Retrospectiva Literária 2018

Oi amigos, como já faço tradicionalmente no último dia do ano, hoje é dia de Retrospectiva Literária 2018! Indicarei para vocês as melhores leituras que fiz dentro de cada gênero. Como hoje em dia é mais complicado definir apenas um gênero em muitos livros, tentei pelo menos não repetir o mesmo livro. Então, vamos aos melhores de 2018 na minha humilde opinião:
1. O que me fez suspirar (Romance):
Crash - Quando a Paixão Explode da Nicole Williams, publicado pela Editora Essência. Um romance que me cativou e me surpreendeu
Resenha aqui.
2. O que me fez sofrer (Drama):
Sorrisos Quebrados da Sofia Silva publicado pela Editora Valentina. Nunca chorei tanto em um prólogo como neste livro.
Resenha Aqui
3. O que me fez rir (Comédia):
O Xangô de Baker Street do Jô Soares publicado pela Companhia das Letras. Seu humor ácido e inteligente marca toda o enredo do livro.
Resenha aqui


4. O que me deu medo (Terror):
Não li nenhum do gênero este ano.

5. O que me encantou (Fantasia):
Trilogia do Vencedor da Marie Rutkoski publicado pela Plataforma21. Um enredo ótimo que prende o leitor e não nos deixa respirar.
Resenha A Maldição do Vencedor #1
Resenha O Beijo do Vencedor #3
6. O que me fez imaginar (Ficção Científica):
Origem de Dan Brown publicado pela Editora Arqueiro. 
7. O que elevou a temperatura (Hot):
Devora-me da Katherine Laccom't publicado pela Editora 3Dea. Um livro quente, mas com diálogos engraçados e personagens cativantes. Uma ótima série.


8 O que não sai de moda apesar dos anos (Clássico):
Orgulho e Preconceito da Jane Austen publicado pela Martin Claret. Finalmente li algo da autora, e mesmo não ficando completamente apaixonada, não tem como negar a qualidade do texto.
Resenha aqui

9. Um mundo distópico (Distopia):
Outro gênero que acabei não lendo...


10. A realidade que marca (Não-Ficção):
A Filha Que o Rei Não Quis de Sandra Arantes do Nascimento e Walter Bruneli publicado pela Roccio. Não li muita coisa não ficção este ano, mas esta foi uma leitura interessante e que me fez refletir algumas coisas.
Resenha aqui

11. O Thriller que me tirou o sono (Thriller / Suspense):
Alta Tensão do Harlan Coben publicado pela Editora Arqueiro. Mais uma vez Coben me surpreendeu e me deixou tensa a virada de página.
12. Não é só para Baixinhos (Infanto-juvenil):
E.T. - O Extraterrestre publicado pela Editora Intríseca. A editora lançou a coleção Pipoquinha, um show de beleza e qualidade para baixinhos e altinhos.
13. Um HQ:
Mônica Lições de Vitor Cafaggi e Lu Cafaggi publicado pela Panini Comics. Esta turma me emocionou nesta linda história.


14. Minha série do ano:
Nacional: Série Dark Paradise da Juliana Dantas me conquistou desde o início
Resenha Longe do Paraíso #1
Resenha Espinhos no Paraíso #2
Resenha Juntos no Paraíso #3
Internacional: Série Elementos da Brittainy C. Cherry

15. Um Chick-lit:
A Aposta da autora Vanessa Bosso publicado pela Novo Conceito. Sou fã declarada da autora e não me decepciono.

16. Uma Aventura:
A Buraco da Agulha do Ken Follett publicado pela Editora Arqueiro. É incrível como me surpreendo a cada livro do autor. Recomendo todos, sem medo.

17. Aquele que devorei sem dó:
Amante Finalmente da JR Ward publicado pela Universo dos Livros. Estava na maior expectativa em relação a este livro, por conta do casal envolvido, e não me decepcionei.

18. O que me surpreendeu:
Big Rock da Lauren Blakely publicado pela Faro Editorial. Pensei que seria apenas mais um livro, ledo engano. Com uma escrita inteligente e bem humorada, além de personagens carismático, é impossível não se apaixonar pelo enredo
 Resenha aqui
19. O que me decepcionou:
Trilogia Dei Sensi da Irene Cao publicado pela Suma de Letras foi uma decepção. Eu gosto de enredos hot, mas não vi nada demais neste.
Resenha Eu Te Vejo #1
Resenha Eu Te Sinto #2
Resenha Eu Te Quero #3
20. O que abandonei:
Não abandonei nenhum livro.

21. Aquele que me fez refletir:
365 Dias Extraordinários da PJ Palacio publicado pela Intrínseca. Se você se apaixonou pelo Auggie e os preceitos do professor Sr. Browe, vai se apaixonar por este livro. Cada dia do ano uma mensagem para refletir.
22. O quote que me marcou:
Espere por Mim da Carol Dias publicado pela The Gift Box tem lindo quotes.
Resenha aqui

Imbatível da Jane Harvey-Berrick e Stuart Reardon publicado pela Editora Record é outro livro com quotes ótimos e que ensinam muito.
Resenha aqui
23. A capa mais bonita:
Nacional: tanta capa linda, mas vou indicar Dandelion da Ruby Lace publicado pela The Gift Box:
Resenha aqui

Internacional: Herdeira do Fogo da série Trono de Vidro da Sarah J, Maas publicado pela Galera Record, mas isso é redundante diante das lindas capas que a série tem
Resenha Herdeira de Fogo #3
24. O casal do ano:
1. Nacional: Mike e Sunshine do livro Sunshine da MS Fayes publicado pela Editora Pandorga. Como não amar este casal? 
 Resenha aqui

2. Internacional: Blay e Qhuinn do livro Amante Finalmente (série Irmandade da Adaga Negra) da JR Ward) publicado pela Universo dos Livros.
25. O personagem do ano:
1. Masculino Nacional: Tony do livro Espere por Mim da Carol Dias publicado pela The Gift Box. Ele chegou no fundo do poço e se reergueu.

2. Masculino Internacional: Edward Alcott do livro O Segredo do Conde da Lorraine Hearth publicado pela Editora Gutenberg. Impossível não se apaixonar por um homem que está disposto a se anular por amor a alguém.

3. Feminino Nacional: Dorothy Miller (Dot) do livro Um Acordo de Cavalheiros da Lucy Vargas publicado pela Bertrand Brasil Ela não aceitou o lugar que a sociedade lhe designou.

4. Feminino Internacional: Kestrel da Trilogia do Vencedor Marie Rutkoski publicado pela Plataforma21. Um personagem que foi fundamental em toda a história.

26. O livro de 2018:
Nacional: Enquanto Houver Tempo da Paola Scott, um enredo atual e com personagens fortes e reais.

Internacional: Princesa das Cinzas da Lauren Sebastian 
Resenha aqui.

27. Autor revelação:
Nacional: Cristina Melo com seu A Missão Agora é Amar e Minha Sentença é Você foi uma grata surpresa para mim. 

Internacional: Jane Harvey-Berrick foi a autora internacional que ganhou meu coração, tanto pela qualidade de suas histórias como pela simpatia.


28. Desafios Literários:
Este ano participei de 2 desafios literários e me saí muito bem. Um foi proposto pelo blog Livreando, e cada mês tínhamos 5 desafios propostos de leitura. Só 1 deles que não cumpri que foi um livro de terror. Todos os outros foram lidos e resenhados. Para ler as resenhas deste desafio, podem clicar aqui.

O outro desafio foi o que chamo de "desafio da sopa de letras", onde a meta é ler um livro que comece com cada letra do alfabeto. Este desafio é proposto por um blog internacional, por isso as letras w, y e k estão inclusas, o que dificulta e muito para mim, visto que não leio em inglês. Mas desde que comecei a fazer este desafio, é o primeiro ano que consigo completar todas as letras sem faltar nenhuma!!! Fiquei tão orgulhosa e feliz!
Leia as resenhas do desafio clicando aqui, ou se preferirem, cliquem nos links das resenhas na aba ao lado.
No quesito desafio literário, eu me dou os parabéns e estou orgulhosa do meu esforço.

29. Quantos livros foram lidos em 2018:
Ano passado eu li 190 livros, este ano foram:

30. Quantos livros nacionais foram lidos em 2018:
Ano passado foram 83 livros, e este ano foram:

Continuo muito feliz com minhas leituras nacionais. Ainda que em 2018 eu aumentei em termos de número bem pouco, pois passei de 43,68% para 44,50% das leituras que fiz neste ano. Um aumento sutil, mas o que me deixou feliz, é que minha meta de ler mais nacionais continua firme.

31. Meta para 2018:
Completar meus desafios literários fazendo os livros que estão parados na minha estante andarem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.

Retrospectiva Literária 2018

Oi amigos, como já faço tradicionalmente no último dia do ano, hoje é dia de Retrospectiva Literária 2018! Indicarei para vocês as melhores leituras que fiz dentro de cada gênero. Como hoje em dia é mais complicado definir apenas um gênero em muitos livros, tentei pelo menos não repetir o mesmo livro. Então, vamos aos melhores de 2018 na minha humilde opinião:
1. O que me fez suspirar (Romance):
Crash - Quando a Paixão Explode da Nicole Williams, publicado pela Editora Essência. Um romance que me cativou e me surpreendeu
Resenha aqui.
2. O que me fez sofrer (Drama):
Sorrisos Quebrados da Sofia Silva publicado pela Editora Valentina. Nunca chorei tanto em um prólogo como neste livro.
Resenha Aqui
3. O que me fez rir (Comédia):
O Xangô de Baker Street do Jô Soares publicado pela Companhia das Letras. Seu humor ácido e inteligente marca toda o enredo do livro.
Resenha aqui


4. O que me deu medo (Terror):
Não li nenhum do gênero este ano.

5. O que me encantou (Fantasia):
Trilogia do Vencedor da Marie Rutkoski publicado pela Plataforma21. Um enredo ótimo que prende o leitor e não nos deixa respirar.
Resenha A Maldição do Vencedor #1
Resenha O Beijo do Vencedor #3
6. O que me fez imaginar (Ficção Científica):
Origem de Dan Brown publicado pela Editora Arqueiro. 
7. O que elevou a temperatura (Hot):
Devora-me da Katherine Laccom't publicado pela Editora 3Dea. Um livro quente, mas com diálogos engraçados e personagens cativantes. Uma ótima série.


8 O que não sai de moda apesar dos anos (Clássico):
Orgulho e Preconceito da Jane Austen publicado pela Martin Claret. Finalmente li algo da autora, e mesmo não ficando completamente apaixonada, não tem como negar a qualidade do texto.
Resenha aqui

9. Um mundo distópico (Distopia):
Outro gênero que acabei não lendo...


10. A realidade que marca (Não-Ficção):
A Filha Que o Rei Não Quis de Sandra Arantes do Nascimento e Walter Bruneli publicado pela Roccio. Não li muita coisa não ficção este ano, mas esta foi uma leitura interessante e que me fez refletir algumas coisas.
Resenha aqui

11. O Thriller que me tirou o sono (Thriller / Suspense):
Alta Tensão do Harlan Coben publicado pela Editora Arqueiro. Mais uma vez Coben me surpreendeu e me deixou tensa a virada de página.
12. Não é só para Baixinhos (Infanto-juvenil):
E.T. - O Extraterrestre publicado pela Editora Intríseca. A editora lançou a coleção Pipoquinha, um show de beleza e qualidade para baixinhos e altinhos.
13. Um HQ:
Mônica Lições de Vitor Cafaggi e Lu Cafaggi publicado pela Panini Comics. Esta turma me emocionou nesta linda história.


14. Minha série do ano:
Nacional: Série Dark Paradise da Juliana Dantas me conquistou desde o início
Resenha Longe do Paraíso #1
Resenha Espinhos no Paraíso #2
Resenha Juntos no Paraíso #3
Internacional: Série Elementos da Brittainy C. Cherry

15. Um Chick-lit:
A Aposta da autora Vanessa Bosso publicado pela Novo Conceito. Sou fã declarada da autora e não me decepciono.

16. Uma Aventura:
A Buraco da Agulha do Ken Follett publicado pela Editora Arqueiro. É incrível como me surpreendo a cada livro do autor. Recomendo todos, sem medo.

17. Aquele que devorei sem dó:
Amante Finalmente da JR Ward publicado pela Universo dos Livros. Estava na maior expectativa em relação a este livro, por conta do casal envolvido, e não me decepcionei.

18. O que me surpreendeu:
Big Rock da Lauren Blakely publicado pela Faro Editorial. Pensei que seria apenas mais um livro, ledo engano. Com uma escrita inteligente e bem humorada, além de personagens carismático, é impossível não se apaixonar pelo enredo
 Resenha aqui
19. O que me decepcionou:
Trilogia Dei Sensi da Irene Cao publicado pela Suma de Letras foi uma decepção. Eu gosto de enredos hot, mas não vi nada demais neste.
Resenha Eu Te Vejo #1
Resenha Eu Te Sinto #2
Resenha Eu Te Quero #3
20. O que abandonei:
Não abandonei nenhum livro.

21. Aquele que me fez refletir:
365 Dias Extraordinários da PJ Palacio publicado pela Intrínseca. Se você se apaixonou pelo Auggie e os preceitos do professor Sr. Browe, vai se apaixonar por este livro. Cada dia do ano uma mensagem para refletir.
22. O quote que me marcou:
Espere por Mim da Carol Dias publicado pela The Gift Box tem lindo quotes.
Resenha aqui

Imbatível da Jane Harvey-Berrick e Stuart Reardon publicado pela Editora Record é outro livro com quotes ótimos e que ensinam muito.
Resenha aqui
23. A capa mais bonita:
Nacional: tanta capa linda, mas vou indicar Dandelion da Ruby Lace publicado pela The Gift Box:
Resenha aqui

Internacional: Herdeira do Fogo da série Trono de Vidro da Sarah J, Maas publicado pela Galera Record, mas isso é redundante diante das lindas capas que a série tem
Resenha Herdeira de Fogo #3
24. O casal do ano:
1. Nacional: Mike e Sunshine do livro Sunshine da MS Fayes publicado pela Editora Pandorga. Como não amar este casal? 
 Resenha aqui

2. Internacional: Blay e Qhuinn do livro Amante Finalmente (série Irmandade da Adaga Negra) da JR Ward) publicado pela Universo dos Livros.
25. O personagem do ano:
1. Masculino Nacional: Tony do livro Espere por Mim da Carol Dias publicado pela The Gift Box. Ele chegou no fundo do poço e se reergueu.

2. Masculino Internacional: Edward Alcott do livro O Segredo do Conde da Lorraine Hearth publicado pela Editora Gutenberg. Impossível não se apaixonar por um homem que está disposto a se anular por amor a alguém.

3. Feminino Nacional: Dorothy Miller (Dot) do livro Um Acordo de Cavalheiros da Lucy Vargas publicado pela Bertrand Brasil Ela não aceitou o lugar que a sociedade lhe designou.

4. Feminino Internacional: Kestrel da Trilogia do Vencedor Marie Rutkoski publicado pela Plataforma21. Um personagem que foi fundamental em toda a história.

26. O livro de 2018:
Nacional: Enquanto Houver Tempo da Paola Scott, um enredo atual e com personagens fortes e reais.

Internacional: Princesa das Cinzas da Lauren Sebastian 
Resenha aqui.

27. Autor revelação:
Nacional: Cristina Melo com seu A Missão Agora é Amar e Minha Sentença é Você foi uma grata surpresa para mim. 

Internacional: Jane Harvey-Berrick foi a autora internacional que ganhou meu coração, tanto pela qualidade de suas histórias como pela simpatia.


28. Desafios Literários:
Este ano participei de 2 desafios literários e me saí muito bem. Um foi proposto pelo blog Livreando, e cada mês tínhamos 5 desafios propostos de leitura. Só 1 deles que não cumpri que foi um livro de terror. Todos os outros foram lidos e resenhados. Para ler as resenhas deste desafio, podem clicar aqui.

O outro desafio foi o que chamo de "desafio da sopa de letras", onde a meta é ler um livro que comece com cada letra do alfabeto. Este desafio é proposto por um blog internacional, por isso as letras w, y e k estão inclusas, o que dificulta e muito para mim, visto que não leio em inglês. Mas desde que comecei a fazer este desafio, é o primeiro ano que consigo completar todas as letras sem faltar nenhuma!!! Fiquei tão orgulhosa e feliz!
Leia as resenhas do desafio clicando aqui, ou se preferirem, cliquem nos links das resenhas na aba ao lado.
No quesito desafio literário, eu me dou os parabéns e estou orgulhosa do meu esforço.

29. Quantos livros foram lidos em 2018:
Ano passado eu li 190 livros, este ano foram:

30. Quantos livros nacionais foram lidos em 2018:
Ano passado foram 83 livros, e este ano foram:

Continuo muito feliz com minhas leituras nacionais. Ainda que em 2018 eu aumentei em termos de número bem pouco, pois passei de 43,68% para 44,50% das leituras que fiz neste ano. Um aumento sutil, mas o que me deixou feliz, é que minha meta de ler mais nacionais continua firme.

31. Meta para 2018:
Completar meus desafios literários fazendo os livros que estão parados na minha estante andarem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.

Editoras Parceiras