#Resenha Imbatível

Oi amigos, hoje eu tenho a resenha de um livro que eu estava aguardando ansiosamente e que foi lançado no último dia 10 no evento The Gift Day que aconteceu no Rio de Janeiro. Espero que gostem!

Imbatível - Jane Harvey-Berrick e Stuart Reardon
392 páginas - Editora Record
Quando li o prólogo deste livro, na hora coloquei na lista de futuras leituras. Sou apaixonada por esportes e enredos de superação, são no mínimo, inspiradores. A curiosidade era tanta que comecei a ler em inglês mesmo, mas por ler mais lentamente, não cheguei a finalizar. Por isso, logo que peguei meu exemplar em mãos, já comecei a leitura na viagem de volta à São Paulo.
Jane é uma autora experiente e conhecida, e apesar de ter alguns livros dela anotados para leitura, ainda não conheço o trabalho dela. Junte a isso, o fato deste ser o primeiro trabalho de Stuart como autor, e o resultado é uma incógnita total.
O livro começa do jeito que eu esperava. Aos 26 anos, o jogador de rugby, Nick Renshaw, sofre uma grave contusão em seu último jogo pelo pequeno time de Rotherham. Nick estava com o contrato fechado para fazer sua primeira temporada em um time de ponta da Premiership. Juntando isso, e o fato dele está prestes a ficar noivo de Molly, sua namorada há três anos, Nick estava em um bom momento de sua vida.
Mas tudo isso ficou em segundo plano diante de sua contusão. Ele iria passar por uma operação delicada e um longo período de recuperação. E nada disso era garantia dele voltar a ser o jogador que era antes da contusão, ou mesmo que um dia podeira voltar a jogar rugby.
Para um atleta, não é só o corpo que tem que está em forma, sua mente também, e a de Nick não andava em ordem. Por conta disso, seu atual clube, o Manchester Minotaurs contratou a Dr. Anna Scott, uma psicóloga especializada em esportes para trabalhar com ele. Anna conseguiu dar uma nova esperança para Nick.
O problema é que ele estava passando por um inferno astral, e nada é tão ruim que não possa piorar ainda mais, e ele acabou sentindo isso na pele. Mal tendo se recuperado de sua contusão, ele recebe uma notícia que lhe tira totalmente o chão, e quando vai buscar o apoio das pessoas que mais confia, o que descobre é uma trilha de traições, que joga o atleta no limbo de vez.
Marginalizado e sem amigos, ele vê sua carreira virar pó. No fundo do poço ele conhece de perto o inferno e se entrega ao vício e a depressão. E quando já não podia descer mais, ele cai em si e resolve lutar, não só por ele, mas também por sua família, um dos poucos que ficaram a seu lado, apesar de tudo.
E foi neste cenário que a presença e os ensinamentos de Anna fizeram a diferença na vida de Nick. Aos pouco, e um passo de cada vez, ele foi retomando sua vida. Mas a caminhada era longa e difícil, mente e corpo eram constantemente testados.
A relação de Anna e Nick vai se transformando, o que coloca em risco a carreira que Anna tanto lutou para ter. Enquanto tentam equilibrar as coisas, eles são vítimas de boatos que colocam ambos de volta ao olho do furacão. De mãos atadas, Nick é obrigado a ver  mídia e as redes sociais destruírem rapidamente o que Anna demorou anos para construir.
A verdade era apenas um detalhe sem importância diante da ânsia dos cinco minutos de fama. Em um mundo onde as sub celebridades surgem a todo instante, o que vale mesmo é dar as notícias bombásticas, não importando se são falsas e verdadeiras, e estar sempre em evidência. Mas a que preço? Quando a sua culpa já foi julgada e estampada em todos os jornais, será que vale a pena continuar lutando pela verdade? 
Jane e Stuart conseguiram me surpreender totalmente com os rumos que deram para o enredo. Não ficaram apenas na superação de um atleta que corria o risco de encerrar precariamente sua carreira, ou mesmo em um romance entre os personagens. Eles foram além. Em um mundo competitivo dos esportes e com a velocidade das redes sociais, eles mostraram como o mal uso de um e a solidão causado pelo outro, pode afetar a vida das pessoas. É muito duro ver seus sonhos desmoronarem e você não poder fazer nada. A solidão, o medo e a insegurança estão retratados perfeitamente neste processo em que Nick é a peça central. Em contrapartida, na outra ponta temos Anna sendo moralmente julgada pela mídia, e tendo sua vida pessoal e profissional virada ao avesso pelos jornais e redes sociais. E como ocorre na vida real, nada que se faça consegue voltar ao que era antes desta violência exercida e sem controle causada pela curiosidade desenfreada das pessoas. 

Um enredo que prende desde o início, e que leva o leitor a várias emoções. Eu xinguei, quis bater, torci, me emocionei e suspirei, tudo em um curto espaço de tempo. Um livro que superou minhas expectativas, não só pela qualidade do texto, como principalmente pela realidade dos fatos usados na construção do enredo. Se vale a pena a leitura? Com certeza!
Eu tive o prazer de ir no evento de lançamento do livro, e quero deixar com vocês algumas das fotos que tirei por lá:




Para finalizar, deixo com vocês o book trailer do livro:

Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário 2018 no item com a letra "I". Para ler outras resenhas do desafio, basta clicar na imagem abaixo:


#Resenha Imbatível

Oi amigos, hoje eu tenho a resenha de um livro que eu estava aguardando ansiosamente e que foi lançado no último dia 10 no evento The Gift Day que aconteceu no Rio de Janeiro. Espero que gostem!

Imbatível - Jane Harvey-Berrick e Stuart Reardon
392 páginas - Editora Record
Quando li o prólogo deste livro, na hora coloquei na lista de futuras leituras. Sou apaixonada por esportes e enredos de superação, são no mínimo, inspiradores. A curiosidade era tanta que comecei a ler em inglês mesmo, mas por ler mais lentamente, não cheguei a finalizar. Por isso, logo que peguei meu exemplar em mãos, já comecei a leitura na viagem de volta à São Paulo.
Jane é uma autora experiente e conhecida, e apesar de ter alguns livros dela anotados para leitura, ainda não conheço o trabalho dela. Junte a isso, o fato deste ser o primeiro trabalho de Stuart como autor, e o resultado é uma incógnita total.
O livro começa do jeito que eu esperava. Aos 26 anos, o jogador de rugby, Nick Renshaw, sofre uma grave contusão em seu último jogo pelo pequeno time de Rotherham. Nick estava com o contrato fechado para fazer sua primeira temporada em um time de ponta da Premiership. Juntando isso, e o fato dele está prestes a ficar noivo de Molly, sua namorada há três anos, Nick estava em um bom momento de sua vida.
Mas tudo isso ficou em segundo plano diante de sua contusão. Ele iria passar por uma operação delicada e um longo período de recuperação. E nada disso era garantia dele voltar a ser o jogador que era antes da contusão, ou mesmo que um dia podeira voltar a jogar rugby.
Para um atleta, não é só o corpo que tem que está em forma, sua mente também, e a de Nick não andava em ordem. Por conta disso, seu atual clube, o Manchester Minotaurs contratou a Dr. Anna Scott, uma psicóloga especializada em esportes para trabalhar com ele. Anna conseguiu dar uma nova esperança para Nick.
O problema é que ele estava passando por um inferno astral, e nada é tão ruim que não possa piorar ainda mais, e ele acabou sentindo isso na pele. Mal tendo se recuperado de sua contusão, ele recebe uma notícia que lhe tira totalmente o chão, e quando vai buscar o apoio das pessoas que mais confia, o que descobre é uma trilha de traições, que joga o atleta no limbo de vez.
Marginalizado e sem amigos, ele vê sua carreira virar pó. No fundo do poço ele conhece de perto o inferno e se entrega ao vício e a depressão. E quando já não podia descer mais, ele cai em si e resolve lutar, não só por ele, mas também por sua família, um dos poucos que ficaram a seu lado, apesar de tudo.
E foi neste cenário que a presença e os ensinamentos de Anna fizeram a diferença na vida de Nick. Aos pouco, e um passo de cada vez, ele foi retomando sua vida. Mas a caminhada era longa e difícil, mente e corpo eram constantemente testados.
A relação de Anna e Nick vai se transformando, o que coloca em risco a carreira que Anna tanto lutou para ter. Enquanto tentam equilibrar as coisas, eles são vítimas de boatos que colocam ambos de volta ao olho do furacão. De mãos atadas, Nick é obrigado a ver  mídia e as redes sociais destruírem rapidamente o que Anna demorou anos para construir.
A verdade era apenas um detalhe sem importância diante da ânsia dos cinco minutos de fama. Em um mundo onde as sub celebridades surgem a todo instante, o que vale mesmo é dar as notícias bombásticas, não importando se são falsas e verdadeiras, e estar sempre em evidência. Mas a que preço? Quando a sua culpa já foi julgada e estampada em todos os jornais, será que vale a pena continuar lutando pela verdade? 
Jane e Stuart conseguiram me surpreender totalmente com os rumos que deram para o enredo. Não ficaram apenas na superação de um atleta que corria o risco de encerrar precariamente sua carreira, ou mesmo em um romance entre os personagens. Eles foram além. Em um mundo competitivo dos esportes e com a velocidade das redes sociais, eles mostraram como o mal uso de um e a solidão causado pelo outro, pode afetar a vida das pessoas. É muito duro ver seus sonhos desmoronarem e você não poder fazer nada. A solidão, o medo e a insegurança estão retratados perfeitamente neste processo em que Nick é a peça central. Em contrapartida, na outra ponta temos Anna sendo moralmente julgada pela mídia, e tendo sua vida pessoal e profissional virada ao avesso pelos jornais e redes sociais. E como ocorre na vida real, nada que se faça consegue voltar ao que era antes desta violência exercida e sem controle causada pela curiosidade desenfreada das pessoas. 

Um enredo que prende desde o início, e que leva o leitor a várias emoções. Eu xinguei, quis bater, torci, me emocionei e suspirei, tudo em um curto espaço de tempo. Um livro que superou minhas expectativas, não só pela qualidade do texto, como principalmente pela realidade dos fatos usados na construção do enredo. Se vale a pena a leitura? Com certeza!
Eu tive o prazer de ir no evento de lançamento do livro, e quero deixar com vocês algumas das fotos que tirei por lá:




Para finalizar, deixo com vocês o book trailer do livro:

Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário 2018 no item com a letra "I". Para ler outras resenhas do desafio, basta clicar na imagem abaixo:


Editoras Parceiras