Estante Nacional: Doce Vampira


Oi amigos, esta semana que passou foi quase toda uma semana nacional, visto que comecei 2 livros brasucas, entre eles este que apresento para vocês agora:
Doce Vampira - Ju Lund
210 páginas - Editora Onitorrinco

Vocês devem estar pensando: "Mais um romance sobrenatural com vampiros!" Mas vocês se enganam, este não é apenas um "romance sobrenatural com vampiros", este é um romance homossexual, isso mesmo, vocês não leram errado e nem eu escrevi errado. É um romance homossexual entre uma vampira e uma humana. Espero que nenhum de vocês tenham preconceito e se joguem na leitura...
Vivemos em um mundo onde vampiros e humanos convivem naturalmente, com direitos e deveres como qualquer cidadãos. Claro que nem tudo é perfeito, assim como na vida real, no mundo fictício existe o mal e velho preconceito e a discriminação.
Eduarda é uma humana que foi transferida para uma escola particular contra a sua vontade. Sem se enturmar na nova escola, acabou fazendo amizade com outra aluna nova, a Ester. Elas logo se tornaram inseparáveis e com o tempo notaram que o sentimento de amizade havia passado para outro nível. Mesmo com toda a discrição que tinham, os comentários logo surgiram e claro os problemas começaram.
Duda ficou de casa-escola/escola-casa, totalmente vigiada pelos pais e se sentido mais sozinha do que nunca. Se para eles um romance com um  vampiro já seria mal visto, imagine então com uma vampira! Sem chance!
Muito infeliz, Duda acaba vendo uma luz no fim do túnel e não vê a hora de completar 18 anos. O que a princípio seria a solução de todos os problemas, tornou-se um problema com "P" maiúsculo. Do romance à separação, do céu ao inferno, tudo aconteceu de uma forma em que ela não se dá conta, e nós leitores somos levados a um carrossel de emoções onde a realidade e a mente de Duda são uma confusão sem fim...
Ao longo do livro eu acabei pegando antipatia pela Duda. Sabe aquela expressão "ou dá ou desce", pois é, era isso que eu queria falar para ela. Sem maturidade para levar um relacionamento, ainda mais um com esta complexidade. Toda hora "minha vampira" ou "minha doce vampira" estava me irritando. 
Como o livro é contado do ponto de vista da Eduarda, acabou que a Ester em alguns momentos também ficou a desejar. A cara de paisagem e os inúmeros segredos pareciam não ter fim.
A reviravolta que o livro deu até nos faz "entender" o "porquê" de tantas indecisões e mudanças de ideia, mas também nos leva a outros questionamentos, onde está a verdadeira realidade de tudo isso? E Ester é sonho ou realidade? Minhas respostas? Se eu falasse vocês não iriam precisar ler...
a Rafflecopter giveaway

10 comentários:

  1. Estou lendo ele no momento e ainda não sei se estou gostando muito ou odiando.
    Realmente esse monte de segredos e a indecisão de Duda estão

    ResponderExcluir
  2. A Duda realmente consegue nos tirar a paciência.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Rosemary! Bjokas :)

    ResponderExcluir
  4. yassuifortes23/4/13

    Essa nova... eu particularmente adoro estorias envolvendo vampiros, mas, nunca vi um livro que envolvesse seres sobrenaturais e que abordasse este tema do homossexualismo, bem intrigante!

    ResponderExcluir
  5. Deve ser um livro e tanto! Tenho um marcado tão lindo dele aqui em casa *--*

    ResponderExcluir
  6. Oi Rossana, vale a leitura sim.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Oi Yassui, foi o meu primeiro livro homossexual, também não tinha visto algo com este mote.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. Oi Ju, nós leitores que agradecemos.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  9. Mah Barbosa24/4/13

    Parece ser bem legal, é bom para mudar o foco dos vampirões um pouco. Deixa só minha metas diminuirem um pouco.

    ResponderExcluir
  10. É verdade Mah, mas se depender de nossas listas diminuirem para lermos um livro, vamos ficar sem ler, rsrsrsrs
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.