Questão de Opinião


Entra ano, sai ano e os problemas da população brasileira continuam os mesmos. É inacreditável como não se faz nada ou quase nada para resolver um problema que todo mundo está careca de saber que na primeira chuva forte do ano virá à tona. Eu não acho que o problema é apenas culpa de nossos “sérios e capazes governantes”. A população também tem sua parcela de culpa, seja na hora de votar e não levar a sério, ou jogando o lixo nas ruas.
Aguentar toda aquela encheção de saco do horário político é dose, eu sei, mas votar consciente é nossa obrigação, pois seremos nós que sofreremos as conseqüências de colocar um palhaço qualquer em uma das camadas de poder do nosso país.
O ato constante que algumas pessoas tem de jogar lixo nas ruas como se elas fossem o quintal de suas próprias casas (aliás, eu tenho certeza que elas não jogam lixo em suas próprias salas), só contribuem ainda mais para o aumento das águas para dentro de nossas casas.
Eu fiquei de boca aberta quando vi pela TV a quantidade de lixo acumulado por falta de recolhimento do poder público misturado à enxurrada causada pelas chuvas nas ruas cariocas. Era coisa de cinema, estilo filme de Hollywood para o fim do mundo.
E lá estavam novamente as mesmas cenas vistas em 2012, 2011, 2010... Pessoas desabrigadas, casas e ruas destruídas, desespero, choro, perdas... Parece filme típico da virada do ano, uma espécie de tradição. Ah, tudo bem, este ano teve um ingrediente novo por conta da presença de um cantor famoso que arregaçou as mangas e ajudou a socorrer os moradores da região. Abriu as portas de sua casa para dar de comer a quem no momento tinha perdido tudo. É ou não é enredo de filme? Pois é, não é! É a realidade pura e simples dos cidadãos brasileiros.
Quando eu trabalhava sem hora para sair fazendo os projetos da Sabesp (companhia de saneamento básico de São Paulo) eram constantes os comentários: “saneamento básico não dá voto, pois fica tudo escondido debaixo da terra.” Nossa mãe, será que nós brasileiros somos tão tapados que não percebemos o valor exato do nosso dinheiro? Será que eu realmente prefiro que o meu suado imposto vá apenas para obras que “apareçam”? Sabemos que não é só isso né meus amigos, afinal se fosse assim, nossas estradas seriam um tapete, nossos hospitais não estariam em manchetes policiais e nossa educação estaria entre as melhores do mundo.
Então o que fazer? Talvez um bom começo seja votar com mais consciência e cobrar de nossos eleitos mais empenho e transparência. Um pouco de educação de nossa parte para manter nossas cidades mais limpas também é um bom passo para um futuro melhor, para quem sabe não tenhamos que ver novamente este filme de quinta categoria onde nós mesmos somos os protagonistas. Ou será que o papel de palhaço nos cai bem?

a Rafflecopter giveaway

13 comentários:

  1. Rose, nem fala. Todo início de ano eu já sei que vai ter alguma coisa por aqui. Já foi Angra, Friburgo, Caxias, Teresópolis...

    Como vc disse, é um pouco de cada lado. Fui passar o réveillon bem pertinho de Xerém e, ao passar pelas ruas, vi um mooooonte de lixo acumulado. Perguntei ao pai da minha amiga o porquê daquilo e ele disse que o prefeito que perdeu parou de recolher o lixo. o.O Como assim???

    Em contrapartida, a população também sua parcela de culpa. Não é só jogar o lixo na rua ou em rios. Essa história de construir em encosta tem que ser feita direito, com estudo e cálculos, e não sair contruindo de qualquer jeito. Aí a Defesa Civil vai, condena a casa, e o indivíduo não sai porque diz não ter pra onde ir. Aí prefere não sair e morrer ali ou então ter que sair obrigado porque a casa está soterrada. ¬¬ Vai entender?

    Ops, falei demais! rs
    Beijinhos! Giulia

    ResponderExcluir
  2. Sabe Rose a sociedade tem a maior parcela de culpa: não sabemos votar, não cobramos nossos direitos, dizendo melhor, a maioria nem sabe que tem direitos... temos memória curta, pois a maioria dos políticos são os mesmos anos após anos e sofremos com a falta de educação pública, além da educação doméstica que parece que virou lenda, pois jogar lixo na rua vem de berço. Quantas vezes vc já não viu uma mãe ou pai com o (s) filho (s) jogar lixo na rua?

    ResponderExcluir
  3. yassuifortes10/1/13

    A questão é em quem votar??? Não dá pra saber 100% quem irá fazer um bom trabalho, todos os candidatos falam bonitinho...como saber quem é bom ou quem é ruim....? O que temos que fazer é nos conscientizar e lutar para um lugar melhor... nós mesmos temos que arregaçar as mangas e trabalha pelo que é melhor, pq se for pra depender de governo a gente viverá num chiqueiro!

    ResponderExcluir
  4. FlaviaPenido11/1/13

    Posso ate estar errada, e mesmo se tiver, não dou a minima, mas a politica hoje é tão f*dida que me recuso a votar. Nao acredito em promessas e nem acredito que alguem irá mudar alguma coisa.. parece que a corrupção e falta de senso ja fazem parte do ser dessa gente que se diz administrar o país... Uma vergonha...

    Bjokas

    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  5. É uma vergonha mesmo Flávia, mas precisamos tentar separar as maças podres.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Oi Yassui, não votando em quem já sabemos que não vale nada já é um começo. Mesmo quando não conhecemos o candidato, acho importante ver o que ele vai fazer,. e se fizer m*, ser descartado para as próximas eleições.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Um monte de vezes Gladys. Basta ensinar corretamente que as crianças aprendem. Meus filhos procuram a lixeira, e quando não acham, ou colocam no bolso ou na minha bolsa, mas no chão,. isso não! Ah, temos muita culpa mesmo, e faço minhas suas palavras.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. É uma confusão sem fim mesmo. Também não concordo que saim construindo sem nem saber onde. E a fiscalização cadê?
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  9. Adriana11/1/13

    uau!!! disse tudo... essa é a nossa briga aqui na cidade, para qual usamos o editorial e páginas do nosso jornal!!! acreditamos que votar com consciência e não esquecer de fatos importantes é fundamental para um progresso que seja benéfico para todos.... bjs tititi da dri

    ResponderExcluir
  10. Como diz a Gladys, brasileiro tem memória curta.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  11. yassuifortes12/1/13

    Pois é..... realmente uma questão complicada!

    ResponderExcluir
  12. Acho que a cara de palhaço nos cai bem..rsrs..tudo verdade, as pessoas ficam jogando lixo na rua, ai chove entope tudo e começa as enchentes..depois ficam reclamando que perderam tudo...e o maior problema são os politicos falando sempre a mesma baboseira.

    ResponderExcluir
  13. É um grande círculo vicioso que não se quebra.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.