#Resenha Os Litigantes

Oi amigos, á tem um bom tempo que estou com este livro na estante, e há um bom tempo que não leio nada do John Grisham. Então unindo o útil ao agradável, hoje tenho uma resenha dele para vocês. Espero que gostem!
Os Litigantes - John Grisham
448 páginas - Editora Rocco
ISBN-13: 9788532527592
ISBN-10: 8532527590
Em Os Litigantes conhecemos o pequeno escritório de advocacia Finley & Figg que se auto intitula uma "firma boutique", mas que nada mais é do que um escritório de advocacia do estilo porta de cadeia. Apenas mais um entre os milhares existentes por Chicago.
A empresa que tinha como sócios e advogados os amigos Oscar Finley, um ex policial, que aos 62 anos tinha apenas dois sonhos: se aposentar e se divorciar da megera que infernizava sua vida; e Wally Figg, um alcoólatra em recuperação, sobrevivente de quatro divórcios e que sonhava com o grande caso. O caso que o lançaria para o estrelato. O escritório contava ainda com a ajuda de Rochelle Gibson, uma espécie de pseudo-secretária, que acabou ficando no escritório ao longo dos anos, assim como CA, o cachorro que a noite tomava conta de tudo.
A empresa vivia basicamente de processos por perdas e danos morais, encontrados no corpo a corpo dos acidentes que aconteciam em frente ao próprio escritório ou em hospitais e velórios.
E foi justamente em uma destas andanças que ele acabou conhecendo o caso do Sr. Marino, um antigo cliente da firma, cujo o falecimento o filho acreditava ter sido causado pelo uso do remédio Krayoxx, produzido pela gigante Varrick Labs.
Com um pouco de conversa com o rapaz, Wally viu que tinha em mãos o caso que sempre sonhara, e que poderia trazer não só o reconhecimento desejado, mas principalmente o dinheiro almejado. Com alguns fatos em mãos e muitos sonhos em pensamento, ele partiu imediatamente para o ataque, atrás de outras possíveis vítimas do remédio.
Em contrapartida, Oscar foi contra este caso, pois não acreditava no que Wally lhe dizia. Para ele, era apenas mais um dos delírios do sócio.
Foi justamente neste embate que eles conheceram David Zinc, um advogado de 31 anos graduado com louvor em Harvard e que trabalhava na Rogan Rothberg, um grande escritório de advocacia situado em um dos mais nobres endereços de Chicago.
David que há anos trabalhava na Rogan Rothberg estava cansado da vida estressante da empresa, que não dava folga aos seus associados. Ele mal tinha uma vida pessoal, de tanto trabalho que acabava sendo encarregado. Toda esta pressão acabou levando David a um ataque de pânico, onde ele fugiu sem maiores explicações da empresa.
O resultado deste piripaque foi um dia de bebedeira e a decisão de nunca mais voltar para a empresa. Fora a preocupação que deixou em sua mulher  Helen, que não tinha ideia do que poderia ter acontecido com seu marido. 
A reviravolta para David veio mesmo quando, voltando para casa ele vê o endereço da Finley & Figg e decide ir lá para conhecer. Completamente bêbado e já no fim do dia, ele chega ao que ele decidiu ser seu novo local de trabalho.  Não riam amigos, foi bem assim mesmo. Mas cômico mesmo foi a cena que veio depois disso e no qual Oscar e Wally acabaram decidindo aceitar David...
Agora contando com três advogados, sendo que nenhum deles tinha experiências com tribunais federais e muito menos com grandes casos, nenhuma estrutura física e financeira, Wally entra com tudo em um processo contra a grade Varrick Labs, tendo consigo oito vítimas do remédio e outras tantas possíveis vítimas. Ao seu lado David querendo aprender tudo sobre tribunais, um local que ele nunca colocou efetivamente os pés.
O caso contra a Varrick Labs ganhou os jornais e notoriedade, até por conta da enxurrada de processos abertos, não só pela Finley & Figg. Um processo milionário que prometia acabar com a gigante.
Mas ao contrário de outros processos já sofridos, os chefões da companhia tinham a certeza da seriedade do remédio em questão, e estavam decididos a provarem isso a qualquer custo. Em uma manobra ousada, contrataram a Dra. Nadine Karros, uma advogada de ponta, com fama de infalível que trabalhava na Rogan Rothberg e contaram o plano que tinham em mente.
Estava aberta a caça as bruxas. Em um show de interesses que tinha milhões em jogo o confronto entre David e Golias estava marcado. E tudo levava a crer que Wally enfim realizaria seu sonho.
Enquanto Wally sonhava com os holofotes, David trabalhava sério e ia aprendendo a cada dia. De forma organizada e inteligente, tentava colocar um pouco de profissionalismo no escritório. Contando com o apoio da esposa, aos poucos ele ia traçando o caminho que realmente queria quando cursou advocacia. E foi justamente sua esposa Helen que levou David a conhecer um caso de envenenamento por chumbo que tinha vitimado uma criança. 
Sem o aval de seus "chefes", David ao lado da esposa, segue investigando o caso e fazendo os estudos sobre o ocorrido. Isso acabou levando o jovem a conhecer um outro caso, desta vez de "trabalho escravo de imigrantes ilegais". 
E foram estes dois casos, e o desfecho não previsto do caso da Varrick Labs que levaram David a perceber que ele podia sim fazer a diferença na vida das pessoas.
Em um enredo onde a ganância e o poder estão em foco, David é o sopro de esperança para aqueles que realmente precisam de justiça. Grisham mais uma vez dá um show, mostrando de forma clara e realista o que acontece por trás de grandes empresas, além da rotina dos tribunais e seus advogados.
Tiro meu chapéu para Helen, esposa de David. Poucas mulheres aceitariam o que o marido estava disposto a fazer. Largar tudo, uma carreira consolidada e que pagava bem, para se jogar no desconhecido, e o que é pior, ao lado de dois advogados que eram meio que charlatões. Gostei muito de David, e quem dera que todos os advogados fossem como ele...
Wally e Oscar foram duas figuras.  Foi impressionante como Wally se deixou levar pelas promessas de sucesso e pelas luzes dos holofotes. Apesar de ambos serem inteligentes, o que faltou para os dois foi um pouco mais de seriedade, principalmente para Wally.
Gostei muito do enredo e de suas reviravoltas. Grisham mais uma vez me conquistou com seu enredo bem feito e fechado. Para quem conhece o autor, mais uma boa obra, e para quem não conhece, é a chance de uma leitura prazerosa e interessante.

Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário Livreando 2018 (#DLL2018), no item "Livro de um autor que nasceu em fevereiro". Para ler outras resenhas do desafio, basta clicar na imagem abaixo:


25 comentários:

  1. uma história no minimo intrigante, fiquei com vontade de ler
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim Thaila, o enredo é muito bom.
      Bjs, Rose

      Excluir
  2. Olá, não conhecia o autor, mas tua resenha me deixou com vontade de ler o livro. Não participo muito de desafios literários pois nunca consigo cumprir, espero que tu tenhas conseguido.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Viviane, o autor tem ótimos livros, quando der, dê uma pesquisada que vale a pena. Em relação ao desafio, aos poucos estou conseguindo.
      Bjs, Rose

      Excluir
  3. Eu não conhecia o autor e achei o livro bem interessante, gostei da sua dica e parece ser um livro que me agradaria. Só achei a capa meio estranha rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beatriz, o autor é muito bom, vale a pena ler algo dele. Em relação a capa, está bem dentro do tema do livro.
      Bjs, Rose

      Excluir
  4. A premissa me lembra a série Better Call Saul, que eu adoro. Gosto de acompanhar esses enredos que mostra os bastidores de coisas que conhecemos, mas nem paramos para pensar como funciona, como é o caso do autor descrever a realidade das grandes empresas. Sem dúvida uma boa dica.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, não conheço a série que você mencionou, mas o livro é muito bom.
      Bjs, Rose

      Excluir
  5. Estou chocada com esse enredo e me senti dentro da investigação. Sem dúvidas é uma leitura envolvente e intrigante. Quero ler *_*

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clayci, o livro é ótimo, leia sim.
      Bjs, Rose

      Excluir
  6. Oi tudo bem, conheço o autor de nome, mas nunca linda nada dele. Gostei bastante da sua resenha. Essa capa infelizmente não agrada muito.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kris, apesar da capa não ser das melhores, está totalmente dentro do contexto da trama.
      Bjs, Rose

      Excluir
  7. Ainda não li nada desse autor, apesar de ver muita gente elogiando sua escrita. Essa história parece ser bem interessante e envolvente.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, quando tiver a chance, leia alguma coisa do autor, é muito bom.
      Bjs, Rose

      Excluir
  8. Oiii Rose

    Não conhecia o livro e adorei a dica, adoro histórias assim, e saber que está cheio de reviravoltas me anima ainda mais, pois gosto dessas surpresas que mudam tudo durante a leitura. Dica anotada.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alice, Grisham é muito bom, vale a pena ler.
      Bjs, Rose

      Excluir
  9. Oi Rose,
    Nunca li nada do autor apesar de conhecer ele e já ter visto alguns dos seus filmes como A Firma do Tom Cruise. Infelizmente esse em particular não me chamou muita atenção, mesmo assim gostei da sua resenha, porém deixo a dica passar.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    https://leiturakriativa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel, ele tem vários livros mesmo, e não me surpreende de você conhecer alguns, mesmo que não tenha lido. Uma pena que este não tenha te interessado.
      Bjs, Rose

      Excluir
  10. Olá Rose!
    Com uma capa dessa jamais imaginaria um enredo desse. Gostei bastante de como a trama é conduzida e pelo visto o autor surpreende e deixa o leitor preso a cada capítulo.
    Me agradaria ler essa história.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  11. Eu ainda não conhecia esse livro do autor, mas pelo seu post já fiquei bem curiosa para ler ele. Super interessante o perfil desses três advogados e o caso em que se envolvem.

    petalasdeliberdade.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi, gosto do john grisham e ainda não li esse, parece um livro bem legal e já gostei do david e dos momentos meio cômicos que você relatou existirem na obra. Bacana ter tantos aprendizados no enredo.

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Não conhecia o livro, mas gostei muito da premissa, amo livros de suspense, então com certeza será uma leitura proveitosa para mim... e esse David, coitado, fiquei com dó dele só de ler sua resenha.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Rose.
    Achei o desafio criativo, um autor que nasce me fevereiro, você também traz um livro para mim inédito e bem peculiar, o ambiente jurídico e essa questão da morte por uso de remédio chamaram minha atenção.

    ResponderExcluir
  15. Oi linda.
    Gostei do seu desafio, esse ano a unica coisa que me compromrti foi finalizar os livros que parei ano passado por algum motivo.
    Sobre o livro, achei interessante, muitas reviravoltas, infelizmente esses casos acontecem, faço uso de medicamentos e tenho medo de me fazer mais mal do que bem, e sobre a sindrome do pânico, minha irmã teve e sei como é, uma resenha que me deixou curiosa e vou adicionar na minha lista.
    Bjus

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Admiro quem participa desses desafios e ainda consegue cumpri-los... rsrs
    Eu não sou uma boa pessoa para isso!
    Em relação à resenha, confesso que o livro não é muito o estilo que gosto de ler. Mas fiquei bem intrigada para entender o quão cômica foi essa cena entre os dois sócios e David. Parece realmente ter sido engraçada.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.