#Resenha Ghosts

Oi amigos, ainda (e sempre) na vibe dos nacionais, hoje trago mais uma resenha tupiniquim. Espero que gostem!
Ghosts - M.S Fayes
240 páginas - Amazon
Aos 18 anos, Aileen Anderson sofreu um duro golpe. Sozinha, fugiu de seu destino e se reinventou alistando-se na Marinha Americana. Agora, aos 23 anos, recebia sua primeira e verdadeira missão.
Justin Bradshaw (Ghost) é um destacado fuzileiro naval. A missão que ele tem para Aileen é relativamente simples, apesar de perigosa, fora que ela estaria bem amparada, protegida por fuzileiros experientes.
Mas no campo de batalha tudo pode acontecer, e agora ele tinha pouco tempo para montar uma equipe de resgate e salvar sua bela fuzileira.
Mesmo com toda sua experiência e ciente de tudo o que poderia acontecer com ela, vê-la da forma que ela estava o desestruturou completamente.
Diante do que passou, Aileen acaba sendo obrigada a tirar férias, mesmo contra sua vontade. O sonho de tornar-se fuzileira e fazer a diferença estava chegando ao fim. Por mais que Bradshaw lhe dissesse que era apenas uma licença, ela não queria ser o elo fraco da corporação.
Agora ela tinha que dar um novo rumo a sua vida, e por isso precisava voltar ao local que destruiu a jovem que um dia foi.
Bradshaw não entendia porque Aileen queria largar tudo, aliás, não entendia os próprios sentimentos em relação a ela. Mas uma coisa ele sabia, que sua fama na Marinha não era a toa. Ele estava disposto a descobrir tudo sobre Aileen e a ajudá-la.
Ela não entendia porque Bradshaw se importava tanto com ela, mas a presença dele era reconfortante e lhe dava forças para enfrentar seus fantasmas.
Agora eles precisavam de todo o treinamento que tiveram para matar de vez os fantasmas que queriam tomar posse de Aileen. Só assim eles teriam uma chance para viverem o que estava nascendo entre eles.
Não é de hoje que eu sou fã dos enredos da Fayes, mas este ela foi além. Ok, eu tenho uma queda por enredos com militares, mas não é apenas isso. Ela saiu totalmente do que estou acostumada a ver dela e ainda assim não se perdeu.
Aileen é uma pessoa forte, que não se acovarda. Uma mulher que mesmo sendo tão forte, precisa sim ser protegida, e Bradshaw é a pessoa certa para isso, porque respeita e aceita a mulher que ela é.
Um casal ótimo com um enredo maravilhoso que me deixou refém desde o início. Super recomendo!

*Quotes feito pelo ig @heybitcher

#Resenha Ghosts

Oi amigos, ainda (e sempre) na vibe dos nacionais, hoje trago mais uma resenha tupiniquim. Espero que gostem!
Ghosts - M.S Fayes
240 páginas - Amazon
Aos 18 anos, Aileen Anderson sofreu um duro golpe. Sozinha, fugiu de seu destino e se reinventou alistando-se na Marinha Americana. Agora, aos 23 anos, recebia sua primeira e verdadeira missão.
Justin Bradshaw (Ghost) é um destacado fuzileiro naval. A missão que ele tem para Aileen é relativamente simples, apesar de perigosa, fora que ela estaria bem amparada, protegida por fuzileiros experientes.
Mas no campo de batalha tudo pode acontecer, e agora ele tinha pouco tempo para montar uma equipe de resgate e salvar sua bela fuzileira.
Mesmo com toda sua experiência e ciente de tudo o que poderia acontecer com ela, vê-la da forma que ela estava o desestruturou completamente.
Diante do que passou, Aileen acaba sendo obrigada a tirar férias, mesmo contra sua vontade. O sonho de tornar-se fuzileira e fazer a diferença estava chegando ao fim. Por mais que Bradshaw lhe dissesse que era apenas uma licença, ela não queria ser o elo fraco da corporação.
Agora ela tinha que dar um novo rumo a sua vida, e por isso precisava voltar ao local que destruiu a jovem que um dia foi.
Bradshaw não entendia porque Aileen queria largar tudo, aliás, não entendia os próprios sentimentos em relação a ela. Mas uma coisa ele sabia, que sua fama na Marinha não era a toa. Ele estava disposto a descobrir tudo sobre Aileen e a ajudá-la.
Ela não entendia porque Bradshaw se importava tanto com ela, mas a presença dele era reconfortante e lhe dava forças para enfrentar seus fantasmas.
Agora eles precisavam de todo o treinamento que tiveram para matar de vez os fantasmas que queriam tomar posse de Aileen. Só assim eles teriam uma chance para viverem o que estava nascendo entre eles.
Não é de hoje que eu sou fã dos enredos da Fayes, mas este ela foi além. Ok, eu tenho uma queda por enredos com militares, mas não é apenas isso. Ela saiu totalmente do que estou acostumada a ver dela e ainda assim não se perdeu.
Aileen é uma pessoa forte, que não se acovarda. Uma mulher que mesmo sendo tão forte, precisa sim ser protegida, e Bradshaw é a pessoa certa para isso, porque respeita e aceita a mulher que ela é.
Um casal ótimo com um enredo maravilhoso que me deixou refém desde o início. Super recomendo!

*Quotes feito pelo ig @heybitcher

Editoras Parceiras