News Lilian Comunica

Oi amigos, hoje é dia de conhecer alguns lançamentos das Editoras Via Leitura, Editora Edipro e Editora Astral Cultural. Vamos lá?

Cartas à Mãe - Antoine de Saint-Exupéry
Terceiro dos cinco filhos do conde Jean-Marc de Saint-Exupéry e da condessa Marie Boyer de Foscolombe, Antoine Saint-Exupéry, autor de O Pequeno Príncipe, era um filho extremamente devotado, o lado que muitos não conheciam, até sua morte. 
Após o desaparecimento do autor, em uma queda de avião ao ser alvejado no deserto da Tunísia, a mãe de Saint-Exupéry resolveu publicar as cartas que ele lhe escreveu entre seus 10 e 44 anos.
Os carinhosos textos enviados pelo autor estão todos compilados na obra Cartas à Mãe, que o selo Via Leitura, da Edipro, relança com uma nova tradução. A sensibilidade e agudeza da visão de mundo de Saint-Exupéry, transparecidas em O pequeno príncipe, podem ser experimentadas de forma mais tangível nesta obra, sem os filtros da ficção.
As mensagens das cartas escritas à matriarca tinham os mais diversificados assuntos, como as guerras das quais o autor participou, as leituras que fazia e os locais que visitou como aviador. E, a partir destas correspondências, é possível conhecer alguns dos mais íntimos momentos de Saint-Exupéry, como pequenas alegrias, medos, saudades e tristezas.
"Chorei quando li seu bilhetinho tão repleto de sentido, porque eu chamei por você no deserto.
Estava cheio de raiva contra a partida de todos os homens, contra aquele silêncio, e chamava minha mãezinha.
É terrível deixar para trás alguém que precisa de você como Consuelo.
Sente-se uma imensa necessidade de voltar para proteger e abrigar, e arrancam-se as unhas na luta contra essa areia que o impede de cumprir seu dever, e somos capazes de mover montanhas. Mas era de você que eu precisava para me proteger e me abrigar, e eu a chamava com um grande egoísmo de cabrito. 
Foi em parte para Consuelo que voltei, mas é por você, mamãe, que se volta. Você, tão frágil, você sabia que era a esse ponto anjo da guarda, e forte, e sábia e tão cheia de bênçãos, que a invocamos, sozinhos, na noite?"
A obra é considerada um verdadeiro tratado do amor de um filho. Transborda o grande afeto que o autor sentia por sua confidente e protetora.
Cartas à mãe, de Antoine Saint-Exupéry, publicado pelo selo Via Leitura, da Edipro, não é apenas um registro histórico da vida de um dos maiores expoentes da literatura francesa, mas também uma peça comovente que eterniza o amor entre um filho e sua mãe. 
Sobre o autor: Antoine de Saint-Exupéry (1900 – 1944) foi escritor, ilustrador e piloto francês. Aos 22 anos, já era piloto e subtenente da reserva da força aérea francesa. Como piloto comercial, chefiou um posto no sul de Marrocos, onde recebeu o apelido de senhor das areias. Nessa época, negociou com tribos mouras a libertação de pilotos detidos após aterrisagens forçadas. Em julho de 1944, partiu de uma base aérea na Córsega para uma missão de reconhecimento e não retornou. Os destroços de seu avião somente foram encontrados em 2004 na costa de Marselha. Seu corpo nunca foi encontrado.
Drácula - Bram Stoker
O Vampiro mais querido da ficção ganha releitura do projeto gráfico, nova tradução e chega ao público para tirar o fôlego dos apaixonados pelos clássicos góticos
O romance mais aterrorizante da história de todos os clássicos, o vampiro mais querido de todo o mundo e, claro, um dos primeiros vilões que ganhou a torcida de todos, o Drácula, comemora 120 anos.
Para celebrar esta data, o selo Via Leitura, da Edipro, faz um projeto gráfico incrível e tradução de arrancar suspiros.
O clássico de 1897, escrito por Bram Stocker, foi o grande propulsor do conceito moderno de vampiros e, rapidamente, desbancou todas as outras obras de autores góticos consagrados na época, como Edgar Allan Poe.
Mesmo que não tenha sido o primeiro do gênero, Drácula, conhecido mundialmente, é o mais respeitado romance sobre vampiros da história da literatura.
“Bem-vindo à minha casa. Venha livremente. Vá em segurança; e deixe um pouco da felicidade que você traz!”
Na obra, Conde Drácula, personagem principal, é um tanto peculiar e deixa Jonathan Harker, seu hóspede, intrigado. Neste momento nasce, pela pena de Stocker, a mais célebre encarnação dos demoníacos strigoi, os vampiros que habitam o imaginário de tantos povos há séculos.
Junto ao vampiro mais lido no mundo e seu hóspede, também ganha vida o bravo nêmesis, Van Helsing, e a doce Mina, com todo seu sofrimento. Esses personagens compõem uma história cercada dos mistérios de uma terra envolta em brumas e superstições, que encantam leitores incautos desta obra magnífica.
Conde Drácula é comumente associado à figura de Vlad Tepes, ou Vlad, o Empalador, príncipe da Valáquia do século XV, que passou à história pela sua crueldade e sadismo, mas também pela sua luta contra a expansão islâmica na Europa. Vlad Tepes é celebrado como um herói popular até hoje na Romênia e na Moldávia.
Convidamos o leitor a apreciar esta nova edição de Drácula. Venha livremente e tente ficar em segurança.
Os Versos Dourados de Pitágoras - Antonie Fabre d'Olivet
A obra ‘Os Versos Dourados de Pitágoras’, de Antoine Fabre d’Olivet, é composta de versos feitos por Lísis, discípulo de Pitágoras, que utilizou todas as lições do importante filósofo da antiguidade e revolucionário da matemática, geometria e aritmética, principalmente contribuindo com a criação do ‘Teorema de Pitágoras’.
No livro, publicado pela Edipro, o autor discursa sobre a comparação feita pelos antigos do ouro com o belo e a ausência de defeitos, a excelência. Sendo assim, a Idade do Ouro seria caracterizada pelas virtudes e felicidade, pelos Versos Dourados, os versos nos quais estava encerrada a mais pura das doutrinas.
Não há duvidas que Lísis tenha composto aqueles versos, porém todos sabem que nestes versos está exposta a exata doutrina de seu mestre, com base nas máximas saídas de sua boca.
Após o falecimento de Pitágoras, seus discípulos foram perseguidos, em Crotona e em Mesaponto, e mortos, em sua maioria sob os destroços de sua escola incendiada, outros foram forçados a morrer de fome no templo das Musas.
Lísis, felizmente, conseguiu fugir dos ataques, refugiou-se na Grécia e resolveu expandir a seita de Pitágoras. Mesmo sendo alvo de calúnia, o discípulo julgou necessário redigir uma espécie de formulário que contivesse as bases da moral e as principais regras de conduta oferecidas por esse homem célebre.
Esses versos, da obra ‘Os Versos Dourados de Pitágoras’, publicada pela Edipro, contêm as opiniões de Pitágoras, e são tudo que resta de verdadeiramente autêntico no que diz respeito a um dos maiores homens da antiguidade.
Discurso Sobre a Servidão Voluntária - Étienne de la Boétie
A obra ‘Discurso Sobre a Servidão Voluntária’, publicada pela Edipro, trata-se de um discurso publicado postumamente de Étienne de La Boétie, humanista e filósofo francês, que defendia a resistência contra a opressão de forma pacífica.
O livro foi publicado pela primeira vez em 1571, após oito anos da morte de La Boétie. Esta versão atualizada tem a introdução do editor francês Paul Bonnefon, renomado estudioso de La Boétie na virada do século XIX para o XX, e prefácio do historiador e escritor Leandro Karnal, historiador, doutor em História social pela USP.
Neste discurso, Boétie apresenta quais são os tipos de tirano e de quais formas controlam a sociedade e asseguram seu domínio sobre o povo. Entretanto, questiona a real natureza desse poder e, surpreendentemente para a época, defende que a simples vontade do povo em não servir é suficiente para a derrubada deste domínio e o fim da servidão.
Este texto, que trouxe o reconhecimento póstumo ao seu autor, defende que é possível resistir à opressão de forma pacífica. La Boétie antecipa em séculos fundamentos teóricos que estarão presentes em, por exemplo, a Desobediência Civil, de Thoreau, a luta de Gandhi pela independência da Índia, o movimento antissegregação de Martin Luther King, nos Estados Unidos.
O Discurso sobre a servidão voluntária é uma obra fundamental para aqueles que buscam entender como pode toda uma população se deixar dominar pelo poder de tiranos e como libertar-se deste jugo.
Quando Eu Era Invisível - Martin Pistorius
Best-seller do New York Times e lançado em mais de 40 países, Quando eu era invisível, de Martin Pistorius, é publicado pela editora Astral Cultural neste mês. Nesta obra, Martin narra sua história de vida desde os 12 anos de idade, quando começou a ficar seriamente doente e foi diagnosticado com uma doença degenerativa sem cura e que não permitiria que ele vivesse muito mais do que dois anos.
Ele era uma criança brilhante e alegre que, de repente, parou de falar, comer e logo ficou de cama, adoecendo inexplicavelmente. No período de um ano, ele estava preso em estado vegetativo, completamente imóvel e dependente de terceiros.
Durante anos, o jovem ficou internado em uma clínica para crianças deficientes. O que ninguém sabia era que, enquanto o corpo de Martin permanecia inerte, sua mente acordava lentamente. O problema é que ele não era capaz de contar isso a ninguém. Martin se transformou em um prisioneiro dentro do próprio corpo.
Doze anos após o terrível diagnóstico, ele passou a ser cuidado por uma especialista, que conseguiu perceber pequenos sinais de consciência em Martin. Os médicos já não acreditavam mais na recuperação do jovem, porém seus pais não desistiram de lutar. E isso fez toda a diferença!
Aos poucos, foram trabalhando a sua recuperação até que, finalmente, saiu completamente do estado vegetativo. Mesmo na cadeira de rodas e sem conseguir falar, ele se tornou um especialista em tecnologia da informação. Desde então, contra todas as probabilidades, ele se apaixonou, se casou e montou seu próprio negócio.
‘Quando eu era invisível’ revela a comovente história de superação de um jovem desenganado pela ciência, que passou por maus tratos e abusos em clínicas que deveriam ter cuidado dele. Mas que conseguiu se recuperar e hoje tem uma vida plena e feliz.
O Livro Definitivo dos Sonhos - João Bidu
Os sonhos são frutos da nossa imaginação? São premonições? Expressões do medo? Ou do desejo? Neste mês, o astrólogo e especialista em sonhos, João Bidu, lança O Livro Definitivo dos Sonhos. Há 31 anos, Bidu publica suas previsões em revistas regulares da sua própria editora, a Alto Astral. Desde 1986, já foram vendidas mais de 100 milhões de publicações.
“O Livro Definitivo dos Sonhos” marca o lançamento do selo Elemento Secreto, que reúne publicações esotéricas da Astral Cultural – a divisão de livros da Editora Alto Astral. A obra lança pistas sobre os recados do inconsciente que são revelados por meio dos sonhos. Sonhar com morte, por exemplo, representa a necessidade de se livrar de problemas ou indica insatisfação. Já sonhar com dentes bonitos e sadios é sinal de prosperidade.
João explica que os medos e os desejos mais íntimos aparecem refletidos nos sonhos, e funcionam como uma espécie de catarse. “Por isso, sonhar ajuda a vencer inibições, a libertar emoções reprimidas e também promove uma viagem a diferentes fases da nossa vida”, afirma.
Muitas vezes, os sonhos se apresentam totalmente desconexos do cotidiano ou como versões de experiências pessoais. Por isso, é sempre necessário entender como opera a lógica das mensagens do inconsciente durante o sono para favorecer o autoconhecimento, descobrir vontades ocultas e identificar formas diferentes de observar problemas pessoais e suas soluções.
As interpretações são divididas em verbetes e indexadas em glossário para facilitar a localização de cada sonho. O Livro Definitivo dos Sonhos traz mais de mil sonhos interpretados por João Bidu, que fundamenta seu conhecimento no legado de grandes pesquisadores do assunto e também de tradições orais associadas ao universo onírico.
Ilusão - Jas Silva
O primeiro livro da trilogia ‘Os Montenegro’, Ilusão, publicado pela Astral Cultural, narra a história de Mariana, herdeira de uma família tradicional e conservadora de Santa Catarina, que se envolve em uma trama repleta de escândalos.
Nesta ficção, Jas Silva, nos apresenta à poderosa e influente família Montenegro, agora alvo de tramas que seriam consideradas desonras ao nome da família, se os pais dos três irmãos estivessem vivos. Mariana, a protagonista do primeiro volume, é uma amazona promissora, obstinada e competitiva que se vê obrigada a deixar tudo para trás, assim como seus sonhos, planos para o futuro e até mesmo Henrique, o homem por quem sempre foi apaixonada.
Marcos e Isadora, seus irmãos mais velhos, fazem com que ela deixe o país e vá para Portugal. Cinco anos depois, ela retorna ao Brasil ao descobrir que Isadora está de casamento marcado com ninguém menos que Henrique.
Determinada, ela retorna ao Brasil disposta a recuperar seu grande amor e revelar um segredo escondido desde o momento que deixou o país. Envolvida em uma série de escândalos, traições e sem o apoio de seus irmãos, Mariana percebe que a única pessoa ao seu lado, em todos os momentos, é Guilherme, seu amigo de infância.
“Ele foi ávido, feroz e, ao mesmo tempo, dono de uma loucura que desestabilizou cada centímetro do meu corpo, não só fisicamente. Olhando para ele, sentindo-o afundar entre minhas pernas, eu cheguei a tremer (…)”
Jas Silva, best-seller da literatura erótica, narra ‘Ilusão’, o primeiro da trilogia ‘Os Montenegro’, com trechos de sexo ardente e personagens sedutores.
Brothers Rocha - Gustavo e Túlio Rocha
Você já se perguntou como é a vida com um irmão gêmeo? No livro Brothers Rocha, os gêmeos mais queridos do Brasil resolveram contar como é a vida de pessoas iguais, porém apenas na aparência.
Gustavo e Túlio Rocha, influenciadores digitais, com mais de 5 milhões de seguidores no Instagram e mais de 100 milhões de visualizações no YouTube, lançam o primeiro livro pela Astral Cultural.
Para a ciência, eles são monozigóticos, ou seja, gêmeos idênticos. No dia a dia, porém, as diferenças de comportamento são notáveis. Um gosta de academia, o outro vai por obrigação. Um é bastante vaidoso, já o outro nem tanto. Um é destro e o outro, canhoto. Um é superbaladeiro, enquanto o outro adora ficar em casa. Eles brigam, fazem as pazes e revelam que um é o melhor amigo do outro e, por isso, não abrem mão de resolverem tudo juntos. Inclusive, o fato de estarem sempre unidos já lhes trouxe muitos problemas.
Túlio: Ah, os professores ficavam doidos com a gente! (…)
Gustavo: Aí eu ia e falava “Não, eu sou o Gustavo!” E então o professor ficava confuso e tirava ponto dos dois.
Além de ficarem sabendo tudo sobre a vida dos dois, as fãs poderão destacar 32 páginas de fotos e transformar em pôsteres!

Então amigos, se interessaram por algum dos livros?
*Todas as informações foram retiradas do site da nossa parceria Lilian Comunica.

22 comentários:

  1. Oi Rose!
    Adorei essa edição do Dracula! Tá muito linda *---* gosto muito dos mistérios que rodeiam a história.
    Eu vou adicionar Quando era Invisível a minha lista de leituras, com certeza. Se com a sinopse eu já gostei da história do Martin, que é muito batalhador e perseverante, imagina quando eu ler!
    Obrigada por postar esses lançamentos ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nayane, também me apaixonei por esta edição de Drácula.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  2. Rose!
    A Lilian sempre tem boas indicações.
    Gostaria de ler Carta à mãe.
    “A amizade, depois da sabedoria, é a mais bela dádiva feita aos homens.” (François La Rochefoucauld)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este Carta à Mãe me deixou interessada também.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  3. Olá, tudo bem?
    Adorei o post e as indicações, o livro da Jas está muito lindo!!!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a capa dele também.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  4. Oiii Rose tudo bem?
    O livro que mais despertou meu interesse foi a nova edição de Drácula, não pensaria duas vezes, sou viciada nele.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou de olho nele!
      Bjs, Rose.

      Excluir
  5. Oi,
    Achei linda essa capa de Drácula, estava mesmo procurando uma bem bonita para ter na coleção, já que eu já li, poderei escolher pela capa e diagramação. Essa já está na lista.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veio bem a calhar então né?
      Bjs, Rose.

      Excluir
  6. Nossa quantos lançamentos, mas confesso que fiquei encantada com Cartas à mãe, embora não tenha muito conhecimento sobre o autor, eu amo o pequeno príncipe e fique muito interessada em poder ler suas cartas, deve ser maravilhoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também fiquei interessada por conta disso.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  7. Oii, tudo bem?
    Confesso que não conhecia as três editoras, mas gosto muito de conhecer novas. O lançamento que mais me deixou curiosa foram cartas à mãe, pois acho a escrita do autor incrível. Gostei dessa edição de Drácula também, a capa ficou linda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula, conhecia agora tanto a ViaLeitura quanto a Edipro. A Astral Cultural eu já conheço. Também gosto de conhecer editoras novas, sempre encontramos boas opções de leitura.
      Bjs, Rose

      Excluir
  8. Quero muito ler esse sobre sonhos, acho o assunto fascinante! Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  9. gostei da proposta de quando eu era invisível
    é o que mais me atraiu
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também me interessei por ele.
      Bjs, Rose

      Excluir
  10. olá, Rose. que espetáculo essa edicao de Dracula omfg *---*
    curti alguns desses lançamentos... da Astral só leria esse dos Sonhos...
    mas adorei a premissa de Cartas à mãe e Os versos dourados de Pitágoras...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria, quando vi este lançamento lembrei de você, sabia que você iria se interessar por ele.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  11. Já li Drácula de Bram Stoker e adorei.

    ResponderExcluir
  12. Que bela edição de Cartas à Mãe, Drácula também está ótima. Os Versos Dourados de Pitágoras certamente é um livro que compraria. Discurso Sobre a Servidão Voluntária, eu conheço. Da editora Astral, não compraria nenhum.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.