Take e gravando 12: Vamos falar dos brazucas...

Aproveitando que o feriado da Independência do Brasil foi semana passada queria fazer um post com filmes nacionais, aí percebi, vergonhosamente, que além daqueles filmes de grande circulação ou que renderam algum burburinho eu nunca dei muita atenção aos filmes nacionais, não por algum motivo específico ou preconceito, simplesmente por não ir atrás.

Então, depois de abaixar minha cabeça com vergonha tomei duas decisões, a primeira que ainda queria falar de filmes nacionais e a segunda era fazer uma lista um pouco diferente, ao invés de indicar filme que eu conheço vou falar de filmes que quero ver e assim deixar uma sugestão para caso mais alguém também queira explorar um pouco mais do cinema nacional.

1) Lavoura arcaica
Sinopse: André (Selton Mello) é um filho desgarrado, que saiu de casa devido à severa lei paterna e o sufocamento da ternura materna. Pedro (Leonardo Medeiros), seu irmão mais velho, recebe de sua mãe a missão de trazê-lo de volta ao lar. Cedendo aos apelos da mãe e de Pedro, André resolve voltar para a casa dos seus pais, mas irá quebrar definitivamente os alicerces da família ao se apaixonar por sua bela irmã Ana (Simone Spoladore).

2) Madame Satã
Sinopse: Rio de Janeiro, 1932. No bairro da Lapa vive encarcerado na prisão João Francisco (Lázaro Ramos), artista transformista que sonha em se tornar um grande astro dos palcos. Após deixar o cárcere, João passa a viver com Laurita (Marcélia Cartaxo), prostituta e sua "esposa"; Firmina, a filha de Laurita; Tabu (Flávio Bauraqui), seu cúmplice; Renatinho (Felippe Marques), sem amante e também traidor; e ainda Amador (Emiliano Queiroz), dono do bar Danúbio Azul. É neste ambiente que João Francisco irá se transformar no mito Madame Satã, nome retirado do filme Madame Satã (1932), dirigido por Cecil B. deMille, que João Francisco viu e adorou.

3) O lobo atrás da porta
Sinopse: O desaparecimento de uma criança faz com que seus pais, Bernardo (Milhem Cortaz) e Sylvia (Fabiula Nascimento), vão até uma delegacia. O caso fica a cargo do delegado (Juliano Cazarré), que resolve interrogá-los separadamente. Logo descobre que Bernardo mantinha uma amante, Rosa (Leandra Leal), que é levada à delegacia para averiguações. A partir de depoimentos do trio, o delegado descobre uma rede de mentiras, amor, vingança e ciúmes envolvendo o trio.

4) O cheiro do ralo
Sinopse: Lourenço (Selton Mello) é o dono de uma loja que compra objetos usados. Aos poucos ele desenvolve um jogo com seus clientes, trocando a frieza pelo prazer que sente ao explorá-los, já que sempre estão em sérias dificuldades financeiras. Ao mesmo tempo Lourenço passa a ver as pessoas como se estivessem à venda, identificando-as através de uma característica ou um objeto que lhe é oferecido. Incomodado com o permanente e fedorento cheiro do ralo que existe em sua loja, Lourenço vê seu mundo ruir quando é obrigado a se relacionar com uma das pessoas que julgava controlar.
5) Estômago
Sinopse: Raimundo Nonato (João Miguel) foi para a cidade grande na esperança de ter uma vida melhor. Contratado como faxineiro em um bar, logo ele descobre que possui um talento nato para a cozinha. Com suas coxinhas Raimundo transforma o bar num sucesso. Giovanni (Carlo Briani), o dono de um conhecido restaurante italiano da região, o contrata como assistente de cozinheiro. A cozinha italiana é uma grande descoberta para Raimundo, que passa também a ter uma casa, roupas melhores, relacionamentos sociais e um amor: a prostituta Iria (Fabiula Nascimento).

6) Nome próprio
Sinopse: Camila (Leandra Leal) tem a escrita como sua grande paixão. Intensa e corajosa, ela busca criar para si uma existência complexa o suficiente para que possa escrever sobre ela. Ela escreve compulsivamente em um blog, só que isto faz com que também fique isolada.

7) Hoje eu quero voltar sozinho
Sinopse: Leonardo (Ghilherme Lobo), um adolescente cego, tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel (Fabio Audi) chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade.

8) Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios
Sinopse: Cauby (Gustavo Machado) tem 40 anos, trabalha como fotógrafo de uma revista semanal e resolveu trocar São Paulo pelo interior do Pará. Cético em relação ao amor e devotado à beleza, ele encontra num lindo cenário amazônico a bela e instável Lavínia (Camila Pitanga), mulher do pastor Ernani (Zecarlos Machado), homem que acredita ser possível consertar as contradições humanas. Mas no interior do país ainda existem lugares onde a honra se lava com sangue e Cauby não imaginava que acabaria envolvido num triângulo amoroso imprevisível, fazendo com que ele perdesse o controle da própria vida.

9) Faroeste Caboclo
Sinopse: João (Fabrício Boliveira) deixa Santo Cristo em busca de uma vida melhor em Brasília. Ele quer deixar o passado repleto de tragédias para trás. Lá, conta com o apoio do primo e traficante Pablo (César Troncoso), com quem passa a trabalhar. Já conhecido como João de Santo Cristo, o jovem se envolve com o tráfico de drogas, ao mesmo tempo em que mantém um emprego como carpinteiro. Em meio a tudo isso, conhece a bela e inquieta Maria Lúcia (Ísis Valverde), filha de um senador (Marcos Paulo), por quem se apaixona loucamente. Os dois começam uma relação marcada pela paixão e pelo romance, mas logo João se verá em meio a uma guerra com o playboy e traficante Jeremias (Felipe Abib), que coloca tudo a perder.

10) VIPs
Sinopse: Marcelo (Wagner Moura) não consegue conviver com sua própria identidade, o que faz com que assuma a dos outros. Isto faz com que passe a ter diversos nomes,
nos mais variados meios. Sonhando em ser um piloto de avião como o pai, aplica seguidos golpes e se envolve em inúmeras aventuras. Uma dos mais conhecidas é quando finge ser Henrique Constantino, filho do dono da companhia aérea Gol, durante um Carnaval no Recife. Inspirado na história real de Marcelo Nascimento da Rocha.


Essa foi a lista de filmes que escolhi para poder assistir, a maioria me interessou pela sinopse, ou ainda por ser uma adaptação de livrou, ou por atores que gosto. E vocês, já assistiram algum desses filmes? Quais são os filmes nacionais que mais gostam?
Fonte das sinopses: Adorocinema

a Rafflecopter giveaway

16 comentários:

  1. o Brasil produz bons filmes, enredos bons e temos ótimos atores, só que sou sincera, às vezes me sinto cansada de ver os mesmos rostos na telona e nas novelas, por isso o número de filmes nacionais que assisto não é tão grande quanto eu gostaria
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acabam sendo sempre as mesmas figurinhas carimbadas né? Entendo bem.
      Bjs, Rose

      Excluir
  2. Quantos filmes bons!!! Não conhecia O cheiro do ralo, me deu muita vontade de ver!


    Beijinhos,
    http://www.miopesanonimos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alice, também não conhecia este.
      Bjs, Rose

      Excluir
  3. Sou muito fã do cinema nacional, e o que mais me influenciou para isso foi o trabalho do ator Wagner Moura e de Mateus Solano. Dos citados o meu favorito é VIP's, outros filmes que valem citar são: 2 Coelhos, Isolados, O Balconista, Entre Nós e Confia em Mim. Espero que tenha uma boa experiência com os filmes! Beijo http://chegadetalvez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Stela, valeu pelas dicas!
      Bjs, Rose

      Excluir
  4. Oie
    Confesso que também não tenho dado muito valor aos filmes nacionais,principalmente a esse menos conhecidos,pelo menos pra mim.Gostei das suas dicas ,e são filmes com atores que eu realmente gosto.Os filmes brasileiros que eu mais costumo ver são aqueles de comédia sabe,com o Leandro Hassum,Ingrid Guimarães entre outros.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leticia, você não é a única que tem este pecado na conta.
      Bjs, ROse

      Excluir
  5. ótimas dicas acredito que esse filme Madame Satã deve ser um tanto curioso , apesar de ser um tanto crítica quando o negócio se trata de filmes nacionais, já assisti VIPs e gostei muito o Wagner Moura realmente me surpreendeu em sua atuação no filme =]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wagner Moura é muito bom mesmo.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  6. Madame Satã e O Cheiro do Ralo foram os que mais me chamaram a atenção pela sinopse. Já VIPs eu acho que assistiria por causa do Wagner Moura. Gosto do trabalho dele.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto muito dos livros dele. Bjs, Rose.

      Excluir
  7. Danielle!
    Muito bom valorizar nossos nacionais.
    Tenho a maior vontade de assistir Faroeste Caboclo.
    “Se queres prever o futuro, estuda o passado.”(Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Dani está arrasando com as postagens
      Bjs, Rose.

      Excluir
  8. Olá,

    adorei o post! Temos muitos filmes excelentes por aqui que, infelizmente, não ganham o devido mérito porque a grande parte da população simplesmente não sabe que eles existem! Eu já vi e adorei Hoje eu quero voltar sozinho e VIP!

    Beijos!
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Houve uma procura melhor de uns anos pra cá, mas ainda assim insuficiente.
      Bjs, Rose

      Excluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.