Só R$25,00

Um homem chegou em casa tarde do trabalho, cansado e irritado encontrou o seu filho de 5 anos esperando por ele na porta .
- "Pai, posso fazer-lhe uma pergunta?"
- "O que é?" - respondeu o homem.
- "Pai, quanto você ganha em uma hora?"
- "Isso não é da sua conta. Porque você esta perguntando uma coisa dessas?", o homem disse agressivo.
- "Eu só quero saber . Por favor me diga, quanto você ganha em uma hora?"
- "Se você quer saber, eu ganho R$ 50 por hora."
- "Ah..." o menino respondeu, com sua cabeça para baixo.
- "Pai, pode me emprestar R$ 25,00?"
O pai estava furioso, "Essa é a única razão pela qual você me perguntou isso? Pensa que é assim que você pode conseguir algum dinheiro para comprar um brinquedo ou algum outro disparate? Vá direto para o seu quarto e vá para a cama. Pense sobre o quanto você está sendo egoísta", "Eu não trabalho duramente todos os dias para tais infantilidades."
O menino foi calado para o seu quarto e fechou a porta.
O homem sentou e começou a ficar ainda mais nervoso sobre as questões do menino.
- Como ele ousa fazer essas perguntas só para ganhar algum dinheiro?
Após cerca de uma hora, o homem tinha se acalmado e começou a pensar.
Talvez houvesse algo que ele realmente precisava comprar com esses R$ 25,00 e ele realmente não pedia dinheiro com muita freqüência. O homem foi para a porta do quarto do menino e abriu a porta.
- "Você está dormindo, meu filho?", Ele perguntou.
- "Não pai, estou acordado", respondeu o garoto.
- "Eu estive pensando, talvez eu tenha sido muito duro com você a pouco?", afirmou o homem. "Tive um longo dia e acabei descarregando em você. Aqui estão os R$ 25 que você me pediu."
O menino se levantou sorrindo. "Oh, obrigado pai!" gritou. Então, chegando em seu travesseiro ele puxou alguns trocados amassados.
O homem viu que o menino já tinha algum dinheiro, e começou a se enfurecer novamente.
O menino lentamente contou o seu dinheiro , em seguida olhou para seu pai.
- "Por que você quer mais dinheiro se você já tinha?" - Gruniu o pai.
- "Porque eu não tinha o suficiente, mas agora eu tenho", respondeu o menino.
- "Papai, eu tenho R$ 50 agora. Posso comprar uma hora do seu tempo? Por favor, chegue em casa mais cedo amanhã. Eu gostaria de jantar com você."
O pai foi destroçado...
Ele colocou seus braços em torno de seu filho, e pediu o seu perdão.
É apenas uma pequena lembrança a todos nós que trabalhamos arduamente na vida.
Não devemos deixar escorregar através dos nossos dedos o tempo sem ter passado algum desse tempo com aqueles que realmente importam para nós, os que estão perto de nossos corações.
Não se esqueça de compartilhar esses R$ 50 no valor do seu tempo com alguém que você ama.
Se morrermos amanhã, a empresa para a qual estamos trabalhando, poderá facilmente substituir-nos em uma questão de horas.
Mas a família e amigos que deixamos para trás irão sentir essa perda para o resto de suas vidas.

16 comentários:

  1. Rose!
    Tão emocionante, né?
    Tudo que nossos filhos querem é nossa presença e carinho para com eles.
    Desejo uma ótima semana!
    “Conhecer os outros é sabedoria. Conhecer-se a si próprio é sabedoria superior.” (Lao-Tsé)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Crianças pedem tão pouco... Nós adultos que não entendemos isso...
      Bjs Rose

      Excluir
  2. tem razão Rose, a gente se foca tanto no trabalho que esquece o essencial da vida que é estar com quem se ama
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus! Me doeu a garganta o menino comprar uma hora do tempo do pai.
    Realmente, se pararmos para pensar as coisas tem ficado assim :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helana, até chorei quando li isso.
      Bjs Rose

      Excluir
  4. que texto incrivelmente dolorido... tão real, infelizmente...
    =/ já tinha lido ele há muitos anos que sequer lembrava, mas com o desfecho a memória voltou...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria, muito triste saber o quão próximo da realidade este texto está.
      Bjs Rose

      Excluir
  5. Oiii Rose tudo bem?
    Fazia tempo que eu não lia esse texto e sei o quanto é dolorido, chega a dar vontade de chorar, mas é a realidade de muitas famílias, ótima trazê-lo no blog.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Morgs, eu chorei, confesso.
      Bjs Rose

      Excluir
  6. Já li um texto bem semelhante a esse e é triste o quanto muitos pais se preocupam em ascender profissionalmente, ou a sustentar a família, mas esquecem que o que os filhos querem é amor e atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma triste e dura realidade.
      Bjs Rose

      Excluir
  7. Uau! Emocionei agora, para a gente que tem filhos isso ainda é mais tocante, pois na correia do dia a dia acabamos deixando pouco tempo para dedicarmos a que realmente precisa de nós...Obrigado por compartilhar...Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De Nada. Quando li sabia que é o tipo de texto que todos devemos ler.
      Bjs Rose

      Excluir
  8. Olá!
    Que incrível! Amei o texto mesmo sendo triste e ao mesmo tempo real.
    É tão triste o quanto muitos pais se preocupam em ganhar e ganhar dinheiro, mas esquecem que o que os filhos querem é amor e atenção.
    Abraços**
    http://FebredeLivro

    ResponderExcluir
  9. Olá, adorei o texto.
    Concordo com suas palavras, acho que esse é aquele tipo de texto que essa sociedade em que vivemos precisa ler.
    Um beijo.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.