Meme Literário de Um Mês #25


Oi amigos, hoje é a vigésima quinta pergunta do "Meme Literário de Um Mês", proposto pela Tábata do blog Happy Batatinha. Vamos a pergunta do dia? 
Dia 25 – Cite um livro que você achou que iria gostar e acabou não gostando. Fale sobre ele. (Pergunta feita no Meme de 2011. Se você participou na época, procure comparar as respostas.)
Resenhei esta semana um livro que eu estava muito interessada e que chegou em minhas mãos por conta de um Book Tour. É o livro "O Primeiro Dia" de Marc Levy. Acabei não me identificando com a história ou com os personagens e em certos momentos achei a leitura cansativa. Apesar de disso, o enredo tem um mote interessante, por isso espero que a continuação da história me agrade mais.





a Rafflecopter giveaway

10 comentários:

  1. Umdiaacadalivro25/10/12

    Olá!
    Eu não tenho nenhuma vontade de ler nada do autor, sinceramente. Sempre acho que não vai fazer o meu estilo.. e quando eu penso isso acaba que sendo assim mesmo.
    Beijos!

    Andressa
    umdiaacadalivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Foi o primeiro livro que li dele, e por enquanto não me conquistou.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Questões do Coração!!! Sem dúvidas!

    Comprei em uma promoção animadíssima e quando comecei a lê-lo foi pura decepção, até abandonei por um tempo... mas ontem resolvi retomar a leitura e só tenho me chateado, aff!

    Estou lendo para ver no que dá, mas essa atração da Tessa pelo dr não desceu viu! A mulher com o filho no hospital, correndo o risco de ficar desfigurado e ela assanhada pro lado do médico casado!! Pelo amor de Deus!

    Bjo.

    ResponderExcluir
  4. Nossa...se eu for contar quantos...
    Bela maldade, A pirâmide vermelha...

    ResponderExcluir
  5. Que pena que foram tantos assim.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Eu também fiquei com raiva dela e do safado do Dr, afinal ele é que era casado. Mas eu gostei do livro todo, desde a capa até o seu final. Só não sei se faria isso, mas ficou legal.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Até agora não entendi qual é a dele. Não se envolve em nada com a criação dos filhos e no capítulo que li ontem disse a esposa que ela torna o lar deles insuportável. Ele merecia um bom de um pontapé!!!

    Bjo.

    ResponderExcluir
  8. Sabe Gladys, eu gostei deste livro porque a autora conseguiu transformar uma história fictícia em uma história que poderia ser real. Tão real que poderia ser minha, sua ou de alguma conhecida nossa.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  9. Muitas pessoas passam por situações parecidas realmente, mas ainda estou indignada com os personagens...

    Bjo.

    ResponderExcluir
  10. Ah, isso eu também fiquei.
    Bjs, rose.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.