#Resenha O Dia da Caça #14

Oi amigos, hoje tenho para vocês mais uma resenha do meu Desafio Literário Livreando 2018. Espero que gostem!
O Dia da Caça - #14 Alex Cross - James Patterson
224 páginas - Editora Arqueiro
Alex Cross e todos os policiais chamados para a cena do crime na Cambridge Place já tinham visto de tudo. Mas ninguém estava preparado para a carnificina que encontraram. Choque maior teve Cross ao descobrir que a família assassinada era a de Ellie Cox, uma ex-namorada sua dos tempos de faculdade. Ali, com os corpos dela, do maridos e dos filhos, ele jurou encontrar o frio criminoso que cometeu aquela atrocidade.
Uma grande força tarefa foi montada para resolver o crime, e nem bem começaram os trabalhos, outro crime, nas mesmas proporções foi cometido. Uma outra família foi encontrada morta. Com muitas perguntas e quase nada de pistas, a polícia se vê diante de um grande mistério.
E os crimes tomam um novo patamar quando o filho de um diplomata é morto ao mesmo tempo que seus pais, mas estes na África. O mesmo tipo de crime, mas cometido em dois continentes diferentes simultaneamente.
Cross está em alerta máximo e decide viajar para a África atrás de uma pista que diz que seu criminoso Tiger estaria por lá.
Em um país tomado pela corrupção e a um passo de uma guerra civil, Cross vê seu mundo ruir diante de tanta atrocidade presenciada e sofrida. Ali, os direitos humanos não existem, e a esperança é algo tão fugaz quanto uma brisa.
Lutando pela própria vida e para desvendar este grande mistério, uma grande caçada é feita em plena África. Mas ao contrário dos que muitos podem pensar, Cross não é o caçador. Em muitas cenas ele é a própria caça, o que deixa o leitor em alerta máximo, pois o golpe final pode vim de tudo que é lugar e a qualquer momento. Cross não pode confiar em ninguém, e nos poucos que confia, a morte chega rápido.
De mãos atadas, ele é obrigado a voltar para os EUA sem ter seu caso resolvido e seu criminoso preso. Mas as garras de Tiger são afiadas, e nem mesmo a família de Cross está a salvo. 
Em uma corrida desesperada contra o tempo, Cross precisa de toda sua inteligência e força para desvendar este caso onde há muito mais em jogo do que ele poderia ter imaginado.
Um livro emocionante onde o leitor não tem tempo nem de piscar. Leia e se prepare!

Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário Livreando 2018 (#DLL2018), no item "um livro policial". Para ler outras resenhas deste desafio, basta clicar na imagem abaixo:

#Resenha O Dia da Caça #14

Oi amigos, hoje tenho para vocês mais uma resenha do meu Desafio Literário Livreando 2018. Espero que gostem!
O Dia da Caça - #14 Alex Cross - James Patterson
224 páginas - Editora Arqueiro
Alex Cross e todos os policiais chamados para a cena do crime na Cambridge Place já tinham visto de tudo. Mas ninguém estava preparado para a carnificina que encontraram. Choque maior teve Cross ao descobrir que a família assassinada era a de Ellie Cox, uma ex-namorada sua dos tempos de faculdade. Ali, com os corpos dela, do maridos e dos filhos, ele jurou encontrar o frio criminoso que cometeu aquela atrocidade.
Uma grande força tarefa foi montada para resolver o crime, e nem bem começaram os trabalhos, outro crime, nas mesmas proporções foi cometido. Uma outra família foi encontrada morta. Com muitas perguntas e quase nada de pistas, a polícia se vê diante de um grande mistério.
E os crimes tomam um novo patamar quando o filho de um diplomata é morto ao mesmo tempo que seus pais, mas estes na África. O mesmo tipo de crime, mas cometido em dois continentes diferentes simultaneamente.
Cross está em alerta máximo e decide viajar para a África atrás de uma pista que diz que seu criminoso Tiger estaria por lá.
Em um país tomado pela corrupção e a um passo de uma guerra civil, Cross vê seu mundo ruir diante de tanta atrocidade presenciada e sofrida. Ali, os direitos humanos não existem, e a esperança é algo tão fugaz quanto uma brisa.
Lutando pela própria vida e para desvendar este grande mistério, uma grande caçada é feita em plena África. Mas ao contrário dos que muitos podem pensar, Cross não é o caçador. Em muitas cenas ele é a própria caça, o que deixa o leitor em alerta máximo, pois o golpe final pode vim de tudo que é lugar e a qualquer momento. Cross não pode confiar em ninguém, e nos poucos que confia, a morte chega rápido.
De mãos atadas, ele é obrigado a voltar para os EUA sem ter seu caso resolvido e seu criminoso preso. Mas as garras de Tiger são afiadas, e nem mesmo a família de Cross está a salvo. 
Em uma corrida desesperada contra o tempo, Cross precisa de toda sua inteligência e força para desvendar este caso onde há muito mais em jogo do que ele poderia ter imaginado.
Um livro emocionante onde o leitor não tem tempo nem de piscar. Leia e se prepare!

Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário Livreando 2018 (#DLL2018), no item "um livro policial". Para ler outras resenhas deste desafio, basta clicar na imagem abaixo:

Editoras Parceiras