Chupetas

 
 
Oi amigos, hoje vamos falar de uma dúvida que invade a cabeça dos pais quando os filhos são pequenos: chupeta! Sim, quem nunca ficou na dúvida em dar ou não chupeta ao filho que jogue a primeira pedra.
Chupeta acalma sim a criança, mas seu uso contínuo pode deixá-la viciada, e isso tornasse prejudicial. Conheçam as vantagens e desvantagens deste acessório tão comum nos primeiros anos de vida.
  Vantagens:
  • Sem dúvida é o ato de acalmar o bebê.
  • O uso em crianças de até 2 anos pode ajudar a evitar a regurgitação do excesso do leite da mamada.
  • Para bebês que tem dificuldade em pegar o seio da mãe para mamar, ou mesumo o bico da mamadeira, o uso da chupeta pode ajudá-los a estimular a sucção. Também ajuda a desenvolver a musculatura dos lábios e língua.
  • Tem criança que adora chupar o dedo, o uso da chupeta nestes casos é muito melhor, pois será muito mais difícil fazer a criança deixar o vício de chupar o dedo (que está sempre a mão).
  • Já foram feitos estudos que comprovam que o uso da chupeta durante a noite diminui os riscos de morte súbita, pois ajuda a regular a respiração
 Desvantagens:
  • O uso contínuo da chupeta pode deixar o bebê "viciado" nela. Por isso os pais devem ficar atentos ao uso moderado dela.
  • Quando a criança está com chupeta, ela respira pela boca, o que aumenta as infecções respiratórias, além as de ouvido e estomatites.
  • O uso prolongado também é causa frequente de alterações nas arcadas dentárias, ainda mais quando as chupetas usadas são as normais em vez das ortodônticas.
  • Deixar o bebê o dia todo com a chupeta pode reprimir e inibir o desenvolvimento da fala.
  • O costume da chupeta pode incentivar o bebê a parar de mamar no peito. 
Agora minha opinião oficial de uma mãe que usou chupeta nos dois filhos. Os dois usavam as ortodônticas, para diminuir os problemas nos dentes, e não acostumei nenhum dos dois a usarem durante o dia, apenas se estavam muito agitados ou com dificuldades para dormirem. Assim que dormiam, eu retirava a chupeta. Confesso que os meus anjinhos quando eram pequenos não me deram trabalho, não eram crianças que viviam chorando, o que facilitou e muito minha vida.
Acho que o segredo mesmo é o uso moderado do acessório, afinal tudo o que é em excesso é prejudicial, não é mesmo?
   
 
 


Chupetas

 
 
Oi amigos, hoje vamos falar de uma dúvida que invade a cabeça dos pais quando os filhos são pequenos: chupeta! Sim, quem nunca ficou na dúvida em dar ou não chupeta ao filho que jogue a primeira pedra.
Chupeta acalma sim a criança, mas seu uso contínuo pode deixá-la viciada, e isso tornasse prejudicial. Conheçam as vantagens e desvantagens deste acessório tão comum nos primeiros anos de vida.
  Vantagens:
  • Sem dúvida é o ato de acalmar o bebê.
  • O uso em crianças de até 2 anos pode ajudar a evitar a regurgitação do excesso do leite da mamada.
  • Para bebês que tem dificuldade em pegar o seio da mãe para mamar, ou mesumo o bico da mamadeira, o uso da chupeta pode ajudá-los a estimular a sucção. Também ajuda a desenvolver a musculatura dos lábios e língua.
  • Tem criança que adora chupar o dedo, o uso da chupeta nestes casos é muito melhor, pois será muito mais difícil fazer a criança deixar o vício de chupar o dedo (que está sempre a mão).
  • Já foram feitos estudos que comprovam que o uso da chupeta durante a noite diminui os riscos de morte súbita, pois ajuda a regular a respiração
 Desvantagens:
  • O uso contínuo da chupeta pode deixar o bebê "viciado" nela. Por isso os pais devem ficar atentos ao uso moderado dela.
  • Quando a criança está com chupeta, ela respira pela boca, o que aumenta as infecções respiratórias, além as de ouvido e estomatites.
  • O uso prolongado também é causa frequente de alterações nas arcadas dentárias, ainda mais quando as chupetas usadas são as normais em vez das ortodônticas.
  • Deixar o bebê o dia todo com a chupeta pode reprimir e inibir o desenvolvimento da fala.
  • O costume da chupeta pode incentivar o bebê a parar de mamar no peito. 
Agora minha opinião oficial de uma mãe que usou chupeta nos dois filhos. Os dois usavam as ortodônticas, para diminuir os problemas nos dentes, e não acostumei nenhum dos dois a usarem durante o dia, apenas se estavam muito agitados ou com dificuldades para dormirem. Assim que dormiam, eu retirava a chupeta. Confesso que os meus anjinhos quando eram pequenos não me deram trabalho, não eram crianças que viviam chorando, o que facilitou e muito minha vida.
Acho que o segredo mesmo é o uso moderado do acessório, afinal tudo o que é em excesso é prejudicial, não é mesmo?
   
 
 


Editoras Parceiras