#Resenha O Começo de Tudo



Olá Leitores,
Se gostam de leituras juvenis, essa é uma boa pedida, confiram minha análise.
 O Começo de Tudo - Robyn Schneider
288 páginas - Editora Novo Conceito
Ezra Faulkner é um adolescente popular, namora Charlotte uma das belezas da escola Eastwood High e cree que sua vida não poderia ser melhor, mas ele pensa que todos nós passaremos por uma tragédia na vida, que será o ponto onde tudo mudará em nosso destino. Afinal seu amigo Toby, ao completar 12 anos teve a sua, em uma montanha russa na Disney e após esse acontecimento a amizade deles, deixou de ser a mesma, pelo menos até o último ano do ensino médio.
Ezra é como qualquer ser humano, tira conclusões precipitadas e se engana. Isso vai custar belos anos de amizade com o seu melhor amigo. No entanto quando temos amigos de verdade, mesmo que os afastemos por um período, eles voltam na hora certa para mostrar o seu valor. Faulkner sofre um acidente quando descobre que sua namorada o traí em um festa, por esse motivo ele não poderá mais jogar tênis, o esporte que tanto ama e perderá o "status" social que ele pensa ser importante.
Quando volta as aulas no início do último ano do ensino médio ele se sente deslocado e por isso ele passa a fazer parte da mesa de Toby, junto com Cassidy a aluna nova que está dando o que falar, Phoebe e Luke que são um casal e Austin um tremendo jogador. Todos CDFs de primeira, que participam de debates ou já participaram de campeonatos assim, ou seja, a mesa dos nerds, dotados de inteligência e simpatia. Quem disse que eles não são bonitos ou divertidos? Eles são tremendamente demais. É aí que Ezra começa a notar que de repente ele vivia em companhia das pessoas erradas.
Agora ele pode mostrar sua inteligência sem medo de o acharem estranho, no entanto notamos o quão difícil é ele deixar de lado o grupo dos atletas, mas cada um aprende o que é bom pra si, a sua própria maneira. Me apaixonei pelo rapaz que ele se tornou, sem o acidente acredito que ele não teria sido esse personagem admirável, mesmo que tivesse coração pra isso. Foi o novo ponto de vista que me fez ficar caidinha por ele. 
A amizade entre Ezra e Toby, não acontece na vida de todo mundo e muito menos vão da infância a adolescência, sem sofrer impactos que a transformam, na verdade não conheço nenhuma amizade que tenham se formado na infância e continue até a vida adulta. Claro, estou falando de amigos e não de família. E sempre que leio histórias assim, penso que teria gostado de algo assim, na minha vida. Alguém que nos conhece mais que a própria família e nos ama tanto quanto a mesma. Uma pessoa que puxa a orelha, mas que também sabe levantar nosso ego e nossa moral, nos tornando corajosos para enfrentar o que vier pela frente.

Torcemos pelo romance entre Faulkner e Cassidy, dois jovens que parecem ter tanto em comum e serem tão perfeitos juntos. Ter quem ilumine a noite e nos divirta é sempre fantástico. Então você deve estar achando tudo belo demais e aí eu falo, há um segredo que se torna previsível perto do final e que dará uma volta de 180 graus no desfecho. Mesmo entendendo eu não concordo, mas o que está feito não pode ser mudado.
A leitura flui fácil e se torna viciante, pois queremos saber qual o segredo que Cassidy está escondendo, já que ela é a personagem misteriosa na obra. Dentro dessas páginas também conhecemos Cooper o cachorro companheiro do Ezra, ele não aparece muito, mas foi importante suas poucas aparições. 
Feliz em ter conhecido a obra e pela escritora que soube conduzir essa história de uma maneira que não pude largar antes de chegar ao final. 


Beijos Elis!!!
   
 
a Rafflecopter giveaway

0 comentários:

Postar um comentário

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.