#Resenha Calor da Paixão #2x1

Oi amigos, a resenha de hoje é para aqueles que gostam dos famosos e mal falados "livros de banca" ou no popular, "água com açúcar". Este livro tem duas histórias distintas, então vamos lá...
Calor da Paixão - vol.1 da série Noites Quentes de Verão
320 páginas - Editora Harlequin Books

Livro 01: Herança da Paixão - Lynne Graham
Ella Smithson cresceu vendo a mãe sendo traída pelo padastro, e se isso não bastasse, ela ainda batia bela. Mesmo sendo ricos, sua mãe nunca teve coragem de quebrar este círculo vicioso. Ella não via a hora de sair de casa, e seguir sua vida.
Seu sonho era tornar-se médica, e agora que estava cursando faculdade, seu sonho parecia estar mais perto. Mas então, ela conhece Aristandros Xenakis era um poderoso empresário, atraente, sombrio e com uma extensa lista de conquistas.
Mesmo sabendo que não deveria, Ella acaba se apaixonando por Ari, e tendo todo o apoio de sua família, principalmente de seu padastro, já de olho em um possível acordo financeiro atraente para a família.
Tudo estava muito bem, até Ari lhe pedir em casamento e dizer claramente que ela deveria largar seus estudos e consequentemente sua carreira para dedicar-se apenas para ele.
Ela disse não e o mandou pastar. Tá, ok, ela não chegou a mandá-lo pastar, mas Ari sentiu-se humilhado e jurou vingança.
Hoje, sete anos depois, Ella está prestes a reencontrar Ari, tudo porque sua irmã e seu cunhado, que era primo de Ari, morreram em um acidente e deixaram a guarda da pequena Callie para Ari. Ella, que doou seus óvulos para que a irmã pudesse engravidar quer a guarda para si, ou pelo menos um contato com sua sobrinha, pois desde que ela nasceu, sua irmã não permitia isso.
O problema é que Ari está disposta a usar Callie para se vingar de Ella, então se ela quiser ficar com a garotinha, terá de se sujeitar as exigências deste lindo tirano machista.
Ella aceita, mas até quando ela vai aguentar os desmando de Ari? E Ari, até quando terá interesse em Ella, afinal, ela não é nenhum pouco parecida com as mulheres que ele costuma sair.
Uma briga de vontades, onde apesar de Ella se sentir acuada em muitos momentos, ainda assim, ela consegue se impor sem colocar em risco seu acordo com Ari, ou será que é Ari que por trás de toda esta raiva e das juras de vingança está tentando provar algo mais para Ella?
Um enredo sem muitas surpresas, e que vale mais pela leitura leve e despreocupada.

Livro 2: Partilha do Amor - Helen Bianchin
Taylor Adanson, acabou de perder mais que uma irmã, ela perdeu sua companheira e amiga de todas as horas. Agora, junto com Dante d'Alessandri, irmão de seu falecido cunhado, Taylor terá que dividir a guarda de seu sobrinho Ben, pois esta era a vontade do casal.
Eles eram padrinhos de Ben, e se conheciam um pouco, e ela tinha esperanças de que Dante, que era jovem e solteiro, não tivesse interesse em criar uma criança, mesmo que esta criança fosse seu sobrinho e que ele tivesse uma ligação forte com ele.
Ledo engano, logo de cara Dante mostrou que desejava ter o sobrinho perto, e que iria sim participar da vida dele. Mas como entrar em um acordo já que ambos viviam em cidades diferentes e com vidas completamente diferentes?
Dante tem então uma brilhante ideia, e os dois pensando no bem estar do sobrinho, acabam indo morar juntos em uma bela casa que Dante tem próximo a Taylor.
Se no início tudo não passava de um ato a favor de Ben, Dante começa a ver que Taylor pode ser mais que a "babá de luxo" do sobrinho, o problema, é que Taylor esconde algumas cicatrizes de um trauma sofrido e não tem muito tempo. Dante não tem nem ideia dos medos que Taylor esconde, mas está disposto a ir até o fim, e ver do que a cunhada de seu falecido irmão é capaz pelo amor de seu sobrinho Ben.
Como podem ver, o enredo apesar de parecido, tem diferenças bem significativas. Aqui não havia um acerto de contas entre os protagonistas, mas sim um interesse que acabou crescendo conforme a convivência. 
Dante quando tomou a decisão de conquistar Taylor, deixou as coisas mais ou menos claras, e não jogou sujo para alcançar seu objetivo, mas ajudou os fatos a ficarem do jeito que achava melhor.
Uma leitura também sem grandes novidades, mas gostosa para se passar o tempo.
As duas para mim ficaram na média, mas talvez por Dante não ser tão machista, acabei gostando um pouco mais dele. Apesar que quando conhecemos um pouco melhor Ari, conseguimos entender um pouco os motivos do seu machismo, que acreditem, não é  tão verdadeiro assim.

a Rafflecopter giveaway

#Resenha Calor da Paixão #2x1

Oi amigos, a resenha de hoje é para aqueles que gostam dos famosos e mal falados "livros de banca" ou no popular, "água com açúcar". Este livro tem duas histórias distintas, então vamos lá...
Calor da Paixão - vol.1 da série Noites Quentes de Verão
320 páginas - Editora Harlequin Books

Livro 01: Herança da Paixão - Lynne Graham
Ella Smithson cresceu vendo a mãe sendo traída pelo padastro, e se isso não bastasse, ela ainda batia bela. Mesmo sendo ricos, sua mãe nunca teve coragem de quebrar este círculo vicioso. Ella não via a hora de sair de casa, e seguir sua vida.
Seu sonho era tornar-se médica, e agora que estava cursando faculdade, seu sonho parecia estar mais perto. Mas então, ela conhece Aristandros Xenakis era um poderoso empresário, atraente, sombrio e com uma extensa lista de conquistas.
Mesmo sabendo que não deveria, Ella acaba se apaixonando por Ari, e tendo todo o apoio de sua família, principalmente de seu padastro, já de olho em um possível acordo financeiro atraente para a família.
Tudo estava muito bem, até Ari lhe pedir em casamento e dizer claramente que ela deveria largar seus estudos e consequentemente sua carreira para dedicar-se apenas para ele.
Ela disse não e o mandou pastar. Tá, ok, ela não chegou a mandá-lo pastar, mas Ari sentiu-se humilhado e jurou vingança.
Hoje, sete anos depois, Ella está prestes a reencontrar Ari, tudo porque sua irmã e seu cunhado, que era primo de Ari, morreram em um acidente e deixaram a guarda da pequena Callie para Ari. Ella, que doou seus óvulos para que a irmã pudesse engravidar quer a guarda para si, ou pelo menos um contato com sua sobrinha, pois desde que ela nasceu, sua irmã não permitia isso.
O problema é que Ari está disposta a usar Callie para se vingar de Ella, então se ela quiser ficar com a garotinha, terá de se sujeitar as exigências deste lindo tirano machista.
Ella aceita, mas até quando ela vai aguentar os desmando de Ari? E Ari, até quando terá interesse em Ella, afinal, ela não é nenhum pouco parecida com as mulheres que ele costuma sair.
Uma briga de vontades, onde apesar de Ella se sentir acuada em muitos momentos, ainda assim, ela consegue se impor sem colocar em risco seu acordo com Ari, ou será que é Ari que por trás de toda esta raiva e das juras de vingança está tentando provar algo mais para Ella?
Um enredo sem muitas surpresas, e que vale mais pela leitura leve e despreocupada.

Livro 2: Partilha do Amor - Helen Bianchin
Taylor Adanson, acabou de perder mais que uma irmã, ela perdeu sua companheira e amiga de todas as horas. Agora, junto com Dante d'Alessandri, irmão de seu falecido cunhado, Taylor terá que dividir a guarda de seu sobrinho Ben, pois esta era a vontade do casal.
Eles eram padrinhos de Ben, e se conheciam um pouco, e ela tinha esperanças de que Dante, que era jovem e solteiro, não tivesse interesse em criar uma criança, mesmo que esta criança fosse seu sobrinho e que ele tivesse uma ligação forte com ele.
Ledo engano, logo de cara Dante mostrou que desejava ter o sobrinho perto, e que iria sim participar da vida dele. Mas como entrar em um acordo já que ambos viviam em cidades diferentes e com vidas completamente diferentes?
Dante tem então uma brilhante ideia, e os dois pensando no bem estar do sobrinho, acabam indo morar juntos em uma bela casa que Dante tem próximo a Taylor.
Se no início tudo não passava de um ato a favor de Ben, Dante começa a ver que Taylor pode ser mais que a "babá de luxo" do sobrinho, o problema, é que Taylor esconde algumas cicatrizes de um trauma sofrido e não tem muito tempo. Dante não tem nem ideia dos medos que Taylor esconde, mas está disposto a ir até o fim, e ver do que a cunhada de seu falecido irmão é capaz pelo amor de seu sobrinho Ben.
Como podem ver, o enredo apesar de parecido, tem diferenças bem significativas. Aqui não havia um acerto de contas entre os protagonistas, mas sim um interesse que acabou crescendo conforme a convivência. 
Dante quando tomou a decisão de conquistar Taylor, deixou as coisas mais ou menos claras, e não jogou sujo para alcançar seu objetivo, mas ajudou os fatos a ficarem do jeito que achava melhor.
Uma leitura também sem grandes novidades, mas gostosa para se passar o tempo.
As duas para mim ficaram na média, mas talvez por Dante não ser tão machista, acabei gostando um pouco mais dele. Apesar que quando conhecemos um pouco melhor Ari, conseguimos entender um pouco os motivos do seu machismo, que acreditem, não é  tão verdadeiro assim.

a Rafflecopter giveaway

Editoras Parceiras