#Resenha: Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido



Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido - Deb Caletti
240 páginas - Novo Conceito

Neste livro a autora nos conta a estória de Ruby, uma garota normal, mas que por conta de alguns "micos" que passou no colégio, acabou se retraindo, e passou a ser "a garota calada". 
Ela vive com o irmão caçula Chip Jr. e com a mãe Ann. Seu maior problema até então, é ver sua mãe sofrer toda vez que seu pai resolve dar "o ar da graça" e depois ir embora sem olhar para trás. 
Na boa pessoal, não sei como a Ann permitia uma coisa dessa. O cara vai e vem a hora que bem entende, e está bem claro que só quer se aproveitar. Enfim, cada um sabe onde o sapato aperta... 
Um belo dia, Rudy conhece Travis, o garota rico, mimado e problemático do bairro. O tipo de menino que as garotas ficam doidas e as mães das garotas querem bem longe. 
Rudy acaba se apaixonando por Travis e embarca em uma relação bem perigosa. Com ele, ela se transforma em outra garota, completamente diferente de si e do que aprendeu e acredita. 
Ela sabe que tem que se afastar de Travis, mas por mais que tente, não consegue. Cada dia que passa, está mais envolvida com as loucuras do rapaz.
Ann decide então ajudar Ruby, para isso passa a levá-la ao Clube do Livro. As duas percebem que os personagens do livro em questão existiram de verdade, e que foram separados. Decidem então ir à fundo nesta estória e juntar novamente estes dois apaixonados.
A mensagem principal do livro é aquela que todos nós sabemos, mas que em alguns momentos esquecemos: para amar alguém, precisamos amar e respeitar a nós mesmos. Cada um tem sua própria vida e deve segui-la, juntas, mas independentes. Somos responsáveis por nós mesmos.
Não foi um livro que me conquistou muito. Achei a Ruby muito infantil. Não entendia como ela fazia as coisas que o Travis queria. Talvez pelo exemplo da mãe, que acabou seguindo sem perceber...
Enfim, me decepcionei um pouco com este livro, ainda mais se for comparar com o outro da autora que li (Um Lugar para Ficar) e gostei tanto. Mas são livros e estórias bem diferentes, e esta desta vez não virou comigo.

 

6 comentários:

  1. Juliana Xavier1/10/13

    Gostei do livro, mas só depois que o clube do livro entrou na história. Amei as Rainhas Caçarolas! hahaha... Também não tive paciência nenhuma com a Ruby no início, mas gostei da dedicação dela (e de todos) para que a história de amor tivesse um final feliz! =)

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  2. Gladys Sena1/10/13

    Ainda não li essa trama, mas tenho certeza que gostarei das "rainhas das caçarolas", rsrs.


    Bjo.

    ResponderExcluir
  3. Elas são muito boas, foi o que mais gostei do livro, rsrsrs
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. As Rainhas realmente valeram o livro, rsrsrs
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. Parece que o clube do livro foi a salvação da estoria...rsrs

    ResponderExcluir
  6. Pra mim foi mesmo...
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.