#Resenha Doce Tentação


Vira e mexe me pego fuçando o site da Amazon, e estes dias acabei topando com este livro. Não conhecia a autora ainda, e como gosto do gênero resolvi arriscar.

Doce Tentação  - Jennifer L. Lee
277 páginas Editora Kindle Edition
Bárbara é uma mulher traumatizada pelo abandono e pela traição. Ainda quando criança, ela, seus dois irmãos e seu pai foram abandonados pela mãe. Mesmo tendo recebido todo o carinho e apoio do pai e de Débora, mãe de sua melhor amiga Josi, Bárbara nunca de fato se recuperou do golpe. Sempre tinha aquela sensação de não ser uma pessoa merecedora de amor, afinal se a própria mãe a abandonara, quem a amaria?
Já adulta e em um relacionamento sério, ela acabou sendo traída, e o pior foi ter pego o namorado em flagrante! Aliás, que flagrante!!!! Gente, sério, eu capava o fdp!!!! Seja homem e assuma!
Em uma fase não muito boa da vida, ela acaba aceitando o convite de Débora para administrar seu negócio. Só que para isso, ela teve que se mudar temporariamente para Florianópolis. Fora o fato de estar em uma cidade linda, ela mataria as saudades de sua amiga/irmã Josi, que não via há tempos, isso pelo menos compensaria o fato de ter deixado para trás seu pai e seus irmãos.
Já instalada na cidade, ela acaba conhecendo por um acaso um deus grego, que ela apelidou de Adônis, mas cujo o nome verdadeiro era Eduardo. Sem querer se envolver em confusão, ela acaba meio que fugindo do delícia, ops, quero dizer Edu.
Antes de começar a trabalhar, Josi resolve levar a amiga para conhecer a Boate Tentação, justamente o local onde ela iria trabalhar. Houve uma grande mudança no local, que agora era uma boate com shows de strepper masculinos, que levavam a clientela feminina a loucura!!!!
Na maior expectativa para ver os shows, adivinhem só quem é o astro? Lógico! O Adônis que ela tinha conhecido!
Até aí nada demais senão fosse o fato de Edu trabalhar de dia na própria boate, mas precisamente, ele trabalharia ao lado da Bárbara. Ela tinha certeza que isso não ia dar certo, afinal como resistir a tamanha tentação?
Edu-delícia fazia faculdade de Direito e trabalhava na boate como strepper e na parte do escritório, tanto para pagar a faculdade como para ajudar a mãe. Ele era um doce, todo certinho, não bebia, não era de badalação, fora que era a própria perdição.
Ele não perdeu muito tempo, e logo mostrou seu interesse por Bárbara. Mas ela deixou claro que não estava afim... Sem noção total devo dizer...
Como Bárbara resolveu deixar as coisas na base da amizade, Edu-delícia resolveu partir para o ataque e usou seu vasto arsenal. Assim, vamos combinar que seria difícil até para uma cega né?
Acontece que Bárbara estava com os dois pés atrás, não só por conta do seu medo de ser abandonada e traída, mas também por não querer se apaixonar e saber que dali a alguns meses teria que voltar para casa. Ela preferia proteger seu coração.
Claro que nem tudo que imaginamos dá certo, e quando ela se dá conta, está apaixonada pelo bonitão. E como nada é um conto de fadas, Bárbara vai ter que lidar não só com suas inseguranças como também com a ultra-mega-piriguete da ex namorada de Edu-delícia, que não quer largar o osso (e quem iria querer?) e vai perturbar o casal. Além da volta do seu passado. Edu também tem que cuidar de uma ameaça velada de onde ele menos espera, ou seja, para ficarem juntos, o casal precisará acertar seus medos e inseguranças, e principalmente, confiarem no que sentem. Será isso possível?
Da história em si eu até gostei, mas a forma como ela foi contada é que me incomodou um pouco. Os diálogos entre os personagens me pareciam um pouco forçados, não soava natural, se é que me entendem... Em geral não fico incomodada com alguns erros de português, mas infelizmente me deparei com alguns que não podem acontecer, pelo menos eu acho... 
Querem um exemplo? "Confesso que não foi fácil para mim deixar meu pai..." Este e outros iguais me irritaram. Algumas vírgulas faltando e troca de personagem também atrapalharam a leitura, por isso eu acho que deveriam ter um carinho maior na hora da revisão. Algumas falas, ou melhor termos também achei desnecessários, deixando o texto um pouco vulgar. E olha que não sou de me incomodar com isso, mas aqui acabou "não colando". Talvez por isso tenha achado algumas partes forçadas.
Foi meu primeiro contado com o trabalho da autora, que pesquisando no Skoob descobri ter outros 3 livros. Como eu disse, gostei da história de uma forma geral, então mais para frente vou querer sim ler outro livro dela, até mesmo para conhecer melhor, pois não acho justo me basear em apenas uma leitura.
Até porquê, quem faz um personagem como o Edu, ou uma cena como o presente de aniversário dele para a Bárbara merece uma segunda opinião. Destaque também para a cena da viagem após o aniversário, foi linda! Adorei também o que a Bárbara fez com a piriguete e penso seriamente que todos os namorados e maridos deveriam fazer um curso de strepper com o Edu... kkkkk
Ah, quase esqueço de dizer, o livro é narrado tanto pelo Edu quanto pela Bárbara, fato que gostei, pois acabamos vendo o ponto de vista dos dois.
a Rafflecopter giveaway

12 comentários:

  1. Balada feat Clube das Mulheres (aquele bando de homem que ia no programa do Gugu tamanha 1 da tarde)... Adorei o cenário do livro.
    Realmente erros de português me irritam demais. Tem uns que realmente não dá pra gente defender quem fez a revisão.
    Adorei o título do livro e a capa também. Não conhecia a autora mas, agora eu vou dar uma vasculhada nas publicações.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza, é tem erros e erros, alguns não dá para perdoar.
      Espero que leia e goste.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  2. Oi Rose, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas já me interessei. O que desanimou um pouco foi o fato de você ter achado algumas partes forçadas, e os erros de português, que realmente acabam incomodando.
    Vou dar uma pesquisada nos livros da autora, pois gostei demais da premissa.
    Ótima resenha flor.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lia, vou olhar também outros livros da autora, até para ter uma ideia melhor.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  3. Ainda não conhecia o livro mais a capa e a temática abordada me chamou muita atenção , gostei muito da resenha .. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clarice, caso leia, espero que goste.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  4. Rose os pontos pelos quais você não curtiu são os mesmos que eu não curto em uma trama, por isso vou aguardar mais resenhas e ver o que decido com calma
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaila, caso resolva ler, espero que goste.
      Bjs, rose.

      Excluir
  5. Nossa, Rose...
    E eu achando que ia colocar esse livro na minha lista de desejados...
    Mas livros com erros de português são a morte!! Não suporto!!!
    Afinal, o mínimo que um escritor precisa saber é escrever! E sim, sou super crítica com isso porque de certa forma, eu ganho a vida escrevendo e ninguém passa a mão na minha cabeça...
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camis, é difícil mesmo alguém passar a mão. Neste quesito pego e muito no pé dos meus filhos, então tem erros que fica difícil de aceitar.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  6. Eita Rose!
    Que Edu/Adônis é esse, hein?
    Bem queria um presente de aniversário desses...kkkk (Que Manoel não me escute...).
    “É mais fácil lidar com uma má consciência do que com uma má reputação.”(Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.