#Resenha Sentimento Fatal


Oi amigos, este é meu 3º livro da autora, e mais uma vez não posso deixar de recomendar a leitura. Vejam a resenha e saibam porque.

Sentimento Fatal - Janethe Fontes
350 páginas - Editora Dracaena

O livro nos conta a estória de Adriana, uma mulher casada, mãe de uma linda e esperta garotinha e que é constantemente agredida pelo marido.
Beto, marido de Dri, é obcecado por ela, e morre de ciúmes dela. Qualquer coisa é motivo para ameaçá-la e espancá-la.
Dri morre de medo de Beto, principalmente em perder a filha, uma das constantes ameaças feitas por ele.
Mesmo com medo, ela não se entrega e não deixa de trabalhar. Agora decidiu fazer uma faculdade. Claro que Beto é contra, por ele, Dri viveria apenas em casa.
Na faculdade Dri tem uma grande surpresa ao reencontra Daniel, seu primo e primeiro amor. Ele e Dri eram muito próximos, mas perderam contato quando a família de Dri se mudou para Santos.
Rapidamente a grande atração que ambos sentiam na adolescência estava de volta. Dani tinha Dri novamente perto de si, só lamentava o fato dela está casada. O que ele não imaginava era o inferno que Dri vivia em seu casamento.
Beto estava cada vez mais agressivo, e agora estava ficando mais difícil esconder as surras e abusos, ainda mais quando em sua sala de aula existia uma aluna que também era policial.
Como já tinha visto muitos casos semelhantes ao de Dri, ela rapidamente alerta ao professor que sua prima estava sendo espancada.
Dani coloca Dri contra a parede e descobre toda a verdade. Ela recebe um ultimato, mas não tem coragem de se separar de Beto. Apesar de todas as promessas de proteção e do amor que está crescendo entre Dani e Dri, e da certeza que Beto nunca irá mudar, ela acaba sendo voltando para o marido agressor.
Depois de uma das muitas agressões sofridas, Dri decide dar um ponto final em seu casamento. Mas ainda sem coragem de encarar de frente seu marido, prefere fugir levando a filha e deixando todos que ama para trás.
Beto não desiste de Dri, e se ela não pode ser dele, não será de mais ninguém...
Apesar de vocês notarem muitas (poderia também dizer todas) semelhanças com a realidade, vale ressaltar que está é uma estória fictícia.
Quantas Adrianas e Betos não conhecemos ou tivemos notícias pela tv? Ainda agora mesmo acabei de ver no jornal da noite a morte de uma moça pelo marido. Quando é que isso vai ter fim? Nós mulheres não somos objetos e nem sacos de pancadas destes animais. Uma pena é saber que a lei e a justiça andam a passos de tartaruga para acabarem com este câncer em nossa sociedade.
O que aconteceu com Beto, Dri e Dani? Isso vocês só vão saber se lerem o livro, e acreditem, vale cada página.


Apoiem nossos autores, leiam livros nacionais.
 

13 comentários:

  1. Achei a história triste e linda ao mesmo tempo. Realmente o que mais vemos por ai é mulheres como a Adriana. Que sofrem e têm medo de seus agressores, E muitos dos casos até morrem. Espero que muitas mulheres que sofram deste mal consigam ler este romance e se inspirem e superem essas agressões. Apesar que as marcas que levam na alma são as piores de superar. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. thailaoliveira714/1/14

    posso falar da pra sentir a adrenalina sair das páginas!
    essa situação é tão real e infelizmente tão comum!
    mas a força de Adriana é impressionante
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Esta estória é puro realismo. E como a Thaila comentou.... Senti a adrenalina saindo das páginas!

    ResponderExcluir
  4. Oi Yassui, é uma triste realidade infelizmente.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  5. Oi Thaila, é um cotidiano de muitas mulheres infelizmente, e nem todas conseguem sair de círculo de violência.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Oi Elizabeth, as cicatrizes da alma são as que mais demoram mesmo para cicatrizar, se é que um dia cicatrizam...
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Vi diversas resenhas desse livro, e nenhuma delas foi negativa :X
    Acho que é um sinal né, PRECISO lê-lo :D
    Adorei sua resenha

    Beijos e Até o próximo post!

    Lu do Blog Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu, realmente é um bom sinal. O livro é bem atual, e a Janethe escreve muito bem sem fazer mimimi...
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  9. Ycaro Santana15/1/14

    Acabei de ler um livro da autora e fiquei encantado, espero ler não só este mas outros trabalhos da Janethe.
    Abraços ,

    ResponderExcluir
  10. Oliveira18/1/14

    Pois é Rose, passaram ns pessoas em minha cabeça ao ler essa resenha. Problema é a proteção a vítima, pois após a denúncia essa proteção é muito pequena e a submissão devido as ameaças é muito grande. Creio que a personalidade da pessoa fica presa em algum lugar inacessível. Amei o tema desse livro, a violência a mulher é algo real, como a alusão que você fez, um câncer que espalha e dilacera.

    ResponderExcluir
  11. Na minha opinião o que acontece depois da denúncia é uma palhaçada. Muitos ganham liminares que proíbe a aproximação, mas fala sério, quem vai ligar para um papel? Se a pessoa tem intenção de matar, não vai ser o papel que vai salvar a vítima. Tem que ir preso, quando começarem a realmente prenderem estes marginais, ele vão pensar melhor em agredir uma mulher.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. Oi Ycaro, ela escreve muito bem. Os 3 livros que li dela sempre tratam de assuntos assim.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  13. Que bom que gostou Ycaro. A leitura é uma delícia mesmo, leia sm.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.