Aquele beijo

Oi amigos, mais um poema do Poeta Tupiniquim para vocês. Não conhecem ainda? Então aproveitem e conheçam o blog dele.

Eu leio e leio, e me pergunto:

Serão pra mim tantas palavras?

Serão por mim aquelas lágrimas? 

Os versos feitos pelas noites? 
Sei que houve encanto, um sonho terno, 
Tão frágil, delicado, tímido, 

Discretamente assim sentido
E recatadamente amável;
Mas, nunca num falar aberto,

Fechamo-nos em copas brandas.
Por isso eu leio, em vão releio... 
De quem será aquele beijo?
José Edward Guedes

a Rafflecopter giveaway


2 comentários:

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.