#Resenha Fogo no Cerrado

Este último volume da trilogia Matarana é para quem tem nervos de aço, pois o perigo está em cada página e tudo pode está perdido, basta apenas um deslize...

Fogo no Cerrado - vol.03 trilogia Matarana - Janice Diniz
575 páginas 
Chegamos ao último volume com as coisas bem tumultuadas em Matarana.
Rodrigo está fechando o cerco em torno do narcotráfico da região. Ele tem fortes indícios de quem é a mente por trás de tudo, mas ainda estão lhe faltando algumas provas.
Thales quer se vingar de Rodrigo, então decide investir em Valéria. Ele vai usar a irmã do xerife delícia para fazê-lo sofrer. Mas o tiro pode acabar saindo pela culatra. 
Thales não consegue se desligar totalmente de Karen, aliás, a bem da verdade, nem ela dele. 
Paralelo a isso, Thales decide que já é hora de ser o único dono de Matarana, e parte pra cima do coronel Marau. Armando um grande e forte exército para enfrentar os capangas de seu adversário, Thales conta com seu filho Franco para comandar o ataque.
Franco está em uma vida relativamente tranquila ao lado de Nova. O único problema entre eles é que Nova não aceita este lado pistoleiro de Franco. Ela está disposta a tudo para mantê-lo longe do confronto.
Com a cidade em pé de guerra, já está na hora de cada um escolher seu lado, e Karen deixa bem claro de que lado está, mesmo que este lado não seja o caminho certo a ser trilhado. Nova também toma sua posição, e é justamente seu gesto intempestivo que pode por tudo a perder.
Tudo está pronto, mas ninguém contava que no meio deles existia um traidor. Agora a vida de Thales corre perigo, e seu filho Franco pode não ter a chance de salvar seu pai. Isso pode acabar afastando de vez Franco de Nova, mesmo que a intenção dela tenha sido das melhores.
Quando tudo parece estar perdido, Karen reafirma sua posição e acaba levando Rodrigo para o lado negro de sua vida. Seus atos inconsequentes finalmente atingiram aquele que tanto a ama e que tanto preza por sua lealdade com a lei. 
 E não deixem se enganar pela calmaria depois da tempestade, pois uma forte ameaça está a caminho, e pronta para levar Franco para a loucura da morte. Mas isso pode ser apenas uma armadilha, visto que a família Dolejal sempre será o alvo final.
Em um mundo dominado pela ala masculina, são as mulheres que decidiram o rumo desta prosa, e cabe principalmente a Valéria salvar não só a si mesmo, como ao mais poderoso homem do cerrado brasileiro.
Ao fim da trilogia, o que pensei foi "uau!". Gente, este volume foi tenso, do início ao fim, e quando pensamos que terminou, eis que vem mais confusão pela frente. Não conseguia desgrudar da leitura e nem parar de pensar nos personagens.
Não gostei da atitude de Nova, parece que deu um apagão. Acho engraçado algumas atitudes, como reclamar dos horários do marido que é médico, mas se casou com ele já sabendo deles. Então para quê casou? Me surpreendi mesmo foi com a Valéria, aliás, a parte que ela surta e dá uma bronca em Thales foi hilária! Adorei! Quem mandou tirar uma mulher calma do sério...
Só posso terminar afirmando para lerem Matarana. Conheçam estes personagens politicamente incorretos, mas que você se vê torcendo por eles até o final.
a Rafflecopter giveaway

#Resenha Fogo no Cerrado

Este último volume da trilogia Matarana é para quem tem nervos de aço, pois o perigo está em cada página e tudo pode está perdido, basta apenas um deslize...

Fogo no Cerrado - vol.03 trilogia Matarana - Janice Diniz
575 páginas 
Chegamos ao último volume com as coisas bem tumultuadas em Matarana.
Rodrigo está fechando o cerco em torno do narcotráfico da região. Ele tem fortes indícios de quem é a mente por trás de tudo, mas ainda estão lhe faltando algumas provas.
Thales quer se vingar de Rodrigo, então decide investir em Valéria. Ele vai usar a irmã do xerife delícia para fazê-lo sofrer. Mas o tiro pode acabar saindo pela culatra. 
Thales não consegue se desligar totalmente de Karen, aliás, a bem da verdade, nem ela dele. 
Paralelo a isso, Thales decide que já é hora de ser o único dono de Matarana, e parte pra cima do coronel Marau. Armando um grande e forte exército para enfrentar os capangas de seu adversário, Thales conta com seu filho Franco para comandar o ataque.
Franco está em uma vida relativamente tranquila ao lado de Nova. O único problema entre eles é que Nova não aceita este lado pistoleiro de Franco. Ela está disposta a tudo para mantê-lo longe do confronto.
Com a cidade em pé de guerra, já está na hora de cada um escolher seu lado, e Karen deixa bem claro de que lado está, mesmo que este lado não seja o caminho certo a ser trilhado. Nova também toma sua posição, e é justamente seu gesto intempestivo que pode por tudo a perder.
Tudo está pronto, mas ninguém contava que no meio deles existia um traidor. Agora a vida de Thales corre perigo, e seu filho Franco pode não ter a chance de salvar seu pai. Isso pode acabar afastando de vez Franco de Nova, mesmo que a intenção dela tenha sido das melhores.
Quando tudo parece estar perdido, Karen reafirma sua posição e acaba levando Rodrigo para o lado negro de sua vida. Seus atos inconsequentes finalmente atingiram aquele que tanto a ama e que tanto preza por sua lealdade com a lei. 
 E não deixem se enganar pela calmaria depois da tempestade, pois uma forte ameaça está a caminho, e pronta para levar Franco para a loucura da morte. Mas isso pode ser apenas uma armadilha, visto que a família Dolejal sempre será o alvo final.
Em um mundo dominado pela ala masculina, são as mulheres que decidiram o rumo desta prosa, e cabe principalmente a Valéria salvar não só a si mesmo, como ao mais poderoso homem do cerrado brasileiro.
Ao fim da trilogia, o que pensei foi "uau!". Gente, este volume foi tenso, do início ao fim, e quando pensamos que terminou, eis que vem mais confusão pela frente. Não conseguia desgrudar da leitura e nem parar de pensar nos personagens.
Não gostei da atitude de Nova, parece que deu um apagão. Acho engraçado algumas atitudes, como reclamar dos horários do marido que é médico, mas se casou com ele já sabendo deles. Então para quê casou? Me surpreendi mesmo foi com a Valéria, aliás, a parte que ela surta e dá uma bronca em Thales foi hilária! Adorei! Quem mandou tirar uma mulher calma do sério...
Só posso terminar afirmando para lerem Matarana. Conheçam estes personagens politicamente incorretos, mas que você se vê torcendo por eles até o final.
a Rafflecopter giveaway

Editoras Parceiras