#Resenha Fortaleza Negra





Oi amigos, hoje temos mais uma resenha da Olívia. Vamos conferir o que ela reservou para gente desta vez?
Fortaleza Negra - vol. 01 da trilogia Fortaleza Negra - Kel Costa
424 páginas - Editora Jangada

De uma inóspita região da antiga União Soviética, vampiros, até então considerados criaturas lendárias, surgem inesperadamente e põem fim à Guerra Fria em 1985. Usando seu poder mental extraordinário e sua força sobre-humana, os Mestres da Realeza Vampírica exigem a rendição dos líderes mundiais e se autoproclamam senhores absolutos do planeta. Anos depois, vivendo num mundo de relativa paz entre humanos e vampiros, Aleksandra Baker, uma garota de 17 anos, se ressente por não ter a mesma liberdade que os jovens do passado. Agora, além de viver sob o jugo dos vampiros, Sasha, como é chamada por todos, está apavorada com uma nova ameaça, a invasão de predadores letais: os mitológicos! Em 2013, diante dos terríveis ataques de centauros e minotauros, a família Baker não vê outra saída a não ser se mudar para a Rússia e morar entre os muros do único lugar onde é possível viver livre dos seus ataques: a impenetrável Fortaleza Negra, reduto da Realeza Vampírica. Mas a ideia de se mudar para a Fortaleza não agrada Sasha. Ela não gosta de vampiros e para o seu desespero, Helena, sua melhor amiga, vai ficar para trás, correndo perigo constante. O que a adolescente ruiva não esperava era que os Mestres da Realeza Vampírica fossem tão fascinantes. Principalmente Mestre Mikhail, que parece ter uma implicância gratuita com a garota e sempre a deixa nervosa com seu jeito arrogante e autoritário. Dividida entre viver uma vida trivial ao lado dos novos colegas de escola ou se envolver num mundo cheio de segredos, jogos de poder, sedução e protocolos da Realeza, Sasha ainda precisará encontrar uma forma de levar Helena para a Rússia e se manter a salvo dos mitológicos que rondam a Fortaleza. A única esperança são as pesquisas do seu pai, um biólogo que estuda uma forma de extinguir de vez essas criaturas. Para isso ele conta com a ajuda de Blake, um prodígio adolescente, que balançará o coração de Sasha. Mas a jovem talvez já esteja envolvida demais com a obscuridade de Mestre Mikhail...
Cada dia que passa fico mais encantada com os autores nacionais. Não me decepcionei nem um pouco ao ler Fortaleza Negra. A autora conseguiu reunir ficção fantástica com distopia criando personagens fortes e com humor, nada convencionais, que procuram crescer segundo suas idades, tornando isso notório em cada página, e espero que continue assim.
A história consiste em um mundo diferente do que conhecemos, não há a divisão entre países como hoje, devido à aparição dos Vampiros. Os governos soberanos se extinguiram e deu lugar para a composição dos Mestres, conjunto de cinco anciões vampiros que passam a governar o mundo. Possuem poderes inestimados, como poderes da mente, dos elementos da natureza, além de sua força e beleza inumana. Nem pensem em vampiros bonzinhos, esses são maus e vivem na Rússia em uma Fortaleza. Dentro dessa fortaleza só entra se for convidado e se tiver algo mais a oferecer.
De certa forma, vampiros e humanos se toleram, e os humanos lhes são gratos pela segurança e a ordem que lhes proporcionaram após o aparecimento dos Centauros e Minotauros. Tudo que fazem pelo ser humano é simples: vampiros vivem de sangue humano, como Centauros e Minotauros passam a mata-los indiscriminadamente, temem por sua extinção, o que significaria falta de alimento para os vampiros. Algo prático e lógico, não há compaixão nisso e nem amor, só estão lutando para manter sua “comida viva”.
A família de Aleksandra (Sasha) vai para Fortaleza devido a uma pesquisa do pai dela, senhor Johnathan. E Sasha tem de lidar com toda a mudança que significa deixar sua única amiga Helena na cidade que está sendo invadida pelos Centauros e até sua natação (no gelo não há como nadar).
Não pensem em encontrar uma simples estória de mais uma adolescente indefesa com seu vampiro predileto. Sasha é uma personagem forte e que questiona o poderio dos Mestres, causando desconforto e espanto em todos, o que gera transtornos para ela, pois ela passa a não ser bem vista pelos Mestres. Pior ainda quando ela ganha a desafeição (ou afeição especial) do Mestre Mikhail.
Amei a personagem Aleksandra e sua força, mesmo sendo humana ela enfrenta os Mestres e pasmem, até os temidos Centauros.
Não é um livro nada monótono e há partes quentes, bem quentes, afinal Mikhail tem mais de dois mil anos de experiência e devido seus instintos vampirescos não conhece muito o significado da palavra Paciência. Se bem que ele demonstra muito mais do que suas ações levam a parecer. Uma construção bem feita do vampiro malvado que se apaixona.

- Aleksandra... – Ele beijou o meu pescoço. – Eu sei exatamente o que quero fazer com você. Só não posso colocar isso em prática... – Sua boca desceu devagar do meu pescoço até o ombro e um dedo afastou a alça do vestido para que os lábios parassem na clavícula. Eu já tinha perdido o foco. – Por enquanto. 

Algo que achei bem interessante foram as imagens dos personagens que foram introduzidas no final do livro. Não encontrei erros gritantes que atrapalhe, e apesar das 424 páginas não foi cansativa a leitura, com ótima diagramação. A capa tem tudo a ver com o conteúdo.
Há muitas reviravoltas, há ação que me tirou o fôlego, e a autora movimenta a história usando seus vários personagens, dando espaço até para os personagens secundários, o maior destaque sendo Kurt. O romance também não se fixou em um triângulo amoroso (ainda bem!) e creio que Sasha ainda vai aprender muito como lidar com toda a situação, tudo tende a piorar e não melhorar para ela no segundo livro. E a autora
mostrou que não tem medo de matar seus personagens, afinal, em toda guerra há as baixas.
Por ser o primeiro livro de uma trilogia passa a ser uma introdução (e que introdução!), ao qual não deixa pontas soltas, com um ótimo gancho para o próximo livro e algumas respostas que virão (curiosa em saber como os vampiros surgiram! Kel que história é aquela da origem deles? Curiosidade mata sabia?!). Gostei tanto que o li em um dia. Claro!, não dormi. Foi uma ótima leitura! 

- Aleksandra Baker, eu tinha outros planos para você, mas parece que Mikhail tem alguma predileção por sua pessoa... – Klaus fez uma pausa e olhou para o lado, onde estava Mikhail. – Ou talvez ele precise arranjar um animal de estimação.
- Você tem muita sorte de ser filha de Johnathan Baker, a figura mais valiosa neste momento dentro da Fortaleza. 

Beijos, Olívia


a Rafflecopter giveaway

12 comentários:

  1. achei bem bacana o enredo da história, é novo e bem chamativo desde o nome!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaila, não vejo a hora de ler.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  2. Gostei muito desse livro, e estou esperando o próximo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Cinthia, e eu estou esperando ler este ainda...
      Bjs, Rose.

      Excluir
  3. Ainda não li esse livro, mas pelo que li na sua resenha, não é um estilo que eu vá gostar... Não sou muito fã nem de distopias nem de vampiros, então acredito que essa junção dos dois seria extremamente entediante pra mim...
    Kisses =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena Loly, eu ao contrário não vejo a hora de ler.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  4. Minha colunista leu esse livro tem um tempinho e ela gostou bastante. Acho o enredo bem amarrado e ta esperando os próximos. =)

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu espero ainda para poder ler.
      Bjs, Rose

      Excluir
  5. parabéns pela resenha, louca p/ ler todo o livro

    ResponderExcluir
  6. Distopia é um gênero que ainda não li e como não curto vampirada, não começarei por este livro...bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabia que você ainda não tinha lido nenhum distópico. Tem muitos títulos bons. Como não conheço este, só posso dizer que ele está na minha lista para leitura.
      Bjs, Rose

      Excluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.