#Resenhas Línguas de Fogo


Oi amigos, hoje tenho o prazer de dividir com vocês minhas impressões de mais um livro nacional. O livro chegou em minhas mãos por conta de um Book Tour que a Priscila do blog Yume e os Livros está organizando. Espero que gostem.

Línguas de Fogo - vol.1 da série Crônicas de Myríade - Karen Soarele
216 páginas - Editora Cubo Mágico

Neste livro conhecemos Aisling, uma jovem camponesa que vê seu vilarejo Sollace ser destruído por uma salamandra. Nesta batalha, seu grande amigo Dharon é gravemente ferido com o veneno do animal. A única chance deste bravo guerreiro era chegar até o território inimigo e conseguir o antídoto.
Sem pensar muito, Aisling pega seu amigo e parte em uma jornada desconhecida e cheia de aventura. Em seu caminho conhece o jovem Desmond, que ela não sabe, é um dos líderes da Resistência, um grupo que se mantém firme contra Hynneldor, que agora estava sendo obrigado a aceitar ordens de Vulcannus.
Hynneldor e Vulcannus viviam em guerras, e muitos já foram mortos durantes as batalhas. Em uma destas batalhas, Vulcannus levou a melhor e tinha o poder em cima de sua inimiga. A Resistência queria libertar novamente sua cidade.

"Por que as pessoas não podem simplesmente viver em paz?!" (pág. 172)

Aisling e Dharon caíram bem no "olho do furacão", pois a fortaleza da Resistência, para onde Desmond os levou, era justamente o local mais procurado pelo exército de Vulcannus e Hynneldor.
Mas Aisling não foi tão longe para desistir, e ia fazer de tudo para salvar a vida de seu amigo.
A jovem de coração puro ia colecionar muitos outros amigos, mas sem dúvida uma inimiga de peso: Kendra, a coronela do exército de Vulcannus. Ela queria Aisling, Dharon e Desmond vivos para que pagassem pela traição.
Um livro curto, cheio de aventura. Acho até que dava para "encher mais linguiça" no desenrolar da estória, mas creio que isso tem haver com o subtítulo: "Crônicas de Myríade".
Independente disso, é um livro que vai fazer você viajar por terras desconhecidas e torcer por estes bravos jovens, que lutam naquilo que acreditam e acima de tudo, lutam para salvar pessoas.

Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário 2014, para conferir, clique na imagem abaixo:


#Resenhas Línguas de Fogo


Oi amigos, hoje tenho o prazer de dividir com vocês minhas impressões de mais um livro nacional. O livro chegou em minhas mãos por conta de um Book Tour que a Priscila do blog Yume e os Livros está organizando. Espero que gostem.

Línguas de Fogo - vol.1 da série Crônicas de Myríade - Karen Soarele
216 páginas - Editora Cubo Mágico

Neste livro conhecemos Aisling, uma jovem camponesa que vê seu vilarejo Sollace ser destruído por uma salamandra. Nesta batalha, seu grande amigo Dharon é gravemente ferido com o veneno do animal. A única chance deste bravo guerreiro era chegar até o território inimigo e conseguir o antídoto.
Sem pensar muito, Aisling pega seu amigo e parte em uma jornada desconhecida e cheia de aventura. Em seu caminho conhece o jovem Desmond, que ela não sabe, é um dos líderes da Resistência, um grupo que se mantém firme contra Hynneldor, que agora estava sendo obrigado a aceitar ordens de Vulcannus.
Hynneldor e Vulcannus viviam em guerras, e muitos já foram mortos durantes as batalhas. Em uma destas batalhas, Vulcannus levou a melhor e tinha o poder em cima de sua inimiga. A Resistência queria libertar novamente sua cidade.

"Por que as pessoas não podem simplesmente viver em paz?!" (pág. 172)

Aisling e Dharon caíram bem no "olho do furacão", pois a fortaleza da Resistência, para onde Desmond os levou, era justamente o local mais procurado pelo exército de Vulcannus e Hynneldor.
Mas Aisling não foi tão longe para desistir, e ia fazer de tudo para salvar a vida de seu amigo.
A jovem de coração puro ia colecionar muitos outros amigos, mas sem dúvida uma inimiga de peso: Kendra, a coronela do exército de Vulcannus. Ela queria Aisling, Dharon e Desmond vivos para que pagassem pela traição.
Um livro curto, cheio de aventura. Acho até que dava para "encher mais linguiça" no desenrolar da estória, mas creio que isso tem haver com o subtítulo: "Crônicas de Myríade".
Independente disso, é um livro que vai fazer você viajar por terras desconhecidas e torcer por estes bravos jovens, que lutam naquilo que acreditam e acima de tudo, lutam para salvar pessoas.

Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário 2014, para conferir, clique na imagem abaixo:


Editoras Parceiras