#Resenha: O Sexto Homem


Oi amigos, vocês sabem como sou fã do gênero policial, não é mesmo? Acontece que eu ainda não tinha lido nenhum livro do autor David Baldacci. Então quando surgiu a oportunidade de ler seu novo livro que foi lançado pela Editora Arqueiro, não pensei duas vezes, e eis minha humilde opinião...

O Sexto Homem - vol. 5 de Sean King e Michelle Maxwell -  David Baldacci
352 páginas - Editora Arqueiro

Não se assustem, mas sim, este é o 5º volume de uma série que tem como protagonistas a dupla Sean King e Michelle Maxwell. Acontece, que esta é uma daquelas séries que podemos ler fora de ordem que não afeta em nada o entendimento do livro. O livro tem começo, meio e fim, e que fim... 
Sean e Michelle são ex agentes do Serviço Secreto Americano, e hoje trabalham como detetives particulares.

Eles foram contratados por Ted Bergin, um advogado que é ex-professor de Sean. Ted pediu para que eles investigassem e descobrissem evidências que pudessem comprovar a inocência de seu cliente Edgar Roy. Edgar foi acusado de matar e enterrar em seu celeiro 6 pessoas. Ele está preso em Cutter's Rock, um presídio de segurança máxima que fica na pequena cidade de Machias, no Maine. Na verdade, Cutter's Rock é um presídio manicômio. Roy está lá, pois após ser preso ficou em um estado catatônico, não tendo respondido a nenhum pergunta. Parece um robô, sem se mexer ou transmitir emoções.
A caminho de se encontrarem com Ted e Roy, ele acabam encontrando o corpo do advogado em uma estrada deserta e com um tiro na cabeça.
Este assassinado acaba sendo o início de uma grande e complexa caçada. Sem saberem de muita coisa, Sean e Michelle agora estão com dois casos aparentemente interligados entre si: o assassinado de Ted, e a prisão de Roy. O que estes casos tem em comum? Por que Ted, o advogado de Roy foi morto? E principalmente, por que um assassino aparentemente como qualquer outro está recebendo tanta atenção do FBI? O que existe por trás da história de Edgar Roy?
Com inúmeras perguntas sem respostas, e tendo que lidar com o jogo duro feito pelo FBI, Sean e Michelle começam a procurar por evidências que possam solucionar estes casos. 
Nada é o que parece ser, e quanto mais eles procuram, mais suas vidas ficam em perigo. Edgar Roy com certeza não é um simples assassino, aliás, de simples, ele não tem nada.
Edgar Roy é na verdade tem uma "memória eidética", ou mais popularmente conhecida "memória fotográfica". Mas não é apenas isso, ele é capaz de usar quase 100% de seu cérebro, o que nós rele humanos usamos em torno de 10%! Ele não só não esquece nada, nadinha, como também tem uma capacidade absurda de resolver problemas, equações, enigmas...
Como toda esta capacidade, ele acaba sendo recrutado para trabalhar no secreto Projeto E. Um projeto de importância vital para as defesas americanas. 
Tudo estaria indo muito bem, mas o Projeto E, seu criador Peter Bunting e por tabela Roy, acabam incomodando altos escalões do governo americano, que estariam descontentes em ficarem em segundo plano.

"Eu analiso, junto as peças importantes e faço meu relatório. Eles examinam cuidadosamente minhas conclusões, e então elas se tornam parte do plano de ação dos Estados Unidos em todas as frentes relevantes." (pág. 305)

Metidos até o pescoço, Sean e Michelle vão enfrentar inimigos poderosos para salvarem não só a vida de Roy, mas a deles mesmos. Provar a inocência de Roy e a única forma de todos saírem vivos  desta trama recheada de traições, jogo de poder e segredos que as agências governamentais dos EUA tentam esconder.
Ufa! Foi isso o que senti quando terminei de ler este livro maravilhoso! David criou um enredo que não nos deixa nem piscar. Mocinhos e Bandidos estão divididos por uma tênue linha e o leitor é apenas mais um refém desta história cheia de reviravoltas e recheada de mortes.

"Sabe, você deveria escolher melhor os seus amigos aqui dentro. As alianças erradas podem metê-la em encrencas." (pág.147)

Vale ressaltar que esta dupla de detetives é ótima. Um completa o outro. Michelle é uma mulher como poucas. Adora armas e é boa, mas muito boa no que faz. Não queiram entrar em uma luta corpo a corpo com ela, será mortal para vocês. Eles são muito mais que parceiros, pois existe um relacionamento ainda não totalmente definido entre eles.
Que é fã de um enredo policial, não pode deixar de ler este livro.
a Rafflecopter giveaway

22 comentários:

  1. thailaoliveira714/10/14

    queria muito ler algo da autora, mas para uma primeira experiência procurarei outro livro
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Thaila, não cheguei a pesquisar outras obras da autora, espero que encontre uma do seu gosto.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Desbravadores de Livros14/10/14

    Parece eletrizante, Rose. Sean e Michelle devem passar muitos apuros nessa obra, aliás, nesses cinco volumes, não? rs. Fiquei totalmente curiosa para ler. Eu li apenas um livro do Baldacci e que já me cativou para sempre. O livro se chama Toda a verdade. É incrível e foi um dos melhores que já li.
    Adorei a resenha e a história, tenho certeza que iria amar ler esse livro.

    ResponderExcluir
  4. Desbravadores de Livros14/10/14

    Ler três livros e terminar o último e não gostar muito do desfecho é um tanto quanto traumatizante, Rose. Pelo menos pra mim. Se o primeiro não é muito bom, o segundo também não, até vai. Mas FINALIZAR o livro de um jeito que não agrada, aí já fica complicado.
    Bom, mas pelo menos existe o conforto de ter a dúvida de uma possível continuação. Mas, se não tiver, será deprimente, né? rs

    ResponderExcluir
  5. Desbravadores de Livros14/10/14

    Acho que esse livro me chamou mais a atenção do que o segundo, Rose. Lembra que dei uma criticada no primeiro pelas coisinhas hots a três? Hahaha. Bom, o segundo me pareceu um pouco melhor nesse sentido, mas já o terceiro acho que foi um pouco menos que ambos. Já que as coisas não começaram tão bem para os dois.
    Só tenho uma coisa a dizer: acho que essas capas poderiam ser mais trabalhadas :D


    Beijos, Rose :D

    ResponderExcluir
  6. Desbravadores de Livros14/10/14

    Gostei da resenha da Eli, Rose. Me parece um típico livro leve e um romance mais tranquilo para se ler, como ela mesma falou.
    Acho que essa coisa é um pouco complicada e, querendo ou não, a amizade muda um pouco. Mesmo tendo alguns pontos negativos, achei a premissa bem chamativa e eu leria justamente por isso.

    ResponderExcluir
  7. Leitora Voraz15/10/14

    Oi Rose, tudo bem?
    Você respondeu a minha pergunta, risos... A primeira coisa que pensei foi: como assim 5º volume???? A capa não traz nenhuma indicação. Assim que soube do lançamento desse livro, fiquei hipnotizada por essa capa, e pelo o que contou, tenho certeza de que irei adorar o livro, pois adoro ser enganada pelo autor, e você contou que nada e o que parece ser. Adorei sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oliveira15/10/14

    Não conhecia o autor, e gostei muito da história, principalmente do fato da memória eidética. E usar tanto do cérebro assim... deve ser um ótimo livro. Curiosa!

    ResponderExcluir
  9. Oliveira15/10/14

    Elis só leria esse livro se ele viesse até minhas mãos, mas não o procuraria, me pareceu que a autora não acompanhou de forma nenhuma a idade dos personagens com a maturação. Mas, gosto de romances leves e descontraídos, então é aquele livro que não rejeitaria mas não procuraria.

    ResponderExcluir
  10. Oliveira15/10/14

    Rose, que bom que o livro termina bem, com um final bom. É ótimo quando isso ocorre.

    ResponderExcluir
  11. Oliveira15/10/14

    Rose, quero ler essa série, só não sei quando começar, parece que ela é grande apesar de terminar a história desse casal por ai, mas tem mais, já li em algum lugar. Então vou aguardar os lançamentos, gosto de ler seguido.

    ResponderExcluir
  12. O livro é excelente, leia com certeza.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  13. Oi Cila, foi meu primeiro livro do autor, e posso garantir que lerei muitos outros dele.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  14. Eles passam um bocado sim, e os leitores junto com eles...
    Vou ler outros trabalhos do autor, pois fiquei com uma ótima impressão dele.
    Bjs, rose.

    ResponderExcluir
  15. Oi Cinthia, deste casal são estes 3 livros. Mas a autora lançou outro do casal Woods e Della (já resenhei aqui). Eles são todos amigos, mas com enredos independentes, ou seja, seria como uma nova série.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  16. Não vai ter continuação para este casal. Até podemos vê-los em outras séries, mas só isso. Não foi que eu não gostei do final propriamente dito, é que ficou faltando uma posição mais firme deles para com a Nan. Eu com certeza já teria dado umas boas bofetadas nela...
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  17. É verdade. Eu fiquei bem satisfeita.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  18. Mas não se engane, as cenas de swing continuam nos três volumes.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  19. Acaba batendo a curiosidade não é mesmo?
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  20. Entendo, tem livros que são assim mesmo. Até queremos ler, mas não saímos correndo para isso.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  21. Oi ROse,


    Eu amei o desfecho e já tenho saudade desse casal. Foi ótimo conhecê-los. E agora eu tenho de ler Surpreenda-me logo, pra matar um pouco dessa saudade. Beijos Elis!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça isso mesmo. Não só conhecemos melhor o Bjorn, como também matamos as saudades deles, pois estão bem presentes.
      Bjs, Rose.

      Excluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.