#Resenha: Tentação Sem Limites

Oi amigos, hoje eu tenho mais uma leitura Hot, por isso vocês menores de idade (18 naos), por favor, passem longe...
Proibido para menores de 18 anos

Tentação Sem Limites - vol.2 série Rosemary Beach (#2 Sem Limites) - Abbi Glines
208 páginas - Editora Arqueiro
o final do volume 1, temos a separação traumática do casal de protagonistas. Cada um foi para o seu lado com o coração ferido.
Neste volume conhecemos a forma como eles lidaram com a situação e como decidiram seguir em frente.
Rush Finlay se fechou. Parou com as festas, as bebedeiras e gandaia em geral. Andava abatido e de péssimo humor. Estas semanas sem Blaire estavam sendo um inferno para ele.
Blaire também não estava se saindo melhor. Em uma completa tristeza acabou emagrecendo muito. Estava abatida e sem grandes expectativas, morando de favor na casa da avó de seu namorando de infância Cain.
Sem nenhum esperança de um dia voltar para Rush, Blaire acaba descobrindo que afastar Rush inteiramente de sua vida não será possível. Eles teriam que entrar em um acordo...

"Isso é viciante. Ninguém deveria ter um gosto tão doce, Blaire. Nem mesmo você." (pág. 131)

Sem saber o que fazer e totalmente perdida com suas ideias, Blaire acaba aceitando voltar para Rosemary Beach e dividir o apartamento com Beth. Pelo menos até conseguir entender melhor o caos que estava a sua volta.
Rush vê então uma grande e talvez a única oportunidade de consertar toda a burrice que fez Blaire se afastar dele. Ele ia aproveitar esta situação para provar que a amava e não conseguia viver sem ela.

"Que merda eu estava perguntando? Se eles estavam o quê? Porra. Eu não queria saber isso." (pág. 60)

Acontece que isso não seria nada simples. Blaire não consegue perdoá-lo totalmente, apesar de entender seus motivos. Rush ainda vai ter que administrar a raiva que as idiotas da sua mãe e irmã sentem de Blaire. Acrescentem ainda Cain, ex de Blaire, que quer de todas as formas que ela volte para ele. Sem falar do Woods, que está com o péssimo (e fofo) costume de querer proteger Blaire.

"Você já fez o bastante. Deixe-a em paz, Rush. Ela não precisa passar por isso. Não  agora. - rugiu Woods." (pág.104)

É, as coisas não iriam ser nada fáceis... Para cada passo certo que ele dava, parece que outros dois errados apareciam. Por mais que ele quisesse ser o melhor para Blaire, não estava conseguindo mostrar na prática o seu amor por ela... Talvez fosse mesmo melhor aprender a viver sem ela...
Devo dizer que a continuação foi muito boa, manteve a expectativa do volume anterior, por isso, quem leu e gostou, provavelmente vai gostar deste também.
Continuo detestando Nan. Guria mais egoísta, mimada e infantil... Coloque neste pacote a Georgiana, mãe de Rush e Nan, outra maçã podre. Não entendo como duas pessoas que dizem amar tanto a outra, fazem de tudo vara derrubá-lo. Quando a Nan disse que ele teria que escolher entre o amor dela e o de Blaire eu tive vontade de esganá-la! Acho ridícula esta picuinha. Não existe eu amo mais, eu amo menos, são amores diferentes.
Uma pena que Rush apesar de tentar, e vemos que ele realmente tenta, ainda se deixa levar por chantagens emocionais.

"Não se torne como eu. Não a decepcione como eu fiz. Nós só merecemos aquilo que fazemos por merecer. Faça o que eu não tive consegui fazer. Seja um homem." (pág. 178)

As cenas entre os dois continuam quentes. Continuo não gostando quando Rush chama Blaire de gata, mas isso é implicância minha mesmo. Acho que os fãs do gênero e que conhecem a forma de escrita da autora vão gostar.
*Livro cedido em cortesia pela editora.
a Rafflecopter giveaway

0 comentários:

Postar um comentário

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.