#Resenha A Outra

Oi amigos, hoje tenho mais uma resenha nacional para vocês de uma autora que virei fã de carteirinha: Juliana Dantas. Leiam e aproveitem!
A Outra - Juliana Dantas
400 páginas - Amazon
Melissa Blake (Mel) é uma talentosa e famosa escritora. Tímida, está apavorada com a aproximação da turnê de divulgação do filme que estreará e que foi baseado em seus livros. E o fato de sua mãe estar à beira da morte, não ajuda em nada a situação.
Sempre foi Mel e a mãe, ela nunca conheceu o pai, e trocaria toda sua fortuna pela chance de ter uma família e de conhecer o pai. Ela queria apenas uma vida simples.
Melanie Carter é casada com Cannon e mãe de 3 filhos. Vive na pequena cidade de Lakewood e detesta sua vida. Ela sonha com o glamour e a agitação da cidade grande e sente-se presa a um casamento de fachada, mantido a trancos e barrancos com o pai de seus filhos. Melanie nunca conheceu a mãe que a abandonou e não se dá bem com o pai.
E o que estas duas moças tão diferentes tem em comum? São gêmeas!!! Ambas nem imaginavam que tivessem uma irmã, e ainda gêmea!
A primeira a saber foi Mel, cuja a mãe contou a verdade antes de morrer. Foi assim que Mel foi atrás de Melaine e ambas se conheceram. Apenas elas sabiam desta novidade. Quando Melaine partiu ao encontro da irmã e da mãe, não falou nada para ninguém. Largou marido e filhos e partiu. 
Depois que soube o que a irmã tinha feito, Mel ainda tentou convencer a irmã a voltar, ou pelo menos a falar a verdade, mas foi em vão. Melaine não queria voltar para sua vida, não ainda, pelo menos.
E foi neste pé que o início da turnê chegou, e com ela o pior pesadelo de Mel. Mas agora ela tinha a irmã ao seu lado, e foi justamente ela que a convenceu de trocarem de lugar enquanto a turnê acontecia. Melaine, bem mais descolada, assumiria o lugar de Mel diante das câmeras e dos fãs, enquanto Mel, que sonhava com a vida pacata desdenhada por Melaine, assumiria seu lugar em Lakewood.
O que Mel não imaginava ao aceitar a ideia da irmã, era a dificuldade que encontraria. Todos ali pareciam odiar sua irmã, e com o passar do dia, ela notou que este sentimento não era sem sentido.
Tentando concertar as besteiras que a irmã fez, Mel vai se envolvendo cada vez mais com a família da irmã. Isso ia dificultar muito as coisas para ela na hora de assumir seu verdadeiro lugar.
Se, de um lado ela ia fazendo a irmã cair nas graças de todos, o que era sua intenção, de outro ela queria está para sempre no lugar da própria irmã. Dilema que se complicava ainda mais diante da total falta de interesse de Melaine em retomar sua vida real.
E quando as coisas estavam complicas, por que não complicar ainda mais? Com muito mais que o coração em jogo, Mel terá um difícil caminho pela frente. Um que mudará sua vida para sempre, assim como a vida de todos que aprendeu a amar.
Juliana mais uma vez não me decepcionou com sua história. Mel e Melaine são como água e vinho, e como foi fácil odiar Melaine, com suas atitudes fúteis e egoístas. Mas com Juliana nada é tão simples assim, e na mesma proporção que eu quis estapear a irmã má, chorei com sua atitude no final da história. Uma atitude que me surpreendeu em muitos sentidos e me fez vê-la com outros olhos. Eu entedia muito bem sua infelicidade em se ver presa a uma vida que nunca desejou, afinal, não é porque é mulher que tem necessariamente de sonhar com filhos e casamento, mas não gostava de vê-la descontando suas frustrações nas crianças, que não pediram para nascer. Sobre Connor eu não vou nem comentar, pois falar o que de um homem que larga tudo pelos filhos?
Uma história sólida, com personagens com seus próprios problemas e que foram bem construídos. Você pode dizer que o enredo é batido, mas a qualidade com que a Juliana conta sua história, faz sem dúvida uma diferença danada. Leia e comprove!

19 comentários:

  1. Oi.
    O enredo lembra a novela Usurpadora, o que me trouxe uma sensação de nostalgia e vontade de ler o livro, por incrível que pareça. Quanto à irmã "má", também acho que ninguém é obrigado a querer casar e ter filhos, mas se não quer, tem que tomar as devidas precauções para que não aconteça e, se acontecer, tem que lidar com as consequências dos próprios atos.
    Fiquei curiosa também para conhecer a narrativa da autora, e como ela conduziu a narrativa, sem deixá-la cair na mesmice.
    Adorei a resenha e pretendo conferir assim que possivel.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bárbara, ela lembra mesmo, não é só você que sentiu isso.
      Bjs, Rose

      Excluir
  2. Tem um tempinho que não leio resenha de livro nacional, e amei fortemente a historia e todo o enrendo contado. Já quero ler e ver no que vai se dar com a Mel e Melaine.

    Bjus** http://imagine-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu conhecia esse livro recentemente e estou bem curiosa com a leitura. Gostei de conhecer um pouco mais sobre a trama através desta tua resenha e é uma obra que eu quero muito ler.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Rose! Tudo bem?
    Preciso confessar que achei o enredo batido mesmo. Aliás, acho que seria impossível não lembrar da novela A Usurpadora, pois o enredo é praticamente o mesmo. No entanto, fiquei feliz por saber que a autora conseguiu desenvolvê-lo bem e dar profundidade aos personagens.
    Adorei sua resenha e, apesar de ainda ter um certo receio por achar essa história bem batida, vou anotar a dica para ler futuramente.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria, não tem como não lembrar da novela mesmo, mas como disse, a autora conseguiu desenvolver muito bem um enredo batido.
      Bjs, Rose

      Excluir
  5. Oi Rose! Que bom que é fã da autora e que curtiu mais essa obra dela, mas o enredo não me atraiu, isso delas trocarem de lugar não chamou minha atenção, mesmo que a escrita da autora seja diferenciada passo a dica dessa vez.

    ResponderExcluir
  6. Olá! Uau quanta trama nesse livro ein, lembrei da novela Usurpadora (mesmo nem tendo visto ela haha) mas fiquei curiosa pra saber como que as irmas irão resolver suas vidas.. parece bem baca a leitura! Estou com esse livro no Kindle e espero ler em breve!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  7. Oi Rose como você está?
    Adorei esses quotes que vc selecionou e compartilhou aqui.
    E deu pra sentir o quanto vc é fã da autora, pois sua resenha transmitiu esse sentimento <3 Ou seja, só aumentou o meu interesse pela leitura (mesmo com a premissa tendo a cara de uma novela haha)

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  8. Olá, ainda não li nada da autora mas pela sua resenha e pelas outras que já li desse livro, confesso que estou bem curiosa para saber mais sobre essa troca de identidade das duas.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Rose! Essa é a segunda resenha que leio sobre essa história e já estou louca para conferi-la. Parece ser uma história muito envolvente, principalmente por conta do drama das duas irmãs e como será essa inversão de papéis. Com certeza promete muitas surpresas haha. Dica anotada, bjss!

    ResponderExcluir
  10. Oii Rose.
    Não conhecia esse livro, mas já vou correndo procurá-lo. Acho que vou gostar bastante dessa história.
    Obrigada pela dica.
    Bjs Ma

    ResponderExcluir
  11. Oi Rose! Tudo bem?
    Minha segunda resenha sobre essa obra e confesso que desde que li a primeira não consigi parar de pensar nesse livro. Como assim, gente? Mas será possível isso? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, está parecendo que o destino quer mesmo que eu leia esse livro. A premissa dele é bem "A Usurpadora" mesmo, mas apesar dos muitos momentos de suspensão de descrença, eu até que gostava da novela.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Segunda resenha que leio desse livro e me deixa mega curiosa com esse enredo de mistérios e confusão rs' deve ser uma leitura bem diferente para mim, e espero poder conferir! ótima resenha!

    beijos
    https://blogminhaestanteliteraria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi Rose, tudo bem?
    Amei a sua resenha e por causa dela já estou anotando o nome do livro.
    Bjkas

    http://www.acordeicomvontadedeler.com/

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.

#Resenha A Outra

Oi amigos, hoje tenho mais uma resenha nacional para vocês de uma autora que virei fã de carteirinha: Juliana Dantas. Leiam e aproveitem!
A Outra - Juliana Dantas
400 páginas - Amazon
Melissa Blake (Mel) é uma talentosa e famosa escritora. Tímida, está apavorada com a aproximação da turnê de divulgação do filme que estreará e que foi baseado em seus livros. E o fato de sua mãe estar à beira da morte, não ajuda em nada a situação.
Sempre foi Mel e a mãe, ela nunca conheceu o pai, e trocaria toda sua fortuna pela chance de ter uma família e de conhecer o pai. Ela queria apenas uma vida simples.
Melanie Carter é casada com Cannon e mãe de 3 filhos. Vive na pequena cidade de Lakewood e detesta sua vida. Ela sonha com o glamour e a agitação da cidade grande e sente-se presa a um casamento de fachada, mantido a trancos e barrancos com o pai de seus filhos. Melanie nunca conheceu a mãe que a abandonou e não se dá bem com o pai.
E o que estas duas moças tão diferentes tem em comum? São gêmeas!!! Ambas nem imaginavam que tivessem uma irmã, e ainda gêmea!
A primeira a saber foi Mel, cuja a mãe contou a verdade antes de morrer. Foi assim que Mel foi atrás de Melaine e ambas se conheceram. Apenas elas sabiam desta novidade. Quando Melaine partiu ao encontro da irmã e da mãe, não falou nada para ninguém. Largou marido e filhos e partiu. 
Depois que soube o que a irmã tinha feito, Mel ainda tentou convencer a irmã a voltar, ou pelo menos a falar a verdade, mas foi em vão. Melaine não queria voltar para sua vida, não ainda, pelo menos.
E foi neste pé que o início da turnê chegou, e com ela o pior pesadelo de Mel. Mas agora ela tinha a irmã ao seu lado, e foi justamente ela que a convenceu de trocarem de lugar enquanto a turnê acontecia. Melaine, bem mais descolada, assumiria o lugar de Mel diante das câmeras e dos fãs, enquanto Mel, que sonhava com a vida pacata desdenhada por Melaine, assumiria seu lugar em Lakewood.
O que Mel não imaginava ao aceitar a ideia da irmã, era a dificuldade que encontraria. Todos ali pareciam odiar sua irmã, e com o passar do dia, ela notou que este sentimento não era sem sentido.
Tentando concertar as besteiras que a irmã fez, Mel vai se envolvendo cada vez mais com a família da irmã. Isso ia dificultar muito as coisas para ela na hora de assumir seu verdadeiro lugar.
Se, de um lado ela ia fazendo a irmã cair nas graças de todos, o que era sua intenção, de outro ela queria está para sempre no lugar da própria irmã. Dilema que se complicava ainda mais diante da total falta de interesse de Melaine em retomar sua vida real.
E quando as coisas estavam complicas, por que não complicar ainda mais? Com muito mais que o coração em jogo, Mel terá um difícil caminho pela frente. Um que mudará sua vida para sempre, assim como a vida de todos que aprendeu a amar.
Juliana mais uma vez não me decepcionou com sua história. Mel e Melaine são como água e vinho, e como foi fácil odiar Melaine, com suas atitudes fúteis e egoístas. Mas com Juliana nada é tão simples assim, e na mesma proporção que eu quis estapear a irmã má, chorei com sua atitude no final da história. Uma atitude que me surpreendeu em muitos sentidos e me fez vê-la com outros olhos. Eu entedia muito bem sua infelicidade em se ver presa a uma vida que nunca desejou, afinal, não é porque é mulher que tem necessariamente de sonhar com filhos e casamento, mas não gostava de vê-la descontando suas frustrações nas crianças, que não pediram para nascer. Sobre Connor eu não vou nem comentar, pois falar o que de um homem que larga tudo pelos filhos?
Uma história sólida, com personagens com seus próprios problemas e que foram bem construídos. Você pode dizer que o enredo é batido, mas a qualidade com que a Juliana conta sua história, faz sem dúvida uma diferença danada. Leia e comprove!

19 comentários:

  1. Oi.
    O enredo lembra a novela Usurpadora, o que me trouxe uma sensação de nostalgia e vontade de ler o livro, por incrível que pareça. Quanto à irmã "má", também acho que ninguém é obrigado a querer casar e ter filhos, mas se não quer, tem que tomar as devidas precauções para que não aconteça e, se acontecer, tem que lidar com as consequências dos próprios atos.
    Fiquei curiosa também para conhecer a narrativa da autora, e como ela conduziu a narrativa, sem deixá-la cair na mesmice.
    Adorei a resenha e pretendo conferir assim que possivel.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bárbara, ela lembra mesmo, não é só você que sentiu isso.
      Bjs, Rose

      Excluir
  2. Tem um tempinho que não leio resenha de livro nacional, e amei fortemente a historia e todo o enrendo contado. Já quero ler e ver no que vai se dar com a Mel e Melaine.

    Bjus** http://imagine-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu conhecia esse livro recentemente e estou bem curiosa com a leitura. Gostei de conhecer um pouco mais sobre a trama através desta tua resenha e é uma obra que eu quero muito ler.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Rose! Tudo bem?
    Preciso confessar que achei o enredo batido mesmo. Aliás, acho que seria impossível não lembrar da novela A Usurpadora, pois o enredo é praticamente o mesmo. No entanto, fiquei feliz por saber que a autora conseguiu desenvolvê-lo bem e dar profundidade aos personagens.
    Adorei sua resenha e, apesar de ainda ter um certo receio por achar essa história bem batida, vou anotar a dica para ler futuramente.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria, não tem como não lembrar da novela mesmo, mas como disse, a autora conseguiu desenvolver muito bem um enredo batido.
      Bjs, Rose

      Excluir
  5. Oi Rose! Que bom que é fã da autora e que curtiu mais essa obra dela, mas o enredo não me atraiu, isso delas trocarem de lugar não chamou minha atenção, mesmo que a escrita da autora seja diferenciada passo a dica dessa vez.

    ResponderExcluir
  6. Olá! Uau quanta trama nesse livro ein, lembrei da novela Usurpadora (mesmo nem tendo visto ela haha) mas fiquei curiosa pra saber como que as irmas irão resolver suas vidas.. parece bem baca a leitura! Estou com esse livro no Kindle e espero ler em breve!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  7. Oi Rose como você está?
    Adorei esses quotes que vc selecionou e compartilhou aqui.
    E deu pra sentir o quanto vc é fã da autora, pois sua resenha transmitiu esse sentimento <3 Ou seja, só aumentou o meu interesse pela leitura (mesmo com a premissa tendo a cara de uma novela haha)

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  8. Olá, ainda não li nada da autora mas pela sua resenha e pelas outras que já li desse livro, confesso que estou bem curiosa para saber mais sobre essa troca de identidade das duas.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Rose! Essa é a segunda resenha que leio sobre essa história e já estou louca para conferi-la. Parece ser uma história muito envolvente, principalmente por conta do drama das duas irmãs e como será essa inversão de papéis. Com certeza promete muitas surpresas haha. Dica anotada, bjss!

    ResponderExcluir
  10. Oii Rose.
    Não conhecia esse livro, mas já vou correndo procurá-lo. Acho que vou gostar bastante dessa história.
    Obrigada pela dica.
    Bjs Ma

    ResponderExcluir
  11. Oi Rose! Tudo bem?
    Minha segunda resenha sobre essa obra e confesso que desde que li a primeira não consigi parar de pensar nesse livro. Como assim, gente? Mas será possível isso? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, está parecendo que o destino quer mesmo que eu leia esse livro. A premissa dele é bem "A Usurpadora" mesmo, mas apesar dos muitos momentos de suspensão de descrença, eu até que gostava da novela.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Segunda resenha que leio desse livro e me deixa mega curiosa com esse enredo de mistérios e confusão rs' deve ser uma leitura bem diferente para mim, e espero poder conferir! ótima resenha!

    beijos
    https://blogminhaestanteliteraria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi Rose, tudo bem?
    Amei a sua resenha e por causa dela já estou anotando o nome do livro.
    Bjkas

    http://www.acordeicomvontadedeler.com/

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.

Editoras Parceiras