Cabine de Imprensa: Mudbound - Lágrimas Sobre o Mississipi

No início do mês tive o prazer de participar da Cabine de Imprensa oferecido pela Editora Arqueiro para assistir em primeira mão o filme Mudbound - Lágrimas Sobre o Mississipi, que teve três indicações ao Oscar. 

O filme que acaba de estrear, acontece após a Segunda Guerra, no Mississipi, cidade localizada ao sudeste dos E.U.A. 
É neste local que conhecemos a história de duas famílias, uma branca e outra negra, que dividem terras nas proximidades do Rio Mississipi.
De um lado temos a família McAllan, que chefiada por Henry (Jason Clarke), vende tudo na tranquila Memphis, e parte para o campo, atrás da realização de um sonho. Acontece que nem Henry e nem sua esposa Laura (Carey Mulligan) tem alguma experiência ou mesmo preparo para a vida no campo e na plantação de algodão. Uma vida sofrida e cheia de dificuldades, e é em meio a estas dificuldades, que Laura tenta para manter a fé na empreitada de seu marido.
Na outra ponta temos Jackson, chefiada por Hap (Rob Morgan). Hap, ao lado da esposa Florence (Mary J. Blige), trabalham há gerações em fazendas da região, e sonham em ter seu próprio pedaço de terra, apesar de todos os problemas sociais que enfrentam, visto que são negros.
O caminho deles se encontram com a mudança dos McAllan para as terras que os Jackson cuidavam. E os planos de cada um são diretamente afetados com o retorno de Jamie McAllan (Garrett Hedlund) e Ronsel Jackson (Jason Mitchell) da guerra. 
Uma amizade improvável que nasceu por conta da dura realidade enfrentada nos campos de batalha e que agora desafia a realidade de onde estão vivendo.
Uma história permeada pelo racismo e toda a dor e injustiça que ele carrega. Com atuações primorosas e uma fotografia crua e bela, o filme tem 134 minutos de duração que mexem com o expectador em vários momentos.

Ficha Técnica:
Título no Brasil: Mudbound - Lágrimas Sobre O Mississipi
Título original: Mudbound
Gênero: Drama
Duração: 134 min
Estreia no Brasil: 15/02/2018
País: EUA
Idioma: Inglês
Diretor: Dee Rees
Roteirista: Dee Rees e Virgil Williams
Elenco: Carey Mulligan, Garrett Hedlund, Jason Clarke, Jason Mitchell, Mary J. Blige, Jonathan Banks, Rob Morgan, Kelvin Harrison Jr., Claudio Laniado e Kennedy Derosin.

Deixo para vocês agora o trailer do filme:

Para quem não sabe, o filme foi baseado no livro homônimo que foi lançado pela Editora Arqueiro. Como eu não li o livro ainda, não posso comparar o filme com o livro. Mas com a bela produção feita para o cinema, só posso imaginar que o livro esteja tão bom quanto.


19 comentários:

  1. o filme não estreiou por aqui por enquanto, Ros,e mas ao que parece é uma produção interessante
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaila, eu diria forte e intensa.
      Bjs, Rose

      Excluir
  2. Vou te dizer que não quero assistir esse filme e nem ler o livro, é muita violência para minha pessoa, mas por outro lado é legal destacar o preconceito que na época era bem grande

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helana, ele não chega a ser violento, mas é um estilo mais cru.
      Bjs, Rose

      Excluir
  3. Oi Rose,
    Eu fui saber do livro após saber da indicação ao Oscar desse filme e fiquei bem interessada tanto em ler o livro quanto ver o filme. Vejo que a história tem uma carga dramática e é capaz de impressionar bastante, o enredo promete bastante.
    Espero conferir em breve!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anna, verdade, o que me chamou atenção no filme, foi o estilo mais cru dele, combinou perfeitamente com o enredo.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  4. Menina, que dica incrível!!!!
    Desde que li As Aventuras de Tom Sawyer quando criança, muito me interessam as histórias que se passam nas regiões sul do país e que tratam da questão racial, fiquei muito feliz de conhecer um pouco dessa história que parece sair dos "padrões" norte-americanos de relacionamentos entre negros e brancos. Vou assistir ao filme e depois ler o livro.
    Obrigada pela dica!!! =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andrea, de nada! Este que você citou eu não conheço e vou dar uma procurada nele.
      Bjs, Rose

      Excluir
  5. Olá Rose!
    Que legal você ter conseguido ir na Cabine de Imprensa desse filme. Quero muito assistir essa história e também realizar essa leitura. Acredito ser uma história bem intensa de tempos difíceis.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, também fiquei feliz que deu para conferir. Espero que consiga ver e/ou ler, vale a pena.
      Bjs, Rose

      Excluir
  6. Olá!! :)

    Eu confesso que nunca tinha ouvido falar do livro ou do filme, mas ainda bem que gostaste de ver esse filme! :)

    Enfim, fiquei curioso... Ainda bem que tem tanta qualidade que ate esperes que o livro esteja ao mesmo nível!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando fui assistir já esperava pela bom trabalho, mas é sempre bom ver que a qualidade tanto na produção quanto no enredo foram bons.
      Bjs, Rose

      Excluir
  7. Nossa que legal, privilégio bom demais né!
    Não curto muito parar pra assistir filmes, mas parece ser bem interessante!
    Gostei dessa coisa de que o filme fala de racismo.

    Beijokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Grazi, eu adoro filmes, e fiquei feliz de ter conseguido ir.
      Bjs, Rose

      Excluir
  8. Gente, que delícia, esse é um filme que me fria ir ao cinema assistir, gostei da proposta. Infelizmente, ainda não li o livro, mas quero fazer os dois ler e assistir, obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lilian, espero que conheça a ambos.
      Bjs, Rose

      Excluir
  9. Oie
    eu gosto muito de filme que retratam temas pesados e é ótimo saber que tem ótimas atuações, com certeza verei em algum momento depois de ver tantos elogios, adorei

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Muito legal o convite para ir na Cabine. Quanto ao filme, vou assistir em algum momento, mas não tenho essa loucura por filmes indicados para Oscar como algumas pessoas que eu conheço. Mas pretendo assistir a esse filme, não apenas pela sua indicação, mas eu acredito que temos sempre algo para aprender e esse filme parece ser do tipo que ensina.

    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem Rose?
    Eu assisti esse filme e adorei, é um filme tocante, mexe com as nossas emoções, além disso é bem reflexivo, eu inclusive solicitei o livro na Arqueiro e estou adorando a leitura!
    Abraço!

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.