume com Alina, Maly e seus amigos derrotados e escondidos na Catedral Branca, um local criado no emaranhado de túneis existentes sob Ravka. A Catedral foi criada pelo sinistro Apparat para que os fiéis pudessem adorar a Sankta  Alina, coisa aliás que nossa protagonista Alina continuava odiando...
Depois do último embate contra Darkling, Alina estava bem fraca e os Grishas que a seguiam diminuíram drasticamente, pois a maioria estava morta. 
Aos poucos ela começa a se dar conta que Apparat não quer de fato sua recuperação e que está usando sua "fama" de santa para aumentar ser rebanho de fiéis. Ali, a quilômetro de distância da superfície e sem a força de seu poder, Alina tenta aos poucos e disfarçadamente recuperar-se totalmente. 
Com o passar do tempo, as coisas ficam mais complicada, pois além de saber que Darkling sobreviveu e está se organizando para expandir suas forças, Apparat está isolando ainda mais Alina. Seria ele realmente um aliado? Quais suas verdadeiras intenções?
Com poucas esperanças, Alina sabe que suas únicas chances são encontrar o Pássaro de Fogo (o último amplificador) e Nikolai/Sturmhond vivo. Mas para isso, ela precisa dar um jeito de sair daquele lugar enterrado sabe-se lá onde...
Com poucos recursos e muita responsabilidade, Alina segue adiante em sua busca pelo último amplificador, ciente do grande valor que teria que pagar para tê-lo.
Ela e Maly estavam cada vez mais distantes um do outro. Um verdadeiro abismo separava-os. Eles tinham noção da importância de cada um para o futuro de Ravka, mas isso não deixava as coisas mais fáceis.
Alina estava cansada de ver tantos inocentes morrendo, de ver seus amigos morrendo... Ela queira o poder e precisava dele, ao mesmo tempo que ficava assustada com o que isso poderia significar. Com algumas descobertas a respeito de Darkling, Alina se vê mais uma vez dividida entre suas emoções.
Alina e Maly descobrem o Pássaro de Fogo, mas isso pode por um ponto final e definitivo entre os dois.
Nikolai aproveita as poucas chances que tem, e joga mais uma cartada para ter Alina a seu lado governando Ravka. Ele só não imagina o que Darkling está preparando para ele...
Darkling quer Alina a qualquer custo, ela é a única que entende o que ele sente.
Qual caminho tomar? O poder dos três amplificadores seria um adeus definitivo entre ela e Maly. Seria tão fácil aceitar a proposta de Nikolai e se apresentar aos seu lado como a Rainha de Ravka. Ou será que a ligação entre ela e Darkling poderia trazê-lo para mais perto de si?
Chegou a hora da decisão, mas em quem ela pode realmente confiar? Será que os Grishas que estavam ali não eram traidores? Maly que estava tão distante fora usado pelos Grishas? Apparat estava certo em fazê-la ficar escondida? Valia a pena usar o Pássaro de Fogo? Será que com os três amplificadores de Morozova ela conseguiria fazer frente ao poderes de Darkling? Aliás, o que ela sentia pelo Darkling? E pelo príncipe Nikolai? E por Maly? 
Tantas dúvidas e ela não sabia o caminho certo a seguir, então ela tinha que confiar em seu coração, e seu coração continuava muito ligado a Maly. Este adeus não seria fácil, e ela espera não ter que fazê-lo. Em um plano audacioso que poderia levar todos a morte, Alina e seus amigos preparam-se para a luta final. Ela só espera estar fazendo a coisa certa...
Quando terminei o livro já estava com saudades dos personagens. Este último volume foi intenso, cheio de reviravoltas e muitas descobertas. Quando eu achava que sabia o que ia acontecer, lá vinha a autora e "pumba", mudava tudo de uma forma extraordinária. Sem falar que na reta final quase tive um treco!!! Que foi aquilo gente! Não acreditei! Foi sensacional! Se ela queria surpreender, conseguiu, pelo menos a mim.
Eu torcia por todos, dá para acreditar? Aliás, por mim, poderiam haver três finais diferentes, cada um com um par diferente: Alina/Darkling, Alina/Nikolai ou Alina/Maly. Não riam, é sério!
Darkling
Maly
Nikolai
Alina
Vou começar pelo óbvio. Maly encarou o papel de mocinho desde sempre. Cresceu junto com Alina, cuidava dela... Eu sei que muitos achavam ele chato, mas dos três, ele era o mais sério, e o que menos poderia oferecer a Alina. Ele mesmo chegou a dizer isso para ela. Mas tem algo mais importante que o amor? Não tem, e isso, ele podia oferecer. Não adianta me falarem que ele só prestou atenção nela quando já não podia tê-la, pois discordo, acho que ele sempre a quis, mas não tinha coragem de arriscar a amizade deles. Sou romântica, fazer o quê...
Vem então Nikolai com seu jeito moleque e irreverente que esconde um rapaz comprometido e que realmente se importava com Ravka. É impossível não gostar dele. Bonito, bem humorado, inteligente... Ele tinha todo um reino para dar, e não pedia muita coisa se formos analisar.
Deixei para o final Darkling, o mais complexo de todos. Para mim ele não era o vilão, entendi os desejos dele. Acho que a solidão e tudo que ele viveu e passou acabou deixando-o mais perto do mal, mas de alguma forma, Alina era uma parte boa dele. Eu realmente torci por ele.
Como podem ver, ficaria feliz com qualquer casal formado, mas juro que não imaginei em nenhum momento o final que Leigh fez com maestria. Fiquei sem fôlego! O caminho que ela escolheu me surpreendeu.
Enfim, o que posso dizer mais? Corram e leiam!
Caso tenham alguma dúvida, que tal darem uma olhada no Book Trailer?
a Rafflecopter giveaway

Editoras Parceiras