#Resenha Corações Feridos


Oi amigos, hoje tenho uma resenha que mexeu muito comigo e tenho certeza vai mexer com vocês. É um livro que é mais do que alerta do que pode ocorrer ao nosso redor quando enterramos nossa cabeça na terra e fingimos não ver ao nosso redor.
Corações Feridos - Louisa Reid
256 páginas - Editora Novo Conceito

Era para ser a estória de duas irmãs gêmeas. Uma totalmente perfeita e outra com um problema de nascença chamado "Síndrome de Treacher Collins". Para resumir é uma má formação dos ossos do rosto.
As duas irmãs seriam criadas com todo o amor, carinho, atenção e proteção que as crianças merecem.
Pois é, era para ser, por o que vemos na verdade é a triste estória destas irmãs que nasceram e cresceram em um lugar onde o amor era apenas o que uma sentia pela outra. Carinho era o que tinham nas poucas vezes em que ficavam com a avó. Atenção era para as "besteiras" que poderiam fazer e que as levariam ao inferno. Proteção era o que sentiam, mesmo que precariamente, quando estavam no quarto.
Elas viviam presas em casa, não tinham direito a nada. Um simples banho era artigo de luxo. Tinha uma vida (?) miserável, e quando digo isso, não é pela falta de dinheiro. Nos ombros destas meninas estavam depositados dores inimagináveis. Dores que ninguém deveria passar, ainda mais crianças.
A vida de Rebecca e Hephzibah começa a mudar quando mesmo contra a vontade dos pais, elas começam a frequentar a escola. Esta pequena, mas significativa vitória caiu sobre elas como um pequena e frágil luz no fim do túnel. Sabe quando uma vela está acesa e temos medo que o vento a apague? Pois é, Reb e Hephzi sabiam que qualquer deslize delas, estariam condenadas a ficarem sem aquelas poucas horas de liberdade.

Página 52
Acontece, que a liberdade é embriagadora e viciante. Rapidamente Hephzibah se viu envolvida nas garras de um futuro livre e feliz. Rebecca ainda tinha os pés no chão e clamava para a irmã ir com calma, ter mais cuidado. Mas Hephzi sabia que não tinha tempo, que de um minuto para outro tudo podia se acabar... como se acabou...
Reb agora estava sozinha e refém daquele mal. Seus medos aumentaram, mas ela sabia que assim como Hephzi, seu tempo poderia estar acabando.
Página 12

Corações Feridos é um livro narrado por Hephzi e Reb. As irmãs contam seus medos e suas esperanças. Nos mostram que não é só o coração de ambas que está ferido, mas a própria alma delas, assim como a carne.
Foram vários pedidos de socorro que se perderam pelo caminho, ou que ninguém quis ouvir.
Várias vezes durante a leitura, eu me perguntava porque ninguém fez ou fazia nada? As pessoas são cegas? Acreditem, quando o fanatismo se faz presente, com certeza inocentes estão sofrendo em volta. E o pior de tudo isso, é sabermos que isso existe de verdade, e que realmente algumas pessoas fingem que não veem.
 

12 comentários:

  1. Gladys Sena8/10/13

    É a segunda resenha que leio dessa trama e só fez aumentar o meu interesse.
    Desde o lançamento achei essa sinopse instigante e o tema forte.
    Bjo.

    ResponderExcluir
  2. E o livro é tudo isso mesmo Gladys.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Nanda8/10/13

    Olá! Eu tinha lido a sinopse desse livro mas não tinha me interessado tanto... Agora vejo o tamanho do meu erro! Sua resenha foi ótima e me deixou louca pra le-lo. Espero ter a oportunidade, porque parece muito bom mesmo... Fiquei curiosa demais sobre o que acontece *-* É algo sobre fanatismo religioso mesmo? Foi o que entendi. Enfim, incrível! Quero muito muito muito ler!


    Beijos, Nanda
    Julgue pela Capa

    ResponderExcluir
  4. thailaoliveira79/10/13

    eu pensava que o livro ia ter outra temática, uma outra pegada agora
    estou meio dividida pois apesar de ser um lançamento que eu babei quando
    vi, o gênero não é dos meus preferidos!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. O pai das gêmeas era um deste milhares de fanáticos religioso sim, mas o que ele fazia não tinha nada haver com a palavra de Deus. O fanatismo é mais um "pano de fundo", ou se preferir, uma descrição da forma de agir do pai e a desculpa para ele ser assim e ninguém fazer nada.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Oi Thaila, valeria dar uma chance. O livro é ótimo.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Oi Rose,
    Quando li a sinopse desse livro e vi a capa pensei na hora que iria gostar da leitura, sua resenha reafirmou que acertei em pegá-lo. Estou ansiosa para conferir a leitura e gostar e me emocionar como você. Obrigado pela dica.
    Beijokas Elis - http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Leia sim Elis, pois o livro é muito bom.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  9. É a primeira resenha que leio do livro, adorei. Por mais dramáticas que possam ser, estorias assim sempre me atraem e a estorias destas garotas me chamou muito atenção por ser tão realista.

    ResponderExcluir
  10. Leia yassui, tenho certeza que você vai gostar, mas prepare-se para as emoções.
    Bjs< Rose.

    ResponderExcluir
  11. Duda9/7/14

    Esse livro sempre me chamou muito a atenção. Na verdade, livros com essa temática me chama. Drama, sofrimento, abuso.
    A capa em si não me atrai muito. É muito escura, as cores ficaram excessivamente apagadas, creio que pra dar um tom obscuro, mas passou disso rs
    Precisei ler a sinopse e algumas resenhas para me interessar e agora não vejo a hora de lê-lo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Oi Duda, espero que leia, pois o livro é mesmo bom. Eu já gostei da capa.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.