#Resenha Pertinácia

Oi amigos, começando as resenhas do mês com um livro nacional. Aliás, um livro de uma autora que há tempos queria conhecer. Vamos lá?
Pertinácia - #5 série Mosaico - Sue Hecker
256 páginas - Editora Harlequin Books Brasil
Rafaela (Rafa) é uma órfã que cresceu em orfanatos e nunca soube o real valor do amor. Desde cedo aprendeu a contar apenas consigo mesma. Por conta dos cuidados que recebia dos profissionais de saúde que atendiam ao orfanato, ela decidiu ser enfermeira.
Para ela, ser enfermeira era um ato de amor, e com muita luta ela conseguiu se formar e realizar seu sonho. Ela estava muito feliz, trabalhando no que queria, até meter os pés pelas mãos e confundir uma situação que acreditava ser verdadeira. Este seu erro infelizmente causou seu desemprego, e pior, a fez ficar longe de sua pequena paciente, a quem acabou se apagando, mesmo contra tudo o que sua carreira ensina.
Este erro acabou levando Rafa a conhecer Jonas Pamplona, um advogado extremamente sexy, dono de um olhar hipnotizante e um corpo de tirar o fôlego.
Como gato escaldado tem medo de água, Rafa não deu trela para Jonas, o advogado responsável pela documentação de sua rescisão trabalho. Sem falar, que ela estava muito envergonhada em saber que ele sabia dos motivos que a levaram até ali. O que ela não esperava era que seu próximo emprego fosse cuidar do sobrinho de Jonas que sofria de leucemia.
Mexendo as peças certas, Jonas acabou convencendo Rafa a trabalhar para a irmã dele, e mais ainda, ele convenceu a irmã que ela precisava sim de ajuda com os cuidados com o filho e a casa. Com isso, Rafa e Jonas acabaram se aproximando mais. Pouco a pouco Jonas vai minando as defesas de Rafa, sem perceber que suas próprias defesas estavam enfraquecidas.
Você tira o meu chão. Eu não sei como agir quando você está ao meu lado e se agora mesmo me dissesse que não pode me dar tudo o que eu quero, eu diria que me contentaria com ao menos um porquinho da sua atenção.
Mas o problemas para este casal passa longe da atração que estão sentido, e mais pelos gostos sexuais peculiares de Jonas. Será que a menina simples, meiga e tímida vai encarar este lance de voygerismo? Ou sua falta de experiência afastará qualquer chance que ambos tem de viverem juntos?
Este foi meu primeiro contato com o trabalho da Sue, que como já disse, há tempos queria conhecer. O enredo me envolveu, e a leitura foi fluída e prazerosa. A princípio achei Rafa um tanto ingênua e carente demais, inclusive com algumas ações tolas. O engraçado é que justamente a presença de Jonas a deixou mais confiante, e seu personagem acabou ganhando uma dimensão bem melhor, que simpatizei mais. Jonas ao contrário eu já gostei desde o início, pois não se fazia de santo, e nem escondia suas intenções. Fora que era muito bonito ver sua preocupação com a irmã e sobrinho.
Um ponto muito positivo do enredo foi trazer a leucemia e o transplante de medula óssea, principalmente o transplante, que infelizmente é tão negligenciado em nosso país.
Apesar de fazer parte da série Mosaico, o livro é totalmente independente, podendo ser lido fora da ordem, como eu fiz. Mas, para aqueles que tem compulsão em ler na ordem de lançamentos, eis os livros anteriores e sua ordem:
Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário 2018 na letra "P". Para ler outras resenhas deste desafio, basta clicar na imagem abaixo:


#Resenha Pertinácia

Oi amigos, começando as resenhas do mês com um livro nacional. Aliás, um livro de uma autora que há tempos queria conhecer. Vamos lá?
Pertinácia - #5 série Mosaico - Sue Hecker
256 páginas - Editora Harlequin Books Brasil
Rafaela (Rafa) é uma órfã que cresceu em orfanatos e nunca soube o real valor do amor. Desde cedo aprendeu a contar apenas consigo mesma. Por conta dos cuidados que recebia dos profissionais de saúde que atendiam ao orfanato, ela decidiu ser enfermeira.
Para ela, ser enfermeira era um ato de amor, e com muita luta ela conseguiu se formar e realizar seu sonho. Ela estava muito feliz, trabalhando no que queria, até meter os pés pelas mãos e confundir uma situação que acreditava ser verdadeira. Este seu erro infelizmente causou seu desemprego, e pior, a fez ficar longe de sua pequena paciente, a quem acabou se apagando, mesmo contra tudo o que sua carreira ensina.
Este erro acabou levando Rafa a conhecer Jonas Pamplona, um advogado extremamente sexy, dono de um olhar hipnotizante e um corpo de tirar o fôlego.
Como gato escaldado tem medo de água, Rafa não deu trela para Jonas, o advogado responsável pela documentação de sua rescisão trabalho. Sem falar, que ela estava muito envergonhada em saber que ele sabia dos motivos que a levaram até ali. O que ela não esperava era que seu próximo emprego fosse cuidar do sobrinho de Jonas que sofria de leucemia.
Mexendo as peças certas, Jonas acabou convencendo Rafa a trabalhar para a irmã dele, e mais ainda, ele convenceu a irmã que ela precisava sim de ajuda com os cuidados com o filho e a casa. Com isso, Rafa e Jonas acabaram se aproximando mais. Pouco a pouco Jonas vai minando as defesas de Rafa, sem perceber que suas próprias defesas estavam enfraquecidas.
Você tira o meu chão. Eu não sei como agir quando você está ao meu lado e se agora mesmo me dissesse que não pode me dar tudo o que eu quero, eu diria que me contentaria com ao menos um porquinho da sua atenção.
Mas o problemas para este casal passa longe da atração que estão sentido, e mais pelos gostos sexuais peculiares de Jonas. Será que a menina simples, meiga e tímida vai encarar este lance de voygerismo? Ou sua falta de experiência afastará qualquer chance que ambos tem de viverem juntos?
Este foi meu primeiro contato com o trabalho da Sue, que como já disse, há tempos queria conhecer. O enredo me envolveu, e a leitura foi fluída e prazerosa. A princípio achei Rafa um tanto ingênua e carente demais, inclusive com algumas ações tolas. O engraçado é que justamente a presença de Jonas a deixou mais confiante, e seu personagem acabou ganhando uma dimensão bem melhor, que simpatizei mais. Jonas ao contrário eu já gostei desde o início, pois não se fazia de santo, e nem escondia suas intenções. Fora que era muito bonito ver sua preocupação com a irmã e sobrinho.
Um ponto muito positivo do enredo foi trazer a leucemia e o transplante de medula óssea, principalmente o transplante, que infelizmente é tão negligenciado em nosso país.
Apesar de fazer parte da série Mosaico, o livro é totalmente independente, podendo ser lido fora da ordem, como eu fiz. Mas, para aqueles que tem compulsão em ler na ordem de lançamentos, eis os livros anteriores e sua ordem:
Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário 2018 na letra "P". Para ler outras resenhas deste desafio, basta clicar na imagem abaixo:


Editoras Parceiras