#Resenha A Megera Domada

Oi amigos, que tal um clássico para começarmos o ano? Então vamos de Shakespeare!
A Megera Domada - William Shakespeare
Adaptação Hildegard Feist
118 páginas - Editora Scipione
A Megera Domada é uma peça teatral escrita por Shakespeare e publicada pela primeira vez em 1623. Ela é baseada em uma peça de um autor desconhecido publicada em 1594. Shakespeare fez uma série de mudanças e adaptações, sendo esta uma de suas primeiras comédias, e tem como tema central o casamento e a guerra entre os sexos. 
A peça é tão famosa que já teve várias adaptações, não só para a literatura (como este livro), mas também para o cinema e TV. Para se ter uma ideia, no cinema temos vários filmes, inclusive um protagonizado por Elizabeth Taylor e Richard Burton.
Na TV, além de uma série, podemos encontrar ainda algumas novelas, como O Cravo e A Rosa exibida no Brasil pela Rede Globo.
Mas deixa eu contar um pouco do que se trata o enredo para aqueles que não conhecem.
Temos um pai, o Sr. Batista e suas duas filhas, Catarina e Bianca, ambas belas e inteligentes, com idade para casar e com bons dotes disponíveis, pois o Sr. Batista é um homem abastado. O problema é que Catarina tem um gênio do cão, sendo muito mandona e briguenta, ou seja, para os padrões da época, ninguém em sã consciência a escolheria para esposa, fora o fato que ela mesma gritava aos quatro ventos que não tencionava casar. Já Bianca era o seu oposto, sempre doce e cordada, tinha uma legião de pretendentes.
Acontece que o seu Batista, que seguia os  padrões da época, não autorizava o comprometimento de Bianca, pois sendo Catarina a mais velha, ela é quem deveria se casar primeiro. Pelo visto ambas ficariam para titia...
Acontece então o imprevisto. Petrúquio, um homem rude e  muito rico chega a Pádua disposto a aumentar sua fortuna através do casamento. Ouvindo os boatos sobre Catarina, ele tem a certeza que ela é a mulher certa para sua vida. 
Todos acham que ele tem um parafuso a menos, mas Petrúquio está decidido a domar esta megera, marcando então a data do casório, para revolta da nada cordata Catarina.
No decorrer dos dias, enquanto o casamento de Catarina e Petrúquio não ocorre, Bianca continua tendo suas aulas particulares com seus dois professores, que na verdade são pretendentes disfarçados que tentam conquistar o coração da moça, além de receber a corte de mais dois pretendentes, um jovem rico chegado recentemente a Pádua e um nem tão jovem comerciante da região. 
Já casados, Catarina é levada para Verona, local de moradia de seu então esposo, e lá ele começa a sua batalha para "domar" Catarina. Ok, vamos deixar o lado machista de lado, mas que Petrúquio é muito engraçado, isso não podemos negar. Catarina come o pão que o diabo amassou, e aos poucos, e com a ajuda de Ludovica (empregada da casa) ela percebe que gritar e espernear como estava acostumada a fazer não ia adiantar, era preciso usar sua inteligência para dobrar o marido.
De volta a Pádua, agora para o casamento de Bianca, todos são surpreendidos por uma descoberta que deixa a todos atônitos. Isso causa uma reviravolta na história de Bianca.
E como confusão é pouca nesta história, temos ainda Petrúquio fazendo a prova dos nove para ver se Catarina foi mesmo domada.
O que será que sairá deste dia que seria de paz e alegria para o velho Batista?
Esta é uma boa prova de como podemos ter uma leitura leve e divertida mesmo com um clássico de 1600. Esta série da Editora Scipione é uma ótima opção para aqueles que querem conhecer clássicos mas com uma escrita mais atual. Nesta série ainda podemos encontrar títulos como:
  • A Escreva Isaura
  • Tristão e Isolda
  • Sonho de uma Noite de Verão
  • o Voo de Ícaro
  • O Triste Fim de Policarpo Quaresma
  • Odisséia
  • Otelo entre outros.
Então, o que acharam? Gostaram? Alguém já leu esta obra? Da minha parte posso dizer que foi uma leitura rápida e divertida, que recomendo para jovens de todas as idades.
a Rafflecopter giveaway

6 comentários:

  1. Oi Rose!
    Eu apenas conheço essa história pelas adaptações da TV que já assisti. Confesso que ainda não li essa história, mas fiquei curiosa para conferir, ainda mais essa edição tão linda.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla, esta leitura é rápida e divertida, pois a adaptação foi muito bem feita. Vale conferir esta série, afinal uma linguagem mais moderna facilita e muito a leitura, não é?
      Bjs!

      Excluir
  2. Rose, não li e assim como a Carla conheço o básico pelas adaptações, mas tenho vontade de ler a obra original que dá vida as diversas tramas
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaila, esta não é a obra original, é uma adaptação, aliás, muito bem feita. A linguagem é mais atual, o que facilita a leitura.
      Bjs, Rose

      Excluir
  3. Que fantástico, Rose.
    Eu não li e nem tive a oportunidade de assistir, mas quando se trata dele né... É obrigatória a leitura. Fiquei curiosa para conferir a adaptação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficou muito boa. Leve e divertida.
      Bjs, Rose.

      Excluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.