#Resenha: O Inferno de Gabriel


Estava doida para ler esta trilogia, cujo romance usa como pano de fundo a famosa obra de Dante Alighieri: "A Divina Comédia". Para quem não sabe, esta obra descreve a viagem de Dante através do inferno, purgatório e paraíso. Nesta viagem ele foi guiado por Virgílio, a pedido de Beatriz, seu amor divino, e que acredita-se, ele tenha visto de uma a três vezes, sem nunca ter falado. Bem, vamos conhecer o livro?

O Inferno de Gabriel - vol1. O Inferno de Gabriel - Sylvain Reynard
512 páginas - Editora Arqueiro
 Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante Alighieri e professor universitário. Duro, frio e arrogante são alguns dos adjetivos que podem ser usados para defini-lo.
O que ninguém imagina são os segredos que Gabriel esconde. Com uma infância difícil, ele acabou sendo adotado por Richard e Grace. Mas a verdade é que ele nunca se recuperou de sua infância. A adolescência veio e ele mergulhou em um mundo conturbado e negro, onde acabou envolvendo seus pais adotivos.
Quando seu pai biológico morreu, Gabriel acabou herdando uma fortuna, e usou este dinheiro para devolver aos pais o que eles haviam lhe disponibilizado.
Hoje ele vive mais afastado de sua família, pois durante a tormenta que passou, causou muitos estragos. Ele não se acha merecedor de amor. Por conta disso, nunca se envolve, tem vários casos, mas acaba usando as mulheres a seu bel prazer, sem emoção, apenas sexo.
Julia Mitchel é uma jovem tímida e inocente. Conheceu Gabriel quando era adolescente, em um dia bem conturbado na casa da família dele. Gabriel estava bêbado e havia brigado com a família. Ele lhe contou sobre a história de amor entre Dante e Beatriz, o que acabou lhe despertando o interesse pela cultura italiana.
Agora adulta e tentando superar os traumas de uma infância difícil e sem amor e de um namoro conturbado que lhe deixou marcas profundas, Julia decide fazer mestrado no Canadá. E justamente Gabriel é quem será seu professor.
Ela só não esperava que Gabriel não tivesse nem ideia de quem ela era. Sentindo-se mais uma vez humilhada, ainda tem que suportar as grosserias do professor. Gabriel está longe daquele rapaz por quem ela se apaixonou, o problema é lidar com estes sentimentos que ela tentou esquecer, mas que nunca conseguiu.
Gabriel sente-se mexido com Julia, e fica incomodado com esta situação. Sem saber muito bem como reagir, acaba destratando sua aluna. Acontece que a atração entre os dois é forte, e ambos por mais que tentem não conseguem acabar com ela.
Por conta das rigorosas normas da faculdade, que proíbem terminantemente um envolvimento entre professor e aluno, a relação deles é mais complicada ainda. Parafraseando o romance de Dante e Beatriz, Gabriel e Julia começam a viver uma relação as escondidas. Ainda sem saber muito bem como agirem e com muitos segredos escondidos entre eles, ambos são envolvidos em conflitos não só de personalidades, como também de consciência.
Gabriel é forte, envolvente e decidido. Julia é fraca, tímida e totalmente inocente. Para Gabriel, ela á a encarnação de Beatriz, e sendo ele quem é, com seu passado obscuro e seu presente pecaminoso, não se acha merecedor do amor de Julia. Julia em contrapartida, ama Gabriel sem reservas e não entendo os motivos de Gabriel achá-la tão perfeita. Logo ela que nunca foi merecedora de receber amor e carinho. Se nem mesmo sua mãe a amava, é porquê ela não é tão boa assim...
Eles precisam superar seus medos e perdoarem seus pecados para que possam ter uma chance de viverem a paixão que os unem. Isso tudo sem que ninguém desconfie, pelo menos até que as aulas terminem. 
Será que Gabriel vai conseguir passar pelo inferno e viver ao lado de Julia, como Dante fez? Julia conseguirá perdoar os erros de Gabriel? Será este amor forte o suficiente para trazer ambos para a luz?
Achei muito legal a forma que o autor/a desenvolveu a história de Gabriel e Julia, usando a história de Dante e Beatriz como pano de fundo. Grande sacada, feita com maestria. É difícil não se apaixonar por Gabriel. E conforme o enredo vai passando, ficamos cada vez mais curiosos para descobrir o que tanto o atormenta a ponto dele não aceitar a si próprio.
Na contramão veio Julia. Vou dizer uma coisa, Julia conseguiu me irritar muuuuuuito mais que Bella (Crepúsculo). O guria chata! Tudo ela ficava enojada, cheia de titititi, não tenho paciência pra isso. Só para vocês terem uma ideia, se alguém dava em cima do Gabriel, ela ficava com "nojo" da situação... como se aquilo fosse sei lá, um pecado mortal...
Pra começar ela se apaixona por um cara quando ele está bêbado. Até aí, tudo bem. Só que ela ficou ao lado deste rapaz apenas por algumas horas, mas isso já foi suficiente para ela se apaixonar profundamente e não ter interesse por mais ninguém durante anos. Vamos combinar né? Sem noção...
Quando ela resolve namorar uma pessoa diferente para ver se esquece este amor, se envolve com um safado sem tamanho, que causa outro trauma na guria, já traumatizada por ter sido abandonada pelo grande amor de sua vida. Você fica o livro todo pensando, caramba, o que será que este namorado fez? Tive mil ideias... da tentativa de estupro até o espancamento, passando por uma gravação comprometedora... 
E quando ela conta para Gabriel seu grande segredo, pumba! Só isso? Todo este drama, este treme treme quando fala no ex, ou escuta sua voz por conta disso? Fechei o livro para não ter que jogá-lo longe... Fiquei com muita raiva dela, vocês nem imaginam o quanto!
Sem falar que ela vai ao céu quando Gabriel, novamente bêbado, a chama de Beatriz e no dia seguinte sem lembrar de porcaria nenhuma dá um sonoro esporro nela. 
Gente, esta guria é o quê, idiota? Tem 6 anos? O cara estava bêbado, como pode acreditar nas coisas que ele diz? Ou pior, como pode levar a sério? Faça-me o favor! Não vou nem entrar na frescura de não aceitar presentes...
Mas não pensem que por conta disso não gostei do livro, pelo contrário, gostei sim e com certeza vou seguir com a leitura da trilogia, apesar de ter que aturar esta tapada. Mas Gabriel acaba compensando...
E vocês, alguém já leu este livro? Gostou? Estou exagerando em não gostar da Julia? Não deixem de me falarem o que acharam.
Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário, quem quiser conferir as outras resenhas dele, basta clicar na imagem abaixo:
http://www.fabricadosconvites.blogspot.com.br/2015/01/desafio-literario-2015.html


a Rafflecopter giveaway

#Resenha: O Inferno de Gabriel


Estava doida para ler esta trilogia, cujo romance usa como pano de fundo a famosa obra de Dante Alighieri: "A Divina Comédia". Para quem não sabe, esta obra descreve a viagem de Dante através do inferno, purgatório e paraíso. Nesta viagem ele foi guiado por Virgílio, a pedido de Beatriz, seu amor divino, e que acredita-se, ele tenha visto de uma a três vezes, sem nunca ter falado. Bem, vamos conhecer o livro?

O Inferno de Gabriel - vol1. O Inferno de Gabriel - Sylvain Reynard
512 páginas - Editora Arqueiro
 Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante Alighieri e professor universitário. Duro, frio e arrogante são alguns dos adjetivos que podem ser usados para defini-lo.
O que ninguém imagina são os segredos que Gabriel esconde. Com uma infância difícil, ele acabou sendo adotado por Richard e Grace. Mas a verdade é que ele nunca se recuperou de sua infância. A adolescência veio e ele mergulhou em um mundo conturbado e negro, onde acabou envolvendo seus pais adotivos.
Quando seu pai biológico morreu, Gabriel acabou herdando uma fortuna, e usou este dinheiro para devolver aos pais o que eles haviam lhe disponibilizado.
Hoje ele vive mais afastado de sua família, pois durante a tormenta que passou, causou muitos estragos. Ele não se acha merecedor de amor. Por conta disso, nunca se envolve, tem vários casos, mas acaba usando as mulheres a seu bel prazer, sem emoção, apenas sexo.
Julia Mitchel é uma jovem tímida e inocente. Conheceu Gabriel quando era adolescente, em um dia bem conturbado na casa da família dele. Gabriel estava bêbado e havia brigado com a família. Ele lhe contou sobre a história de amor entre Dante e Beatriz, o que acabou lhe despertando o interesse pela cultura italiana.
Agora adulta e tentando superar os traumas de uma infância difícil e sem amor e de um namoro conturbado que lhe deixou marcas profundas, Julia decide fazer mestrado no Canadá. E justamente Gabriel é quem será seu professor.
Ela só não esperava que Gabriel não tivesse nem ideia de quem ela era. Sentindo-se mais uma vez humilhada, ainda tem que suportar as grosserias do professor. Gabriel está longe daquele rapaz por quem ela se apaixonou, o problema é lidar com estes sentimentos que ela tentou esquecer, mas que nunca conseguiu.
Gabriel sente-se mexido com Julia, e fica incomodado com esta situação. Sem saber muito bem como reagir, acaba destratando sua aluna. Acontece que a atração entre os dois é forte, e ambos por mais que tentem não conseguem acabar com ela.
Por conta das rigorosas normas da faculdade, que proíbem terminantemente um envolvimento entre professor e aluno, a relação deles é mais complicada ainda. Parafraseando o romance de Dante e Beatriz, Gabriel e Julia começam a viver uma relação as escondidas. Ainda sem saber muito bem como agirem e com muitos segredos escondidos entre eles, ambos são envolvidos em conflitos não só de personalidades, como também de consciência.
Gabriel é forte, envolvente e decidido. Julia é fraca, tímida e totalmente inocente. Para Gabriel, ela á a encarnação de Beatriz, e sendo ele quem é, com seu passado obscuro e seu presente pecaminoso, não se acha merecedor do amor de Julia. Julia em contrapartida, ama Gabriel sem reservas e não entendo os motivos de Gabriel achá-la tão perfeita. Logo ela que nunca foi merecedora de receber amor e carinho. Se nem mesmo sua mãe a amava, é porquê ela não é tão boa assim...
Eles precisam superar seus medos e perdoarem seus pecados para que possam ter uma chance de viverem a paixão que os unem. Isso tudo sem que ninguém desconfie, pelo menos até que as aulas terminem. 
Será que Gabriel vai conseguir passar pelo inferno e viver ao lado de Julia, como Dante fez? Julia conseguirá perdoar os erros de Gabriel? Será este amor forte o suficiente para trazer ambos para a luz?
Achei muito legal a forma que o autor/a desenvolveu a história de Gabriel e Julia, usando a história de Dante e Beatriz como pano de fundo. Grande sacada, feita com maestria. É difícil não se apaixonar por Gabriel. E conforme o enredo vai passando, ficamos cada vez mais curiosos para descobrir o que tanto o atormenta a ponto dele não aceitar a si próprio.
Na contramão veio Julia. Vou dizer uma coisa, Julia conseguiu me irritar muuuuuuito mais que Bella (Crepúsculo). O guria chata! Tudo ela ficava enojada, cheia de titititi, não tenho paciência pra isso. Só para vocês terem uma ideia, se alguém dava em cima do Gabriel, ela ficava com "nojo" da situação... como se aquilo fosse sei lá, um pecado mortal...
Pra começar ela se apaixona por um cara quando ele está bêbado. Até aí, tudo bem. Só que ela ficou ao lado deste rapaz apenas por algumas horas, mas isso já foi suficiente para ela se apaixonar profundamente e não ter interesse por mais ninguém durante anos. Vamos combinar né? Sem noção...
Quando ela resolve namorar uma pessoa diferente para ver se esquece este amor, se envolve com um safado sem tamanho, que causa outro trauma na guria, já traumatizada por ter sido abandonada pelo grande amor de sua vida. Você fica o livro todo pensando, caramba, o que será que este namorado fez? Tive mil ideias... da tentativa de estupro até o espancamento, passando por uma gravação comprometedora... 
E quando ela conta para Gabriel seu grande segredo, pumba! Só isso? Todo este drama, este treme treme quando fala no ex, ou escuta sua voz por conta disso? Fechei o livro para não ter que jogá-lo longe... Fiquei com muita raiva dela, vocês nem imaginam o quanto!
Sem falar que ela vai ao céu quando Gabriel, novamente bêbado, a chama de Beatriz e no dia seguinte sem lembrar de porcaria nenhuma dá um sonoro esporro nela. 
Gente, esta guria é o quê, idiota? Tem 6 anos? O cara estava bêbado, como pode acreditar nas coisas que ele diz? Ou pior, como pode levar a sério? Faça-me o favor! Não vou nem entrar na frescura de não aceitar presentes...
Mas não pensem que por conta disso não gostei do livro, pelo contrário, gostei sim e com certeza vou seguir com a leitura da trilogia, apesar de ter que aturar esta tapada. Mas Gabriel acaba compensando...
E vocês, alguém já leu este livro? Gostou? Estou exagerando em não gostar da Julia? Não deixem de me falarem o que acharam.
Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário, quem quiser conferir as outras resenhas dele, basta clicar na imagem abaixo:
http://www.fabricadosconvites.blogspot.com.br/2015/01/desafio-literario-2015.html


a Rafflecopter giveaway

Editoras Parceiras