Primeiros Socorros: Engasgo

Olá amigos, vocês se lembram daquele curso de primeiros socorros que fiz na escola dos meus filhos? Pois é, hoje vim dividir com vocês as dicas para quem tiver problemas de engasgos e como proceder nestes casos.
As crianças, em especial os bebês sofrem muito com problemas de engasgos. A polícia sempre recebe pedido de socorro pelo telefone com crianças que não estão respirando. Para saber como proceder, dê uma olhada nas ilustrações abaixo:

Sentado em uma cadeira e coloque a criança deitada de bruços sobre a sua coxa, deixando a cabecinha mais baixa que o quadril. Segure o queixo, para manter a boquinha aberta e, com a base da outra mão, dê cinco tapas no alto das costas

Vire a criança de frente, mantendo a cabeça abaixo do quadril e, em seguida, faça cinco compressões no peito com os dedos. Repita as manobras alternando a posição da criança até que ela expulse o alimento e saia do engasgo.


Caso a criança ou o adulto esteja consciente, abrace a vítima por trás, com a sua mão fechada (polegar junto ao corpo) e posicionada no meio da barriga, entre o umbigo e o peito. Agarre o punho e pressione rapidamente de baixo para cima, várias vezes, sem tocar nos ossos da costela.

Em casos de desmaio, após a desobstrução das vias aéreas (ou seja, assim que o alimento ou objeto engolido é expulso pelas manobras ao lado), é preciso verificar se ainda há algum vestígio de respiração. Se isso ocorre, é só aguardar o resgate. Caso contrário, deve-se tentar a manobra tradicional de reanimação: faça ventilação (respiração boca a boca) e massagem cardíaca sem parar durante um minuto. Nos bebês, a compressão no peito é feita apenas com os dedos, em uma freqüência de duas ventilações para cada cinco compressões. Em crianças e adultos, são duas ventilações a cada 15 massagens e, neste caso, pode-se usar a palma das mãos. 

Caso a criança ou o adulto esteja desmaiada, o ideal é agir como na ilustração ao lado: sente-se nas pernas dela, junte as mãos e pressione na região entre o umbigo e o peito, de baixo para cima e sem encostar nas costelas. Assim que o alimento for expulso, vire a vítima de lado para que ela possa respirar.

Em qualquer um dos casos, não exite em pedir ajuda, ligue 190 e explique com calma ao policial o que está acontecendo.
Aliás, aproveite e anote os telefones de emergência: 

  • Corpo de Bombeiros: 193;
  • Defesa Civil: 199;
  • Polícia Civil: 147;
  • Polícia Militar: 190;
  • Pronto socorro: 192
Espero que vocês nunca precisem destes telefones, mas eles são importantes e podem salvar vidas, por isso é mais do que necessários tê-los sempre a mão.
Um bom dia para todos e até mais.



5 comentários:

  1. Tem certas dicas que são uteis para uma vida. Adorei a postagem e espero mais e mais. O pessoal acha que sabe fazer as coisas na hora do vamos ver, mas senão soube chame quem sabe. 

    ResponderExcluir
  2. É verdade Suellen, quanto menos tempo se perdem chamando socorro, mas são as chances da pessoa sobreviver. Em minha opinião todos nós, inclusive as crianças, deveríamos ter uma noção de primeiros socorros.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. É verdade Suellen, quanto menos tempo se perdem chamando socorro, mas são as chances da pessoa sobreviver. Em minha opinião todos nós, inclusive as crianças, deveríamos ter uma noção de primeiros socorros.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Muito boa as dicas
    Bacio, Selene Blanchard

    Modaeeu.blogspot.com

    Espero sua visita

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.