#Resenha A Deusa de Anília e outras Histórias

Hoje tem resenha da Olívia, vamos ver o que ela nos preparou para este início de 2016?


A Deusa de Anília e outras Histórias - Cláudia Miqueloti
184 páginas - Editora Litteris


Pouco tenho o hábito de ler sinopse em livros, e quando esse chegou em minhas mãos fiquei tão desesperada para ler que me esqueci da existência de sinopse nele. E, hoje ao fazer a resenha fui lê-la e fiquei muito feliz por não tê-la lido, porque ao ler as histórias tudo para mim foi uma surpresa. Aconselho a não lerem a sinopse, principalmente da primeira história de A Deusa de Anília. Por quê? Bem. Nela diz algo que só descobri na história e foi uma surpresa para mim, então se lerem a sinopse não terão essa surpresa, e sinceramente fará falta.
O livro contem cinco histórias de fantasia. A maior é a primeira, A Deusa Anília. Não vou escrever muito a respeito de nenhuma história, são pequenas e o pouco que escrever será muito.
Anília e Krisna possui um laço inexplicável (que no decorrer do livro é exposto), cidade e digamos “sua rainha”. Krisna seria a “rainha” e através do laço mantem a cidade viva, seus animais, a fúria das tempestades, tudo responde a ela, como se ela tivesse um poder Elemental – controle do céu, terra, mar e água.
Esse mundo é controlado pelos Deuses e não se sabe o motivo de desencadearem uma fúria na cidade de Anília. Mesmo Krisna tentando aplacar essa tempestade os efeitos estavam sendo arrasadores.
Krisna parte em busca de respostas e é com esse enredo que a história se desenvolve. Ela vai perceber que a confiança deve ser depositada na pessoa certa e que nem todos são iguais.
Queria muito uma continuação em um livro só da parte da Krisna, ou de seus descendentes (se a autora inventar algum). Que falasse mais de seus poderes, tudo é muito muito interessante e aguça a vontade de saber mais.
Na segunda história, A Maldição de Gohran, a cidadela de Manarga está sob o poderio da vontade do dragão Gohram. Muitos tentam quebrar essa maldição e não conseguem, tudo se desenvolve a respeito disso. Creio que tenho uma queda pelos personagens maus dos livros. Gostei do dragão e me comovi por ele, não queria que tudo terminasse do jeito que terminou. Devido a isso foi a história que amei o desenvolvimento e não gostei do final (mas é algo bem pessoal).
Não vou falar nada a respeito das duas seguintes: Mielim e a Harpa Encantada, O inferno de Razhenda. Leiam e descubram!
A última história foi a que fecha o livro com chave de ouro. Amei todos os personagens e amei a aventura. Tem ação, muita diversão devido um ladrãozinho, e Kági, Dovan, Armando, Sáfio Liso e a doce barda Jocelyn sabem usar suas habilidades em conjunto. Mostra muito a colaboração e cuidado de uns para com os outros. Seria outra história que amaria um livro desses personagens, pois são marcantes. Todos possuem poderes que queria muito saber de onde eles vieram. Curiosidade!
Apaixonei pelo livro por causa da capa linda! Mas, esperava um livro de uma história só, e me deparei com cinco e vários personagens, cada um mais interessante do que o outro. Alguns, como os citados acima, queria um livro sobre eles.
Compensa ser lido, acredito que vão se encantar com o mundo e personagens que a autora criou.
A escrita é leve, o li rápido, o difícil foi parar de ler. Teve partes previsíveis principalmente na primeira história, mas como já disse, para mim esse livro é apenas a introdução de algo maior. Pelo menos espero.
A autora Claudia Miqueloti acertou em suas histórias e o maior problema foi me deparar com histórias curtas. Deixou o desejo de “quero mais”!
a Rafflecopter giveaway

11 comentários:

  1. oi flor, não sei se me daria muito bem com uam história assim, não é muito o meu gosto, mas surpresas acontecem!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As vezes vale dar uma lida para tirar a dúvida.
      Bjs, Rose

      Excluir
  2. Que legal saber que a Olívia gostou do livro, Rose. Realmente, como ela citou, a capa é muito linda e chamativa. Ainda não tinha visto resenha desse livro em canto algum. Fiquei curiosa para conhecer mais sobre as deusas. Legal saber que não é apenas uma história, mas são 5, dá pra diversificar bem os personagens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naty, também não conhecia. A Olívia é fã de livros deste gênero, e acabo conhecendo vários que eu nem sabia.
      Bjs, Rose

      Excluir
  3. Resenha maravilhosa.
    pena que não consigo ler um livro, sem ler a sinopse.
    Amo o gênero do livro, confesso não conhecer a autora, mas essa é uma leitura com a qual estou ansiosa para ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Marlene, espero que leia e goste.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. E seu eu disser que isso que mais te incomodou foi proposital? rsrs
    Esse é meu primeiro livro. Segundo se contar o de poesias. Acredito que testei a mim mesma e aos leitores. Agora sei o que devo fazer e quais histórias devem ter uma extensão ou continuação. Fico honrada e muito feliz que tenha gostado. Esse incentivo acordou meus sentidos e acabei descobrindo que também quero um pouco mais de A Deusa de Anília. Afinal, o casal Krisna e Negro merecem uma história mais emocionante. Beijos doces e boas leituras em 2016.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chellot, agradeço em nome da Olívia.
      Beijos e sucesso!
      Rose.

      Excluir
  6. O livro parece conter uma estória muito interessante!! Gosto de livros cheios de aventuras, mistérios, magias e romance!! Gosto da parte do humor também!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma mescla disso tudo é muito bem vinda.
      Bjs, Rose.

      Excluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.