#Resenha Os Malogrados

 Oi amigos, vamos dar uma olhada no que a Olívia trouxe para nós na sua resenha de hoje?

Os Malogrados - M. F. Santos
260 páginas - Editora APED
Logo no início do livro temos uma relação dos personagens do livro, achei isso bem interessante e bom, já que norteia o leitor para os personagens e o seu papel no livro. Como são vários, essa listagem inicial foi muito importante para me situar. Sugiro que ao lerem deem atenção.
Mais um livro brasileiro que me conquistou. Esse, por sua diferença, um romance situado no contexto histórico da inquisição.
Por ser assim, temos um príncipe, e candidatas a desposar esse príncipe e o inconveniente, ele já tem uma dona para o seu coração.
Marta é uma garota plebeia que conquistou o coração do príncipe Lúcio, ambos são apaixonados um pelo outro, mas separados por mundos diferentes.
Lúcio tem a obrigação de seu principado para com a Corte de Cádiz e o reino de Castelha, tem pais exigentes e que esperam que ele se case não por amor e sim para unir forças com outros reinos.
Marta precisa logo de pensar em um casamento já que todos começam a pensar que está mais do que na idade de se casar, só que ela não aceita intervenções. Só quer se casar se for por amor.
Apesar de todos os problemas ambos procuram lutar por aquilo que acham certos, mas para o príncipe Lúcio a presença de um inquisidor e da sua futura esposa escolhida por seus pais – Maria Rita – toma todo o tempo do príncipe, que acaba negligenciando aquilo que mais dizia amar.
Para piorar a situação, chega na cidade o neto da D. Constantina, uma mulher integra e sóbria que ajuda muito Marta no decorrer de toda a história, a orienta e dá vida a sua forma de ser independente e revolucionária, que ao por seu coração a ajudar aqueles que mais necessita começa a ver um outro mundo dentro daquilo que pensava ser o correto para si.
Abelardo, neto de D. Constantina, um jovem médico que traz consigo a verdade da ciência, começa a contrapor-se a religião, da forma empregada ali na cidade, e tendo o inquisidor os olhos voltados para todos à procura de um bom pretexto para condenar os hereges coloca muitos em risco, principalmente Abelardo, a corte de Cádiz e também o Rei.
- Olha minha querida, eu acredito que não; eles apenas têm uma forma diferente de crença, mas a fé deles também é muito grande. O problema que ocorre, é que a igreja tem medo de ser abalada, de perder suas estruturas, seu tradicionalismo, para aquilo que ela acabou estabelecendo de relapso.
E para piorar a situação da cidade devido a caça às bruxas, Bournier – filósofo e poeta vertente ao iluminismo e Joseph Louvain chegam ao reino para abalar as estruturas do governo de D. Guilherme.
Em meio às investidas de Mauro Bragança, o inquisidor nomeado pelo Concilio de Roma, e muitos tentando proteger o casal de cristãos-novos – Isabel e Jonas – que eram produtores e abasteciam o reino de milho e arroz, vidas começam a serem perdidas nas masmorras e o reino acaba afundando em uma fome completa, já que as investidas do inquisidor gera pânico nos agricultores, a maioria judeus ou cristãos-novos, que abandonam o reino em busca de segurança.
Não é uma trama rasa e sem fundamento, os personagens são fortes, e nosso príncipe – que com o decorrer do tempo passei a vê-lo como um grande sapão gordo e cheio de verrugas - demora muito a perceber o que ocorre ao seu redor e lutar por aquilo que ele sempre disse prezar mais. O autor consegue tratar muito bem os assuntos expostos, a inquisição e seus métodos de tortura, a questão da mulher na idade média, sua independência e virtude, a questão das bruxas – cristãos-novos e judeus na época-, e também o romance.
- Farei o possível para recuperar o ser de estima de minha mulher. Por ela, eu faço tudo, senhora.
Se espera uma leitura calma, e personagens pacatos esperando que a solução caia do céu, isso não ocorre aqui. Todos os personagens são fortes, com bastante personalidade, trabalham para mudar o mundo que vivem, quebrando tabus de época e tratando romper com a religião vendo no Iluminismo uma fuga para a criação de um mundo melhor.
Não espere um romance clichê e calmo, não há aqui.
Mas, é um livro lindo, com um romance muito real, e com um amor maduro e uma grande lição de vida, principalmente para os que dizem amar de verdade e só falam de lábios.
Recomendo para os leitores que gostam de leitura com teor histórico inserido e romance.
Peço desculpas ao autor pelo atraso, mas me esqueci dessa resenha e de repassá-la para Rose.


 

27 comentários:

  1. Oi, Olivia.
    É bom quando pegamos um livro para ler com personagens tendo uma relação, isso proporciona mais emoção à leitura.
    Gostei de saber que o livro não é nada pacato e cheio do mesmo.
    Fiquei bem interessada pela leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naty, também gosto disso, e adorei a dica da Olívia.
      Bjs!

      Excluir
  2. Oiii Olivia, como vai?
    Realmente adorei a ideia de falar sobre os personagens e a relação entre eles, normalmente isso nos ajuda a não ficarmos confusos, em relação a obra quem sabe eu até leria por curiosidade, por mais que não é muito do meu gênero.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Morgana, é verdade, e ainda enriquece o enredo.
      Bjs!

      Excluir
  3. Ai que legar o enredo deste livro!
    Muito , mesmo!
    Este eu vou querer ler!

    Beijinhos...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lullys, que bom! Espero que leia e goste.
      Bjs!

      Excluir
  4. Olá.
    O livro me pareceu bastante confuso para mim, vários núcleos, personagens e histórias diferentes no mesmo livro.
    Não sei se me interessaria muito a leitura.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena Gabriela, mas fica para a próxima.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  5. Olá,

    Não conhecia o livro mas gostei da riqueza do enredo e vou anotar a dica.

    Abraços
    oblogcaentrenos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vivianne, espero que leia e goste.
      Bjs!

      Excluir
  6. que bom que a leitura fluiu tão bem para você! a trama tem seus segredos e me deixa levemente intrigada, mas ainda tenho receios por não ser algo que eu normalmente leia
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaila, é verdade, não é muito da sua zona de conforto.
      Bjs!

      Excluir
  7. que bom que a leitura fluiu tão bem para você! a trama tem seus segredos e me deixa levemente intrigada, mas ainda tenho receios por não ser algo que eu normalmente leia
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. oi Rose!
    Não conhecia o livro e ainda mais sendo um nacional, gostei da premissa e estou curiosa com o romance pois adoro romances rs' e ainda tem essa pegada na religião e Iluminismo que me deixa bem curiosa. Que bom que os personagens são ótimos e de personalidades, parece ser uma história maravilhosa!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tahis, eu também não conhecia, e fiquei empolgada com a resenha.
      Bjs!

      Excluir
  9. Oi, não conhecia o livro e o enredo parece ser bem rico e por ser nacional dá mais vontade de ler e sendo um romance proibido, fica tudo mais lindo. O livro tem todos os ingredientes para eu gostar dele, romance e historia, o Iluminismo, a religião da epoca, tudo me deixando curiosa. Dica anotada.
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thatyane, nossos autores estão arrasando.
      Bjs!

      Excluir
  10. Apesar do seus comentários sobre a obra, não escolheria para ler pois não gosto desse tipo de romance. Fico feliz que a leitura tenha sido fluída para você!
    Sucesso!
    Filipe Penasso - Pena Pensante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Filipe, que pena. Mas agradeço por ter lido e comentado.
      Bjs!

      Excluir
  11. Oi Olivia, que bom que você trouxe essa resenha, pois adorei conhecer o livro, e pelas suas palavras é o tipo de livro que eu, com certeza, vou querer ler. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Gleyse! Espero que leia e goste.
      Bjs!

      Excluir
  12. Oi Olívia, que livro interessante, ainda não conhecia e achei o enredo bem bacana.
    Parabéns pela resenha :)

    ResponderExcluir
  13. Olá.
    Não conhecia o livro.
    A premissa é bem interessante e por mais que eu adore histórias onde há uma relação entre principe e uma blebeia , esse livro não tem a premissa que eu me interessaria em ler, embora seja sim interessante. Mas tendo em conta que o romance não é clichê eu me arriscaria kkkkkkk
    Ótima resenha

    ResponderExcluir
  14. Olívia!
    Tipo do livro que gosto, bem movimentado, em época precisa e ainda com fantasia.
    Fiquei bem curiosa pela leitura.

    Rudynalva Correia Soares
    rudynalva@yahoo.com.br
    Participo e mais tarde sairá divulgação no blog.
    BOM FINAL DE SEMANA!
    “Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida. Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e fazer feliz por inteiro. Difícil é ocupar o coração de alguém. Saber que se é realmente amado.” (Carlos Drummond de Andrade)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de julho com 3 livros 3 ganhadores, participem

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?

    É tão bom quando a leitura flui, quando gostamos do que lemos e parece que foi o seu caso. Gostei do enredo, a obra parece ser boa com os seus segredos. Fiquei intrigado, mas no momento não pretendo ler ou adquirir, tenho outros livros que preciso resenhar e colocar em dia, mesmo adorando fantasia! Vou anotar na lista de desejados!
    Bjuss

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.