#Resenha De Repente, Nós

Oi amigos, hoje tenho mais uma resenha nacional. Desta vez é minha primeira experiência com a escrita da autora Tici Pontes, nossa nova parceira. Espero que gostem!
De Repente, Nós - Tici Pontes
373 páginas
Lucy e Scott estavam bem felizes, isso até a infantilidade dela causar mais uma briga entre eles. Scott não entendia como uma mulher independente como ela temia tanto assumir a relação deles diante do pai. Não era a primeira vez que discutiam sobre isso, mas não imaginavam que seria a última...
Hannah e Owen estão grávidos e noivos, mas isso não é suficiente para que a relação desgastada continuasse, ainda mais depois de algumas verdades virem a tona...
O destino destes casais se encontram de forma trágica quando se envolvem em um acidente de carro. Um acidente que mudou a vida de todos para sempre.
Com a morte de Scott, Owen é preso e passa 4 anos pagando por isso. Mas engana-se quem pense que tudo acaba assim.
Ao ser solto, Owen acaba conhecendo Lucy e sente mais do que nunca o peso do acidente. A raiva que Lucy sente dele bate forte. Apesar disso, e de ter consciência de que tudo foi um trágico e infeliz acidente, ele quer o perdão de Lucy. Um fato nada fácil diante de tanto rancor e revolta.
E para complicar, uma atração entre eles desperta. Agora como resolver esta confusão? Como perdoar, e pior, se envolver com o homem que matou o seu grande amor?
Mas não é só isso, Lucy também tem seus pecados, e Owen é sua maior vítima. Uma relação marcada pela raiva e mágoa pode dar certo?
Uma história cercada por erros, traições, perdas e principalmente perdão. Um perdão aos outros e principalmente a si mesmo. Um história onde todos são culpados, mas que uns pagaram mais do que outros.
De um lado temos Lucy e Hannah, duas personagens que não despertaram nenhuma simpatia minha. Apesar de entender todo o sofrimento de Lucy, e a forma que ela resolveu viver seu luto, muitas de suas ações me deixaram com raiva. Hannah não apareceu muito, mas o pouco de participação que teve foi o suficiente para ela cair no caderninho preto. Owen e Scott foram o oposto. Scott teve pouca participação, e pagou por sua imprudência, já Owen foi um personagem apaixonante. Apesar de todo o sofrimento dele, e vamos combinar que a Tici foi uma verdadeira bruxa com ele, Owen não perdeu seu carisma e docilidade. Muita coisa acontece no livro, e apesar da culpa de Owen no acidente, é difícil não torcer por ele durante toda a leitura. Um livro cheio de sentimentos e complexidade, com personagens humanos, o que torna tudo ainda mais complexo. Mas uma coisa é certa, não tem como não se discutir sobre ele após sua leitura. Leiam e comprovem!

Aliás, hoje é o lançamento oficial do livro na Amazon, então aproveitem e baixem o de vocês!!!

#Resenha De Repente, Nós

Oi amigos, hoje tenho mais uma resenha nacional. Desta vez é minha primeira experiência com a escrita da autora Tici Pontes, nossa nova parceira. Espero que gostem!
De Repente, Nós - Tici Pontes
373 páginas
Lucy e Scott estavam bem felizes, isso até a infantilidade dela causar mais uma briga entre eles. Scott não entendia como uma mulher independente como ela temia tanto assumir a relação deles diante do pai. Não era a primeira vez que discutiam sobre isso, mas não imaginavam que seria a última...
Hannah e Owen estão grávidos e noivos, mas isso não é suficiente para que a relação desgastada continuasse, ainda mais depois de algumas verdades virem a tona...
O destino destes casais se encontram de forma trágica quando se envolvem em um acidente de carro. Um acidente que mudou a vida de todos para sempre.
Com a morte de Scott, Owen é preso e passa 4 anos pagando por isso. Mas engana-se quem pense que tudo acaba assim.
Ao ser solto, Owen acaba conhecendo Lucy e sente mais do que nunca o peso do acidente. A raiva que Lucy sente dele bate forte. Apesar disso, e de ter consciência de que tudo foi um trágico e infeliz acidente, ele quer o perdão de Lucy. Um fato nada fácil diante de tanto rancor e revolta.
E para complicar, uma atração entre eles desperta. Agora como resolver esta confusão? Como perdoar, e pior, se envolver com o homem que matou o seu grande amor?
Mas não é só isso, Lucy também tem seus pecados, e Owen é sua maior vítima. Uma relação marcada pela raiva e mágoa pode dar certo?
Uma história cercada por erros, traições, perdas e principalmente perdão. Um perdão aos outros e principalmente a si mesmo. Um história onde todos são culpados, mas que uns pagaram mais do que outros.
De um lado temos Lucy e Hannah, duas personagens que não despertaram nenhuma simpatia minha. Apesar de entender todo o sofrimento de Lucy, e a forma que ela resolveu viver seu luto, muitas de suas ações me deixaram com raiva. Hannah não apareceu muito, mas o pouco de participação que teve foi o suficiente para ela cair no caderninho preto. Owen e Scott foram o oposto. Scott teve pouca participação, e pagou por sua imprudência, já Owen foi um personagem apaixonante. Apesar de todo o sofrimento dele, e vamos combinar que a Tici foi uma verdadeira bruxa com ele, Owen não perdeu seu carisma e docilidade. Muita coisa acontece no livro, e apesar da culpa de Owen no acidente, é difícil não torcer por ele durante toda a leitura. Um livro cheio de sentimentos e complexidade, com personagens humanos, o que torna tudo ainda mais complexo. Mas uma coisa é certa, não tem como não se discutir sobre ele após sua leitura. Leiam e comprovem!

Aliás, hoje é o lançamento oficial do livro na Amazon, então aproveitem e baixem o de vocês!!!

Editoras Parceiras