#Resenha O Diamante



Oi amigos, vamos conferir o que a Rudy separou para nós hoje...

O Diamante - J. Courtney Sullivan
479 páginas - Editora Novo Conceito

O livro basicamente gira em torno da paixão, não apenas das mulheres, mas de todos pelo Diamante. Uma joia que ao longo do tempo ficou marcada pela união entre os apaixonados. 


O início se dá com a apresentação de Frances Gerety (que realmente existiu) em 1947 que trabalhava em uma empresa de publicidade e tentava criar um slogan que mostrasse a consolidação dos casamentos e conseguiu através do anel de diamante. O mais interessante sobre Frances é que é independente e vive só, não se importa em ser casada ou não, entretanto, gostaria de ter uma vida conjugal, matrimonial com alguém.   

Evelyn Pearsall vive com Gerald em 1972, era professora e agora está aposentada. Sua maior preocupação é com o filho Teddy que é totalmente desestrutura e problemático. Separou da esposa Jullie e das duas filhas e quer voltar para casa, mas com uma intenção que magoará ainda mais Evelyn.
Em 1987 conhecemos James é um paramédico casado com Sheila e tem dois filhos: Parker e Danny. Procura dar uma vida melhor para a família, trabalha a noite e passa por diversas situações perigosas, ainda assim é rechaçado por seu sogro e se preocupa ainda com a mãe doente que mora sozinha. Seu casamento está para acabar.
Estamos agora em 2003 e nos deparamos com Delphine que deixa o marido que acha cansativo para viver com PJ que é músico, acreditando que é o grande amor de sua vida. Monta um apartamento para viver o ‘grande amor’ que tornasse uma decepção após alguns meses, PJ a troca por uma mulher mais nova. Em um ímpeto de raiva, acaba destruindo todo apartamento que construí para viver seu grande sonho de amor. 
Já na modernidade do século XXI, no ano de 2012, somos apresentados a Kate que vive com Dan e com ele tem uma filha: Ava. Apesar de viverem juntos, não se importam com casamento tradicional, acreditam viverem bem da forma que vivem. Na verdade Kate tem receio por ter acompanhado o divórcio de seus pais logo jovem e não quer passar pela mesma situação. No momento está totalmente envolvida com o casamento gay de seu sobrinho Jeff, ela será a madrinha do casamento e terá de fazer o discurso no casamento dele, o que vem a deixando ansiosa.

Agora as cinco histórias tem algo em comum: o anel de diamantes. As histórias vão se encaixar e dar um significado especial para cada um sobre o sentido do anel em suas vidas... 

“- No passado, tivemos bastante sucesso ao recuperar coisas que os nazistas tiraram do nosso povo, como contas bancárias, pinturas e coisas do tipo. São informações mais fáceis de rastrear. Com os instrumentos as dificuldades são maiores, mas acreditamos que seja uma tarefa essencial. Talvez a mais importante. Um quadro é algo que ficaria simplesmente pendurado em uma parede. Mas um violino conta a história do ancestral que o tocou.” 
(pág. 260)

Confesso que tive um certo receio ao pegar esse livro para ler, porque achei que seria um assunto superficial que se trataria apenas sobre uma joia. Ledo engano o meu porque o livro até certa forma é profundo no sentido de analisar as diversas formas de casamento/união, como se dão e quais os interesses que andam por traz desses relacionamentos.

O livro faz uma análise sobre a condição feminina na sociedade no decorrer dos anos, através da submissão feminina e do casamento até os relacionamentos na modernidade. Fala sobre a mudança do papel da mulher na sociedade ao longo dos anos, passando pelas intrigas, problemáticas femininas, traições, decepções, frustações, chegando ao amor e mostrando que talvez esse não perdure para sempre como o Diamante.
Gostei muito da abordagem feita pela autora, consciente, madura, mostrando o quanto somos ou podemos ser manipulados pela mídia, até de forma inconsciente; as diversas maneiras de relacionamento, inclusive a utilização das redes sociais para os namoros on line e vários outros aspectos que tornam o livro bem interessante com o passar das páginas, trazendo um desfecho imprevisível e congruente para todos os envolvidos.
Muito bom o livro e de grande elucidação, principalmente para nós mulheres românticas e apaixonadas.

Cheirinhos Rudy!!!



0 comentários:

Postar um comentário

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.