#Resenha Minha Vez de Brilhar


Oi amigos, este foi mais um livro que recebi de presente da minha querida amiga Elis (A Magia Real). É um livro voltado para o público juvenil, mas a mensagem passada pode ser lida por todos.

Minha Vez de Brilhar - Erin E. Moulton
288 páginas - Editora #irado

Indie Chickory não era uma garota igual a tantas outras da sua idade. Tem uma lagosta dourada de estimação além de uma verdadeira fascinação pelos bichos marítimos. Ela até sabe o nome de todos eles...
Esse negócio de se arrumar igual a uma "delicada boneca" não era com ela. Por conta disso sua adorada irmã Bibi estava mais afastada dela.
É justamente quando ela perde seu bichinho de estimação que ela decide fazer um pedido muito importante para sua estrela: reencontrar sua lagosta  Monty e que Bibi volte a gostar dela. Em troca ela promete ser a melhor "Chickory" de todos os tempos.
Tentando se adaptar no mundo da irmã, e assim fazê-la amá-la novamente, Indie percebe que  tem que mudar muitas de suas atitudes e características. Aos poucos Bibi e ela começam a se entender melhor.

"Agora, basta você se comportar de forma casual amanhã. Controlada - diz Bibi. (pág. 79)

Ela também está procurando Monty religiosamente, e passa a contar com a ajuda de Owen, o garoto nerd que se mudou a pouco tempo para a cidade.
Ela que está tentando fazer tudo certo para que os outros gostem dela e se orgulhem dela, começa a perceber que está pagando um preço muito alto por isso.
Quando ela está prestes a perder seu verdadeiro e único amigo, ela vê que para ser uma pessoa melhor não precisa mudar sua essência. Resta saber se ela ainda vai ter tempo para consertar todos os seus erros.

"Ela só se preocupa com si mesma e com sua maldita peça, e em ser perfeita. É ela que estraga tudo, não eu" (pág. 266)

Mais um livro do selo #irado que como eu já disse, é voltado para o público juvenil. Uma história simples e fofa, mas com uma mensagem muito importante. Em uma idade onde queremos encontrar nossa "tribo", é importante lembrar que aqueles que realmente gostam de nós, nos aceitaram do nosso jeito, com tudo o que somos e temos para oferecer. Quando precisamos mudar e podar aquilo que somos e acreditamos, é porque alguma coisa está errada. Ninguém é perfeito, seja lá a idade que temos ou o que somos.
Parabéns ao trabalho gráfico da editora, um charme a parte...
E mais uma vez, obrigada Elis pelo belo presente.

a Rafflecopter giveaway

14 comentários:

  1. Parece ser muito fofo esta história. Livros assim são ótimos pra se ler em um dia. Principalmente se o tema for como este. pra mim é um prato cheio. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Concordo contigo, passam uma mensagem ótima. Ele é fofo sim.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  3. Oi Rose,
    Sabia que ia gostar da leitura, esse livro é muito fofo. Realmente é ótimo saber que quem gosta da gente, tem de gostar como somos.


    Belas palavras....bjus Elis!!!
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Acertou em cheio Elis. Já até falei para o meu pretinho ler.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  5. thailaoliveira726/8/14

    gosto da Erin enquanto autora, o livro anterior dela deixou uma boa impressão!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ser Leitora26/8/14

    Gostei bastante da resenha, o livro parece ser encantador! É tão bom ler de vez em quando livros voltados para o público mais jovem, porque nos faz lembrar de coisas simples da vida, mas que são importantes!!

    Beijinhos
    www.serleitora.com.br

    ResponderExcluir
  7. É verdade, este aqui é um bom exemplo.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  8. Este foi o primeiro livro que li dela. Vou querer ler outros.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  9. Eu particularmente não gostei muito da leitura dessa obra. Após a ótima experiência com "A Jornada", esperava muito mais, ainda assim não dá para negar a ótima mensagem da autora.


    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oliveira31/8/14

    Não conhecia esse livro Rose e me encantei, gosto muito de livros juvenis, e esse parece bem fofo!

    ResponderExcluir
  11. É fofo mesmo Cínthia. Leia quando puder.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. Oi Ricardo, não li A Jornada para comparar, mas juntando a mensagem passada e para o público indicado, acho que a autora cumpriu bem o papel.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  13. Desbravadores de Livros9/9/14

    Parece uma história fofinha, Rose, bastante comovente e que apesar de ser voltada para o público juvenil, nos passa uma lição, de alguma forma. Adorei isso.
    Eu já queria ler de antes e vendo a resenha e comentários sobre o livro, a vontade aumentou. Confesso que queria ler porque só tinha visto a capa nos lançamentos rs. Agora quero ler porque li a história.

    ResponderExcluir
  14. Eu faço isso direto, querer o livro apenas pela capa... Mas este tem um conteúdo bom também, mas não esqueça que é para o público juvenil, ou seja, é simples, mas boa.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.