#Resenha: A Máquina de Contar Histórias



A Máquina de Contar Histórias - Maurício Gomyde

192 páginas - Editora Novas Páginas 

Apesar do livro ter poucas páginas, a intensidade da história supera tudo. É uma história triste até certo ponto e tão real ao mesmo tempo que poderia acontecer com qualquer pessoas. Na verdade a história gira em torno da reconquista do amor familiar. Mostra que o sucesso e a ascensão financeira não é nada se não há o amor dentro da família.
Outra coisa bem interessante no livro são as dicas para quem quer ser escritor, nada muito aprofundado, porém uma iniciação que pode estimular  muitos pretensos autores iniciantes. Mostra que as técnicas podem facilitar bastante, mas tem que ter emoção, criatividade e inteligência interior.
“A paixão tem que fazer parte da vida do escritor, para que as palavras venham carregadas da credibilidade que o leitor merece; Eu não conseguiria escrever com amor sobre aquilo que não conheça; A inspiração para as personagens vem de coisas que eu leio, vejo e vivencio. Meus amigos, familiares e minhas filhas sempre estão nas histórias. As respostas também nunca mudavam.” (págs. 10/11)
Gostei demais das citações musicais. Músicas da minha época, anos 80 e 90 que trouxeram grandes recordações, além da grande sensibilidade do escritor em termos musicais, outra realidade que ele vive.
E, talvez, nada tenha haver, mas achei bem legal a coincidência: a família M do Maurício e a família V da personagem Vinícius, mulher e duas filhas. Mostra para mim que os escritores usam sim as experiências observadas ou vividas para colocar os enredos em seus livros.
Sou bem fã do Maurício há muito tempo, já li vários dos livros dele e a cada novo fico mais encantada. O que posso dizer é que leiam, o livro é fabuloso, carregado de emoção e de conhecimento.
Altamente inspirativo!!

Aproveitem e fiquem com o Book Trailer do livro:
a Rafflecopter giveaway

0 comentários:

Postar um comentário

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.