#Resenha A Tentação de Lila & Ethan #3

Oi amigos, hoje venho com mais uma resenha da série tentação da Jessica Sorensen. Vamos lá?
A Tentação de Lila & Ethan - #3 Tentação - Jessica Sorensen
376 páginas - Geração Editorial
Apesar de ter nascido em berço de ouro, Lila trocaria seu conforto material pelo afeto real e verdadeiro dos pais. A bela família era apenas nas fotografias, pois por dentro era pior que pão bolorento.
Seus pais viviam um casamento de fachada, onde o pai tinha uma amante e sua mãe aceitava ´para não perder o status. Em troca gastava rios de dinheiros em roupas e tratamentos de beleza. Ambos exigiam nada menos que a perfeição de Lila, não apenas na aparência como em seus atos. Ela sentia-se sufocada e sua auto estima era baixíssima, visto que seus pais não perdiam uma oportunidade em falar o quanto ela era inadequada e que fazia tudo errado. Fora os xingamentos a que era submetida.
As coisas pioraram quando aos 12 anos foi enviada para uma internato para mulheres. Depois de um episódio traumático, em vez de ser apoiada e amparada, o que ganhou foram xingamentos absurdos, mais críticas e remédios.
A partir de então, ela entrou em uma descendente, que encontrou seu fundo do poço quando se viu sozinha após a mudança de Ella para morar com Micha. Mas a verdade mesmo é que este fato apenas acelerou o processo de autodestruição que vivia e que escondia muito bem sob uma máscara de alegria e despreocupação.
Condicionada desde pequena a ser perfeita e não demonstrar emoções, ela encobria seus problemas com álcool, remédio e sexo. para sua sorte, Ethan, apesar do jeitão de bad boy, estava a seu lado e disposto a ajudá-la.
Ethan não teve uma infância fácil, cansou de ver o pai espancando a mãe e ainda tinham problemas com dinheiro. , por conta disso, ele aprendeu desde cedo a viver com pouco. Foi por conta do que viu quando criança que ele cresceu não sendo adepto a relacionamentos. Sua única exceção foi com London, uma garota que conheceu nos tempos em que usava drogas. Assim como Ethan, Londo também usava drogas, mas diferente dele, começou a usar drogas mais pesadas, o que causou uma séria briga entre eles. O problema nem foi a briga em si, mas o que aconteceu depois, e que fez Ethan carregar uma culpa até os dias de hoje.
- Desculpas são para os fracos. Se você admitisse que cometeu um erro, e que continua a cometê-los, então talvez fosse capaz de finalmente corrigir seus atos...
Por isso, quando percebeu a situação de Lila, ele sabia que precisava ajudar. Isso não quer dizer que tenha sido uma decisão fácil, pois ele ainda tentava entender seus sentimentos em relação a Lila.
Lila e Ethan viviam uma situação delicada, onde a atração entre eles era palpável e real. O porém era que ambos precisavam resolver seus próprios problemas antes de terem um relacionamento real.
Enquanto Lila lutava contra sua dependência química e tenta nesta jornada descobrir a si mesma, Ethan terá que deixar sua culpa e London no passado, e confiar que o amor nem sempre é sinônimo de dor e sofrimento.
Será que ambos conseguem vencer seus próprios demônios? 
Tem gente que não nasceu para ter filhos, e é de cair o queixo os absurdos que os pais de Lila fazem com ela. Seria muito difícil para ela crescer uma pessoa sem problemas psicológicos na forma distorcida em que foi criada. Foi complicado descobrir tudo o que Lila sofreu e as consequências que isso ocasionou para sua vida. Torci muito por ela.
Eu faria qualquer coisa, desde que refletisse a pessoa é essa pessoa. Só conheço o "eu" que a minha mãe criou.
Infelizmente Ethan carregava uma culpa sem sentido, e não gostei da pressão que a mãe de London fazia sobre ele, ainda mais pela vida que London levava. cada um é responsável pelos próprios atos.
Foi uma leitura intensa, até pelos problemas levantados no enredo. Gostei e recomendo.
Perdeu as resenhas dos livros anteriores? Então clique abaixo e confira!
#1 O Segredo de Ella & Micha
#2 O Para Sempre de Ella & Micha

#Resenha A Tentação de Lila & Ethan #3

Oi amigos, hoje venho com mais uma resenha da série tentação da Jessica Sorensen. Vamos lá?
A Tentação de Lila & Ethan - #3 Tentação - Jessica Sorensen
376 páginas - Geração Editorial
Apesar de ter nascido em berço de ouro, Lila trocaria seu conforto material pelo afeto real e verdadeiro dos pais. A bela família era apenas nas fotografias, pois por dentro era pior que pão bolorento.
Seus pais viviam um casamento de fachada, onde o pai tinha uma amante e sua mãe aceitava ´para não perder o status. Em troca gastava rios de dinheiros em roupas e tratamentos de beleza. Ambos exigiam nada menos que a perfeição de Lila, não apenas na aparência como em seus atos. Ela sentia-se sufocada e sua auto estima era baixíssima, visto que seus pais não perdiam uma oportunidade em falar o quanto ela era inadequada e que fazia tudo errado. Fora os xingamentos a que era submetida.
As coisas pioraram quando aos 12 anos foi enviada para uma internato para mulheres. Depois de um episódio traumático, em vez de ser apoiada e amparada, o que ganhou foram xingamentos absurdos, mais críticas e remédios.
A partir de então, ela entrou em uma descendente, que encontrou seu fundo do poço quando se viu sozinha após a mudança de Ella para morar com Micha. Mas a verdade mesmo é que este fato apenas acelerou o processo de autodestruição que vivia e que escondia muito bem sob uma máscara de alegria e despreocupação.
Condicionada desde pequena a ser perfeita e não demonstrar emoções, ela encobria seus problemas com álcool, remédio e sexo. para sua sorte, Ethan, apesar do jeitão de bad boy, estava a seu lado e disposto a ajudá-la.
Ethan não teve uma infância fácil, cansou de ver o pai espancando a mãe e ainda tinham problemas com dinheiro. , por conta disso, ele aprendeu desde cedo a viver com pouco. Foi por conta do que viu quando criança que ele cresceu não sendo adepto a relacionamentos. Sua única exceção foi com London, uma garota que conheceu nos tempos em que usava drogas. Assim como Ethan, Londo também usava drogas, mas diferente dele, começou a usar drogas mais pesadas, o que causou uma séria briga entre eles. O problema nem foi a briga em si, mas o que aconteceu depois, e que fez Ethan carregar uma culpa até os dias de hoje.
- Desculpas são para os fracos. Se você admitisse que cometeu um erro, e que continua a cometê-los, então talvez fosse capaz de finalmente corrigir seus atos...
Por isso, quando percebeu a situação de Lila, ele sabia que precisava ajudar. Isso não quer dizer que tenha sido uma decisão fácil, pois ele ainda tentava entender seus sentimentos em relação a Lila.
Lila e Ethan viviam uma situação delicada, onde a atração entre eles era palpável e real. O porém era que ambos precisavam resolver seus próprios problemas antes de terem um relacionamento real.
Enquanto Lila lutava contra sua dependência química e tenta nesta jornada descobrir a si mesma, Ethan terá que deixar sua culpa e London no passado, e confiar que o amor nem sempre é sinônimo de dor e sofrimento.
Será que ambos conseguem vencer seus próprios demônios? 
Tem gente que não nasceu para ter filhos, e é de cair o queixo os absurdos que os pais de Lila fazem com ela. Seria muito difícil para ela crescer uma pessoa sem problemas psicológicos na forma distorcida em que foi criada. Foi complicado descobrir tudo o que Lila sofreu e as consequências que isso ocasionou para sua vida. Torci muito por ela.
Eu faria qualquer coisa, desde que refletisse a pessoa é essa pessoa. Só conheço o "eu" que a minha mãe criou.
Infelizmente Ethan carregava uma culpa sem sentido, e não gostei da pressão que a mãe de London fazia sobre ele, ainda mais pela vida que London levava. cada um é responsável pelos próprios atos.
Foi uma leitura intensa, até pelos problemas levantados no enredo. Gostei e recomendo.
Perdeu as resenhas dos livros anteriores? Então clique abaixo e confira!
#1 O Segredo de Ella & Micha
#2 O Para Sempre de Ella & Micha

Editoras Parceiras