Dia do Consumidor


Oi amigos, hoje, 15 de março é o "Dia Mundial do Consumidor" e como dias desses fiz uma postagem desabafo com vocês sobre uns perrengues que eu estava passando como consumidora, achei por bem dizer como anda meu problema.
Logo após ter feito a reclamação através do site do Celso Russonamo, acabei recendo as 3 portas que estavam faltando. O problema com as janelas ainda continuava e a loja não tinha dado sinal de vida. Seguindo o conselho do atendente do Procon, esperei os 5 dias depois da minha reclamação para dar entrada no Juizado de Pequenas Causas. Fui até o juizado e recolhi toda informação que precisava para dar entrada, inclusive me orientaram a pedir indenização por perdas e danos. Aliás deixa eu acrescentar que a moça que me atendeu na unidade de Santana que se localiza na Avenida Engenheiro Caetano Álvares foi extremamente atenciosa comigo. Curiosamente no dia que fui caiu um toró que caiu até a luz do forum e eu acabei não dando entrada no processo. Na segunda feira (11/04) tive problemas com o carro e também acabei não indo lá para dar entrada.
Foi então que na terça (12/04) me ligaram da loja para esclarecer os fatos. Em uma história que pouco me convenceu. A moça me explicou que vitrô só vem com vidros e janela é que vem com vidro e veneziana, e como meu pedido tinha sido vitrô pantográfico, por isso foi me entregue sem as venezianas.
O problemas meus amigos e que falei para ela logo depois que ela me explicou estes fatos, é que eu justamente tinha pedido janelas e não vitrôs e isso inclusive estava na cópia do pedido que eu tinha. Engraçado né? Mandei por e-mail uma cópia do meu pedido e ela ficou de analisar.
Vou confessar que achei uma "enrolação" no fundo. Não sei, uma hora era eu que não tinha especificado que queria veneziana, outra hora era porque o pedido estava como vitrô...
Bem, como vi que estavam tentando resolver o problema, resolvi esperar o bater do martelo para tomar a providência mais drástica (Juizado de Pequenas Causas).  No dia seguinte nova ligação e a funcionária falou que o erro tinha sido mesmo da vendedora e se eu não poderia arcar com a diferença de R$400,00, valor equivalente ao preço de custo e já dividido com a loja. Disse que a princípio não era de nossa vontade e ela ficou de falar com a direção.
Dia seguinte foi a vendedora que me ligou pedindo para que aceitasse pagar o valor pois o restante iriam descontar dela e ela ainda corria o risco de ser mandada embora. Confesso que fiquei balançada, mas falei abertamente e disse que não tinha condições, pois com este atraso todo, tive que arcar com despesas que não estavam no orçamento e mais esta seria impossível. O que eu poderia fazer era não entrar com a ação no pequenas causas, mas a loja teria que fazer a troca sem custo algum para mim.
Resultado, receberei minhas janelas do jeito que eu comprei e escolhi, a troca será feita em até 30 dias, prazo que me deram pois as janelas não tem a pronta entrega, e eu não pagarei nada mais por isso. Em troca não entrarei no Pequenas Causas.
Vocês devem pensar, ah, Rose, porque não pediu indenização? Na boa, eu até poderia, a lei me garante isso, mas o que eu queria mesmo e ainda quero são minhas janelas. Em nenhum momento quis prejudicar a vendedora e nem tirar vantagem da loja. E mesmo com todos os problemas que a loja me deu, tenho consciência que a vendedora foi muito atenciosa comigo e com o meu pedido. Por isso fiquei com a pulga atrás da orelha com esta história de vitrô/janela. Eu e ela conferimos item por item, não entendo como estas palavras foram trocadas se nem parecidas são. Em consideração a atenção e o cuidado que ela me dispensou no dia da venda, e sabendo que ela tem filho e família, e que minhas janelas foram resolvidas (pelo menos acordadas) achei por bem ficar o "dito pelo não dito".
Não sei se foi o correto a ser feito, mas foi o certo para mim e assim ficarei em paz. E neste "Dia Mundial do Consumidor" venho contar para vocês que mais uma vez briguei por meus direitos e os fiz prevalecer.
Você também seja hoje, ontem ou amanhã, lute por seus direitos, se você não lutar quem vai lutar por você?

a Rafflecopter giveaway

14 comentários:

  1. mgrezender15/3/13

    O pessoal de hoje só quer ver o dinheiro no bolso e na hora de atender o freguês agrada até não poder mais, mas depois, o consumidor passa dias angustiado pois a loja não cumpre o prometido e negociado. eu já tive alguns percalços mas consegui resolver sem ter que apelar muito. As coisas no interior a gente resolve mais rápido, pois a propaganda de boca a boca é muito eficiente. Se não cumpre com o prometido o freguês sai falando e a loja leva prejuizo. Já em cidade grande a coisa é mais difícil.

    ResponderExcluir
  2. Rose, gostei muito da sua iniciativa, brigando por seus direitos sem prejudicar ninguém. Acho que no seu lugar faria exatamente a mesma coisa! =)

    Espero que dê tudo certo com as janelas! ^^

    Beijocas!
    Juh Oliveto
    Livros & Bolinhos ~

    ResponderExcluir
  3. yassuifortes15/3/13

    Pelo menos agora vc terá suas janelas...néh Rose? rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. Oi Juh, achei que era o melhor a ser feito.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. É verdade, no interior o boca a boca é bem forte e trás resultados. Mas de um jeito ou de outro devemos procurar nossos direitos
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde :)
    Saudades daqui *---*


    Isso mesmo,gostei do seu exemplo de lutar pelos direitos :)


    Beijos e tenha um excelente final de semana
    Rimas Do Preto

    ResponderExcluir
  7. Mah Barbosa15/3/13

    É isso mesmo, lute por seus direitos! E achei legal você ter feito um acordo com eles, não sei se teria cabeça pra deixar queto... mas, enfim, que dê tudo certo!!

    ResponderExcluir
  8. Mah Barbosa15/3/13

    É isso aí, lute pelo seus direitos!
    Achei legal você entrar em acordo por não ter o intuito de afetar a loja e/ou a atendente, não sei se aguentaria...
    Espero que dê tudo certo e, que em breve, nos dê uma ótima notícia!

    ResponderExcluir
  9. Prometo fotografar e avisar quando ela chegar!
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  10. Oi Sandro, você sempre e bem vindo!
    Um belo domingo para você!
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  11. Djéssica S.C18/3/13

    Nunca sabemos o dia de amanhã, então temos que ser os melhores possíveis em nossos atos, claro, sem sermos feitos de idiotas. O importante mesmo é você ter o que quer e o que é seu por direito, prejudicar alguém para ganhar vantagens em cima de algo, pode até nos satisfazer na hora, mas depois quando se começa a analizar o que foi feito, começa a pesar na consciência, principalmente porque a culpa com certeza cairia totalmente na funcionária... Achei legal a sua atitude ^^
    Uma ótima semana pra você, e tomara que de tudo certo!

    ResponderExcluir
  12. Obrigada Djéssica, tenho certeza que a empresa irá cumprir com o acordo.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.