#Resenha Love With a Long Tall Texan


Oi amigos, alguém aí estava com saudades das resenhas da série Homens do Texas da minha (ou será nossa?) querida Diana Palmer? Então, ara quem estava nesta situação, eis aqui mais uma resenha...

Love With a Long, Tall Texan
Love With a Long, Tall Texan
Love With a Long, Tall Texan
Love With a Long, Tall Texan
Love With a Long Tall Texan - vol. 21 Homens do Texas - Diana Palmer
384 áginas - Editora Silhouette


Este livro na verdade é um 3x1, póis vamos conhecer a estória de 3 ogros e suas respectivas amadas.
Vamos começar com Luke Graig, dono de um rancho e que viu sua tranquilidade ser ameaçada quando as terras vizinhas à sua propriedade foram vendidas. Na verdade, o problema não era a venda em si, mas o que foi feito do local: um acampamento de verão para crianças desfavorecidas. Quem teve esta ideia foi Belinda, pois queria que estes jovens percebesse que a vida existia além dos pequenos furtos ou tráfico a que conviviam onde moravam. Ela achava que se existisse alguém que pudesse mostrar um caminho alternativo para estas crianças, eles manteriam um caminho digno.
A verdade era que Luke não estava interessado nos ideias de Belinda, queria apenas que as crianças ficassem longe de suas terras. Mas logo nos primeiros dias ele percebeu que isso não seria possível, pois os cadeados que colocou no portão foram simplesmente ignorados e o resultado era que seu gado estava espalhado inclusive na estrada.
Muito bravo Like foi tomar satisfações com Belinda, só não esperava que Kells realmente estivesse interessado em gado, que Belinda o atraísse mais do que imaginava e a revolta vivida por conta de seu passado viesse à tona tão naturalmente.
Ele resolveu dar uma oportunidade para Kells e deixar rolar o sentimento que estava nascendo entre ele e Belinda. Uma pena mesmo era saber que ambos tinham o tempo correndo contra eles, pois o fim do acampamento estava próximo e eles teriam que decidir o que fazer do futuro. Pelo menos Kells sabia o que queria para si mesmo.

Na sequência temos a estória de Christopher Deverell, filho de Tansy, e que ficava maluco com as peripécias de sua mãe. Recém chegado de uma viagem á Espanha, ficou sabendo que sua mãe estava desaparecida. Ele não estava dando muitos créditos a este fato, pelo menos até ser interrogado por Delia Larson, uma repórter que estava querendo dar uma virada em sua carreira com uma entrevista exclusiva de Tansy e de preferência lhe contanto em primeira mão porque tinha matado Harvey.
Chris levou um susto, mas sabia que sua mãe seria inocente. Agora ele e Delia (involuntariamente) iriam investigar e descobrir onde estava Tansy, e no caminho ainda iriam descobrir quem realmente matou Harvey. Claro que neste meio tempo, ambos seriam pegos pela atração.
Chris e Delia iriam correr perigos, não só de vida, mas também com a saúde de seus corações. Mas ambos não iriam desistir facilmente.

Por último, temos Guy Fenton, que trabalhava para Justin Bellenger e que estava querendo enterrar seu passado. Aos fins de semana ele afogava as lembranças de sua noiva morta em bebida. Ninguém conhecia direito o passado sofrido de Guy. Passado este que veio à tona quando Guy ficou encarregado de levar a publicitária Candace Marshall em um tour pelos ranchos e lhe explicasse como funcionava o rancho. Guy tentou de todas as formas se esquivar do trabalho, mas foi impossível.
Acontece que Candace lhe despertou alguns sentimentos que ele mesmo não estava preparado para ver de novo. E quando a vida de Candace correu um perigo eminente, ele não pensou duas vezes e superou seus medos para salvá-la. Mas Candace iria terminar seu trabalho e ia embora. O que Guy iria fazer? Voltar a afogar suas mágoas? Candace não iria deixar isso acontecer. Ela e Guy estavam apaixonados, mas quem sairia da toca e daria o primeiro passo para a felicidade? Ainda bem que um rancheiro ranzinza estava disposto a dar um empurrão nesta dupla.

São três estórias bem simples, mas gostosas de se ler. Não são nenhum best-seller, mas distrai. Quem quiser conhecer outros livros da série que eu já resenhei, pode conferir a lista abaixo:


4 comentários:

  1. Gladys Sena19/11/13

    Não sabia que a Diana era "parente" da Nora em série extensa, hahaha

    Bjo!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Elas são irmãs gêmeas neste quesito, kkkk
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Olha Rose com a quantidade de séries que tenho que terminar, vai ficar difícil começar essa...kkk

    ResponderExcluir
  4. Nem me fala! Prometo a mim mesma não começar uma série nova até terminar uma, mas quando vejo, já estou com outra...
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.