#Resenha Uma Família Perfeita

Oi amigos, hoje tem para vocês o início de uma série de resenhas de uma saga familiar publicada pela Harlequin Books, espero que gostem:
Uma Família Perfeita - vol.1 Saga Os Crighton - Penny Jordan
233 páginas - Editora Harlequin Books

Vocês já ouviram dizer que olhando de perto, nenhuma família é perfeita? Pois é, mas os Crighton acreditem, nem é preciso olhar tão perto assim.
Uma família com raízes fortes no machismo, que era comandada pelas mãos de ferro de Ben Crighton, para quem a aparência e o nome do clã eram mais importantes que os verdadeiros sentimentos.
Machista até o último fio de cabelo, para ele, as mulheres seriam apenas esposas, foram isso, eram estorvos mesmo. Sem falar, que os homens mais velhos, os primogênitos, é que eram importantes, e por conta disso, favorecidos, mesmo que isso não fizesse sentido.
David e Jonathan eram gêmeos e filhos de Ben. Por questões de minutos, David era o favorito e o mais favorecido de Ben, que sempre lhe passou a mão na cabeça e desconsiderava suas falhas.
Egocêntrico, mimado e irresponsável, David aproveita da situação e de seu irmão Jon, que acabou vivendo sempre a sua sombra. David era casado com Tiggy, ex modelo e com valores tão superficiais quanto ele.
Jon era casado com Jenny, e ambos fazem o casal que mesmo não tendo a notoriedade de David e Tiggy, é um casal que todos confiam.
Jenny sempre se sentiu um patinho feio , principalmente perto de Tiggy. Ela sempre teve certeza que Jon tinha se arrependido de se casar com ela em vez de uma mulher como Tiggy. Jon por sua vez, achava que Jenny não o amava, aliás, que nunca o amou de verdade. Ele queria alguém que precisasse dele, uma mulher como Tiggy.
David e Tiggy tinham a muito tempo um casamento de fachada, e ninguém suspeitava dos problemas que eles escondiam. David queria sua liberdade de volta e já não aguentava as frescuras de Tiggy, que por sua vez não aceitava muito bem o fato que está envelhecendo.
Estes dois casamentos entram em colapso quando David tem um enfarto e um segredo seu acaba sendo descoberto. Seria a chance de Jon de finalmente viver longe da sombra de David? Seria Tiggy seu futuro? Jenny encontraria um novo amor?
Paralelo a todo este drama, temos a estória de Olívia, filha de David e Tiggy, que não se identifica e nem aceita a vida sem sentido e supérfula dos pais. Ela é mais apegada a Jenny e Jon. Em contrapartida, Max, filho de Jon e Jenny, não tem nada dos princípios de seus pais, e parece uma cópia de David para desgosto de Jon e Jenny.
Olívia e Casper estão pensando em se casar, mas o fim de semana para comemorar  os 50 anos de Jon e David acabam rendendo alguns desencontros que fazem este casal duvidarem de um futuro a dois. Olívia descobre os problemas dos pais e Caspar não entende suas atitudes. Para ele Olívia está mais interessada é no seu primo Saul, que no momento está se separando de Hillary, uma americana que tem o dom de se meter entre Olívia e Caspar.
Olívia conta com o apoio de Saul, e acaba descobrindo que Hillary pode está reconstruindo sua vida ao lado de Caspar.
É gente, parece que tem mais dois casais prestes a trocarem de parceiros...
Max por sua vez vai tentar usar seu charme para conseguir a chance de ter a vaga no escritório de advocacia, e com isso, carimbar seu passaporte para um futuro sem dor de cabeça. Ele poderia não ter os méritos  necessários, mas para quem tinha uma aparência como a dele, outros caminhos poderiam ser usados, e neste caso Madeleine era sua saída. Ele não iria ser como seu pai.
Como podem ver, o livro tem 4 estórias rolando ao mesmo tempo. São estórias que se cruzam e afetam a família inteira, que aliás será melhor conhecida no decorrer dos volumes.
Gostei muito e recomendo. Você torce para alguns membros, quer matar outros e se envolve com esta família que promete muitas emoções.
a Rafflecopter giveaway

0 comentários:

Postar um comentário

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.