#Resenha Olhe Nos Meus Olhos

Oi amigos, hoje tem mais uma resenha da Olívia, e pelo visto é um assunto não muito conhecido ou divulgado: "Síndrome de Asperger" . Então vamos conferir e conhecer um pouco deste livro?
 Olhe Nos Meus Olhos - Minha Vida com a Síndrome de Asperger - John Elder Robison

256 páginas - Editora Larousse 

Há muito tempo queria ler esse livro e quando a oportunidade veio fiquei tão feliz e não me arrependi da leitura. Apesar de ser uma biografia, não é uma biografia comum, trata-se da história de um homem com síndrome de Asperger – ele se enquadra dentro do espectro autista, é um autista – então, mostra em seu livro como uma criança com autismo leve age, seus anseios, seu crescimento e modo de ver o mundo, que é bem diferente da maioria.
A narrativa se dá em primeira pessoa, fluida e com toques de humor fora do comum, o livro me rendeu muitos sorrisos e até gargalhadas, pois John não foi uma criança quieta e parada, como muitos pensam que os autistas são, pelo contrário, foi uma criança que fazia mil traquinagens bem elaboradas, e fazia de policiais a bombeiros, professores e pais, arrancarem seus cabelos por causa da engenhosidade de suas travessuras.
Gente, quando falo de traquinagens, nem pensem ser como de algumas crianças. John mandou descarregar toneladas de cascalho na porta da garagem do professor, deixou a cidade inteira sem energia por “tentar salvar um pobre homem dependurado que tentava cometer suicídio no fio de alta tensão da rede de distribuição da hidroelétrica local”. E não foi só isso não, para descobrirem mais, precisam ler.
Tudo isso porque John possuía uma mente brilhante e pais nada convencionais e nada voltados a ser uma família. Assim que ele viu precisar mudar de vida, logo se voltou para a mecânica e foi onde se destacou. Virou “engenheiro”, trabalhou para bandas famosas como o Kiss elaborando efeitos de som e especiais em suas guitarras.
O autismo proporcionou o foco necessário para se sair bem no que ele fazia, mas nem pensem que ele chegou a concluir o ensino médio, não conseguiu, a falta de apoio da família, escola e o autismo fez com que ele corresse (literalmente) da escola, a abandonasse. Pensa se esse rapaz tivesse formado? Pensa se tivesse tido apoio da família, do Estado, da escola, ou de alguém? Uma mente brilhante.
De mecânico, virou “engenheiro” de som, depois “engenheiro” de jogos, até chegar ao cargo de gerência, o que fez com que ele regredisse. O autismo leve faz com que seja difícil a interação social, então quanto mais precisasse manter
contato com as pessoas no serviço, pior era para ele, até se ver perdido, sem emprego. Mas, sua vida não parou ai, ainda tem mais... muito mais.
Sua vida é uma superação! Mostra como autistas leves podem se dar bem na vida, mostra que tudo depende de oportunidades, e como ele superou o que o autismo deu a ele por limitação. 

“Alguns Aspergers têm extraordinária aptidão para compreender problemas complexos e podem se tornar brilhantes engenheiros ou cientistas. Outros parecem possuir dons musicais sobrenaturais. Mas não se deixe enganar – muitas crianças Asperger não se tornam grandes professores ou cientistas excepcionais. Crescer é muito difícil.” 

Para mim todos deveriam ler esse livro, é um tema pouco abordado, discutido, divulgado, em que muitos possuem uma visão errada sobre os autistas e pior, os discriminam. Para mim foi uma viagem incrível, saber sobre a vida de John, sobre o que conseguiu conquistar, quando ninguém dava nada por ele, e sozinho caminhou pela vida e venceu!
Hoje é um grande empresário, possui família e filho (que também é autista leve). É de admirar o quanto ele caminhou e conquistou, mesmo com todas as limitações. Esse livro foi importante para John, nele encontrou o caminho de casa, lembranças que pensava que nunca existiram, e pode perdoar. Se me rendeu gargalhadas em algumas linhas, algumas páginas me deixaram sentimental. Recomendo! 
E vocês, já conheciam o livro? Alguém já o leu? Conhecem alguém que tenha a síndrome de Asperger? Nos conte o que achou.


a Rafflecopter giveaway
 

6 comentários:

  1. oi Rose, me interessei bastante por este livro, pois além de ser uma história interessante traz a sindrome que deve ser melhor explorada para conhecimento geral


    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaila, também me interessei pelos mesmos motivos que você.
      Bjs, Rose

      Excluir
  2. Já eu tenho a impressão que as editoras ano passado lançaram alguns livros sobre essa síndrome ou outro grau de autismo.
    Bj.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desta síndrome eu não tinha visto ainda viu amiga.
      Bjs, Rose

      Excluir
  3. Rose, esse livro é muito bom, e a vida do John mostra o tanto que muitos reclamam por tão pouca coisa que acham um absurdo de grande, sendo não ser muita. É bom de ler até para criar animo em lutar e conseguir algo mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagino que seja mesmo, vou ver se consigo ler, até para saber mais sobre a doença.
      Bjs, Rose

      Excluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.