#Resenha: Perdas e Danos

Oi amigos, hoje temos uma resenha da Elis, vamos conferir o que ela trouxe pra nós? 

Perdas e Danos - Diane Chamberlain
256 páginas - Editora Arqueiro
Depois de ler Segredos e Mentiras da mesma autora, fiquei curiosa para conhecer Perdas e Danos, um pai jovem que faz de tudo para criar o fruto do seu amor, mesmo que as condições não sejam boas. Travis é corajoso, mas ingênuo. Ele se mete em enrascadas simplesmente, porque não consegue olhar ao seu redor. Bella sua filha é uma garota esperta e dá um tom lindo a leitura. Erin está tentando superar uma perda. E Robin é uma pessoa que sobrevive da melhor forma possível. Savannah e Roy, são pessoas de aparência. O destino de todos eles está amarrado nesse enredo e conforme passamos as páginas, vamos conhecendo seus caminhos e decisões.
Apesar de achar que a escritora sempre me deixa um pouco perdida no começo da leitura, quando me acho e reconheço todos os personagens, me apego de uma maneira que até brigo com eles. Para a realidade ela até pode ser possível, mas diante do ser humano pensante que somos, alguns furos me deixaram pensando na inteligência de certas pessoas.
Sabemos que tragédias podem afetar a vida de qualquer um, mas a ponto de não ver que trabalho pode se encontrar em qualquer lugar, foi demais. Bastaria ter disposição e isso Tristan tinha e muito, mas digamos que deixando a minha inteligência de lado, acreditemos que tudo aconteceu como aconteceu por causa do destino. Então sim, tudo foi possível.
As páginas passam rapidamente, pois a escrita nos prende por ser elaborada de modo que o quebra-cabeça vá se formando. Os assuntos abordados como, aborto por causa de saúde, adoção, luta pela guarda, luto por perder alguém, problemas conjugais, mentiras, política e lutar pelo que desejamos; nos fazem pensar que tudo poderia ter acontecido com qualquer pessoa que conhecemos, não ficamos na dúvida sobre o amor e a perda, torcemos por certos personagens e nos admiramos com suas ações. Nada é por acaso e Diane Chamberlain, nos lembra disso em seu desfecho.
Uma leitura agradável e com muito sentimento, só quem ama, sabe até onde iria por outra pessoa e o que estaria disposto a fazer. Recomendo a obra a você que curte romance e drama. Boa leitura!
Beijos Elis!!!!

a Rafflecopter giveaway

8 comentários:

  1. Elis!
    Já li esse livro também e confesso que fiquei um tanto incomodada, porque ele mexe com nossos sentimentos.
    Parabéns pela resenha.
    “Como são admiráveis as pessoas que nós não conhecemos bem.”(Millôr Fernandes)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudy, infelizmente ainda não o li.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  2. oi flor, acho a autora boa, já que os comentários são sempre os mais positivos sobre esse livro e sobre o enredo surpreendente
    ainda não li, mas espero em breve remediar esta situação
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Este livro parece ser intenso e cheio de emoção. Não deve ser nada fácil passar por tudo que Travis passou. Fiquei emocionada por ele. Sua resenha me deixou encantada com os personagens e suas histórias de vida. Espero que Travis supere essa fase e consiga viver bem com a filha. Vou ver se consigo ler também.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clarice, espero ler e me emocionar.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  4. É um livro bem diferente dos que costumo ler, mas que eu conferiria, sem dúvidas. Por toda a dor que os personagens passam e por causa dos ensinamos que podem deixar, é uma excelente dica.
    Adorei a resenha.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de novembro. Você pode ganhar um livro incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcos, desde o lançamento deste livro que eu tenho interesse, uma pena que ainda não o li.
      Bjs, Rose.

      Excluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.