#Resenha O Lago Místico




Oi amigos, hoje a querida Rudy nos reservou a resenha de uma autora que eu gosto muito e que sempre me emociona em seus livros, Kristin Hannah. Então, vamos conhecer mais um livro dela pelos olhos da Rudy:

O Lago Místico - Kristin Hannah
365 páginas - Editora Novo Conceito


Annie Colwater tornara-se a esposa e mãe perfeita durante os dezenove anos que vive com marido Blake, namorado desde os tempos de faculdade e seu grande amor, e, a filha Natalie.
Blake é advogado renomado, pensa apenas em status e no trabalho. Não acompanhou o desenvolvimento da filha, não sabe lidar com problemas do cotidiano,não sabe demonstrar amor e acredita que presentes caros podem superar tudo.Annie sempre colocou ‘panos quentes’ nas ausências de Blake.
Natalie está com 17 anos é independente e resolve se formar mais cedo indo passar o resto do ano em Londres.
No retorno do aeroporto, sem que Annie esperasse, Blake joga a ‘bomba’: quer o divórcio. Está tendo um caso há quase um ano com Suzannah, a nova advogada sênior da empresa e não quer mais ficar casado.
O mundo de Annie desaba, tudo que ela sabia fazer era ser esposa e mãe e perdeu as duas coisas no mesmo dia.
Annie resolve voltar para Mystic, onde foi criada pelo pai Hank Bourne após a morte da mãe. 
Hank foi um pai distante, machista e educou a filha para a submissão, na verdade Annie resolveu tomar conta do pai desde a morte da mãe e assim se formou sua personalidade de doação, de sempre pensar nos outros antes dela.
Agora arrasada, desolada e sem saber que rumo tomar, reencontra Nick, seu primeiro amor adolescente.
 Nick é policial e em um filhinha: Isabella de apenas seis anos. Ambos passam por uma fase complicada e difícil após a morte de Kathy no ano anterior. Nick tornou-se alcoólatra e Izzy não fala e acredita estar desaparecendo.
Annie descobre um novo sentido para se redescobrir além de ajudar o amigo e sua filhinha...Quando tudo parece estar se ajeitando, Blake retorna exigindo o retorno de Annie para casa... E agora?
Faço essa resenha no afã da montanha russa de emoções que vivi ao ler esse livro. Sério! A autora me fez sentir uma avalanche de sentimentos diversificados desde a tristeza, dúvida, um pouco de raiva até a admiração, orgulho e amor. 
O livro é intenso, carregado de dramas, reviravoltas e na terceira parte do livre, já estava desesperançada...achei que iria chorar!!
 No final, senti alívio e felicidade por ver a protagonista se tornar uma pessoa forte, capaz de superar todas as vicissitudes que lhe foram impostas e ir em busca da felicidade verdadeira!! Sim porque durante boa parte da leitura, fiquei revoltada e bem incomodada com as atitudes tomadas por ela, cheguei até a chamá-la de ‘abestalhada’, estava a ponto de dar umas chacoalhadas nela se estivesse por perto.
E sabe, é por esse motivo que adoro ler... Poder me envolver totalmente no enredo do livro e ficar totalmente envolvida a ponto de sentir as mesmas sensações dos protagonistas. É MARAVILHOSO!
 Não dei a nota máxima apenas por um pequeno detalhe que me incomodou deveras. Ao final do livro a autora deixa uma mensagem e a destinou: QUERIDAS LEITORAS...Oras, achei que houve um tanto de preconceito (?) porque afinal, os homens também são leitores, concordam? Fora isso o livro é bom por demais e recomendo para quem gosta de romance e drama.
Antes de terminar, deixo com vocês o Book Trailer do livro:
 
Então, alguém já leu este livro? Já leu algum livro da autora? Me digam o que acharam e se gostaram.
Cheirinhos, Rudy



a Rafflecopter giveaway

6 comentários:

  1. oi Rose, eu estou louca para ler este livro da Kristin, fiquei encantada pelo enredo e aposto que terei ainda mais lágrimas nos olhos depois de finalizar a leitura
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaila, eu também, a autora sempre me trás lágrimas aos olhos.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  2. Rudy, esse livro é maravilhoso, ou melhor, maravilhoso é apelido para ele. Não, não li outro livro da autora, quero ler depois dessa experiência maravilhosa que tive. Ela sabe como falar das pessoas, e envolver o leitor na leitura.
    Normalmente livros não conseguem me envolver com tamanha intensidade. Enquanto lia meus sentimentos ficaram uma bagunça, ora pela protagonista, ora por Nick, depois por Lizzie, e até pela filha da protagonista. Mas, Rudy, Lizzie... ai! Gente, aquela menininha me fez querer entrar no livro e abraçá-la e envolvê-la e dizer para ela que ia cuidar dela. E normalmente não tenho essas reações tão alucinadas... então, pense em uma pessoa que ficou se autoavaliando... eu fiquei assim, até pela minha tempestade de emoção por causa do livro. Lizzie para mim foi o centro de tudo, apesar de não ser. Annie... puxa, entendi perfeitamente o tipo de mulher que a leitora tentou colocar, e a personalidade dela também. Foi tudo muito programado, tudo muito bem montado, perfeito! E já li algumas pessoas dizendo que esse livro não é o melhor da autora, e que não gostaram do final. Eu gostei, particularmente. Descreveu a personalidade de Annie com perfeição, não sou como ela, mas sei que há pessoas como ela, uma grande maioria de mulheres, e por isso achei perfeito. A autora não constroi só um tipo de personagem, ela constrói vários, e cada um se identifica com eles. Estou escrevendo uma carta kkkkkkk
    Para encerrar, fiquei fã da autora! Beijos Rudy!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meninas, vocês me deixaram com muuuuuuuuuita vontade de ler este livro. Eu que já sou fã da autora e sempre me emociono com seus livros, tenho certeza que com este não será diferente.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  3. Eu nunca li nada dessa autora, embora tenha alguns livros dela aqui na minha estante, mas pretendo começar por esse. Achei o enredo dramático e ás vezes gosto de variar um pouco nas leituras.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise, leia assim que puder, não só este mais outros livros dela. Ela sabe nos prender e emocionar.
      Bjs, Rose.

      Excluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.