#Resenha Eu Te Darei o Sol

Eu já tinha lido um outro livro da Jandy Nelson, por isso quando vi este título, tinha certeza que emoções estavam por vim, e não me enganei...
Eu Te Darei o Sol - Jandy Nelson
384 páginas - Editora Novo Conceito
Jude e Noah além de irmãos gêmeos tem uma ligação profunda. Esta ligação começa a sofrer abalos quando eles atingem a adolescência.
Jude gosta de aventura, é extrovertida, cheia de amigos, a queridinha do papai e da vovó.
Noah já é o contrário, tímido, não tem amigos, inteligente e adora desenhar. Ele desenha até em pensamentos, e vive em seu próprio mundo cheio de telas e imagens.
Ambos estão descobrindo sua sexualidade. Jude testando seus limites e querendo atenção, Noah tentando entender os próprios sentimentos e a si mesmo.
Por conta de suas particularidades, Noah sofre bullying na escola, fazendo com que se isole ainda mais.
A fase não anda fácil, e Jude vive brigando com sua mãe Diana, que não aceita a fase "piriguete" dela. As coisas pioram quando Diana avisa que a avó (falecida a três meses) entrou em contato para avisar que eles, Jude e Noah, deveriam estudar na CSA (escola secundária de belas artes).
O pai deles, Benjamin, não vê com bons olhos este "lado espiritual" da família, quer dizer, de sua falecida mãe e agora de sua esposa e filha. Ele como "homem da ciência" não acredita em "mensagens do além" ou "crendices". Mas Diana e Jude encaram isso de uma forma normal, corriqueira. A verdade é que Jude não gostou nada da mensagem da amada avó, pois o que ela quer mesmo é ir para o colégio Roosevelt, onde sua turma descolada estará. Claro que Noah amou a novidade, e passou a fazer vários planos e desenhos, o que acabou aproximando ele de sua mãe, para raiva de Jude.
Um abismo está crescendo dentro da família, não só entre os irmãos, mas entre os pais também. É quando Noah conhece Brian, um vizinho que está passando as férias escolares na casa ao lado. Eles tornam-se unha e carne, e Noah acha que enfim encontrou alguém que o entenda e o aceite como é.
Jude tenta se intrometer entre Noah e Brian, e acaba o tiro atingindo a ela mesma, pois toda sua turma passa a ver Noah com outros olhos.
A rixa entre os irmãos parece não ter fim, e a raiva por está sendo preterida pela mãe e até pelos amigos, faz Jude dar uma bela facada bem no coração do irmão que inconformado acaba se afastando.

As coisas estão bem confusas, os pais estão se separando. Jude e Noah não se falam mais. Então vem o que ninguém poderia imaginar, e o resultado é uma verdadeira bola de neve que está esmagando a todos.
Jude e Noah meio que trocam de personalidades. A traição de Jude e a sequência de acontecimentos fizeram Noah esquecer seus sonhos e paixões. Em contrapartida, Jude que outrora era o centro das atenções, agora está isolada em si mesma, e mais sozinha do que nunca.
Mesmo vivendo na mesma casa, os irmãos parecem viver a quilômetros de distância um do outro, e o pior é que não conseguem encontrar uma ponte onde possam se reencontrarem.
Um ultimato do professor, joga Jude em uma missão dentro de si mesma. Ela vai ter que encarar seus medos e erros se quiser terminar esta escultura. Para facilitar um pouco (já que as coisas estão fáceis mesmo...), a única pessoa capaz de ajudá-la é Guilhermo, um talentoso escultor atormentado por uma dor que ninguém sabe de onde vem. Ninguém, a não ser seu discípulo Oscar.
Oscar é um rapaz com um passado pesado, e que foi salvo por Guilhermo. Eles são como pai e filho, onde cada um sabe a dor e os tormentos que o outro sofre. Oscar pode ser mais um problema que Jude terá que enfrentar.
E por mais louco que tudo pode parecer, Jude sabe que esta escultura é a única forma que ela conhece que pode liberar sua família da dor que está esmagando a todos. É hora de colocar todas as cartas na mesa e despir a alma dos pecados cometidos.
Um livro único, com diversas emoções. Jandy joga o leitor em uma montanha russa, onde não sabemos qual será o percurso e nem mesmo o final.
Com muita propriedade ela mistura amores proibidos, traições, raiva, inveja, amizade, mentira, perdão, sonhos, medos, bullying, resgate, esperança e fé, levando o leitor a questionar decisões que foram feitas para protegerem a família.
Decisões que por melhores que tenham sido as intenções, acabaram afastando uns dos outros por conta dos segredos e mentiras que elas acobertaram. Percebemos que a verdade acaba sendo sempre a melhor saída, mesmo que para ter esta verdade sejamos obrigados a enfrentar a dor, o medo e o preconceito.
Leiam sem medo, e tenham em mente que não é fácil querer dar o sol para alguém, mas que toda forma de amor vale a pena, o problema é ter a coragem necessária para assumir.
a Rafflecopter giveaway

19 comentários:

  1. Caramba!!! Tudo isso mesmo?
    Eu já espero me emocionar com o livro. Pelo menos o tanto quanto me emocionei com o primeiro livro que li da autora, que por sinal eu adoro!

    Achei linda a resenha e não vejo a hora de ler o livro!!!

    Bjkssssss

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lelê, também me emocionei com o outro livro dela.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  2. achei a história inteira singela, delicada, tratando de diversos temas atuais com extrema delicadeza, falando de sentimentos que são tão reais que parece que a história ganha mais vida!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. peguei o livro emprestado e foi o melhor livro que já li esse ano pelo menos até agr"Eu te darei o Sol" é uma obra muito linda, que nos ensina os valores das coisas que temos em nossa vida, das pessoas ao nosso redor. Ensina que nunca devemos desistir de nossos sonhos e que nunca é tarde demais para consertar as coisas. ótima resenha =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clarice, também peguei emprestado e foi mesmo uma leitura excelente!
      Bjs, Rose.

      Excluir
  4. Tá na listinha pra ler ^_^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mesmo, e prepara o lenço! Obrigada por me emprestar :)
      Bjs, Rose.

      Excluir
  5. Oi ^^

    Já li algumas resenhas deste livro e devo dizer que todas elas foram muito boas, mas apesar de ver tantos elogios e pontos altos da obra, não sinto muita vontade de lê-lo :(

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena, como eu disse no início da resenha, só o título já me conquistou de cara.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Ai Rose... adorei a sua resenha mas sabe quando vc não sabe o que pensar sobre o livro? Não sei se o leria no momento, mesmo parecendo ser lindo, mas com certeza no futuro leria.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mayara, o livro é intenso que quando fiz a resenha fiquei com medo de ter deixado o texto confuso, espero que isso não tenha te atrapalhado. Indico o livro, mesmo que não seja para ser lido agora.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  8. Eu li esse livro e adorei. Noah é o meu personagem preferido. E queria muito que ele tivesse aparecido mais. Porém o autor focou mais na irmã, não que tenha sido ruim, mas acho que Noah tinha mais para nos dar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nilda, também gostei muito do Noah, ainda mais por ter ficado muito revoltada com a Jude, então seria melhor ainda se tivéssemos mais dele no enredo.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  9. Adorei a resenha, mas não me animei em ler não! rs...
    Não curti a capa e não estou muito a fim de um livro com tantas emoções! rs...
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camis, eu já gostei da capa, aliás, ela e o título que me fizeram querer ler.
      Bjs, Rose

      Excluir
  10. Oi Rose,
    Demorei a aparecer aqui, já tinha lido a resenha e tem razão é difícil dar o sol a alguém, quando me aventurar nessas páginas espero gostar tanto quanto você. Todos que me comentam da obra falam bem. Boa leituras!!!

    Beijos Elis
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Elis, espero que goste mesmo. Quero depois conferir sua opinião.
      Bjs, Rose.

      Excluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.