#Resenha: Não Era Você Que Eu Esperava

Em tempos onde falamos tanto de inclusão social, um livro onde o pai conta sua experiência com a chegada inesperada de sua filha com Síndrome de Down, é com certeza uma oportunidade de conhecer um pouco desta vida através de um olhar de quem está dentro do problema. Não deixem de ler.
Não Era Você Que Eu Esperava - Fabien Toulmé
256 páginas - Editora Nemo
A leitura deste livro foi um verdadeiro soco no estômago, uma montanha de emoções, onde fui da raiva às lágrimas em poucas páginas. 
Fabien é um francês, casado com uma brasileira e pai de Louise. Depois de anos fugindo do clima frio, Fabien resolve voltar para seu país, para ficar mais próximo de seus familiares e amigos.
Com a segunda gravidez de Patrícia em andamento, suas maiores preocupações era arranjar um emprego e um(a) médico(a) para que sua esposa seguisse com o pré-natal. Ele sempre teve medo de ter um filho com trissonomia, popularmente conhecido como "Síndrome de Down".
Na França, existem exames obrigatórios para todas as gestantes que no Brasil não são exigidos. Estes exames ajudam a detectar qualquer tipo de irregularidade com o feto. Assim que conseguiram um obstetra, Patrícia foi encaminhada para fazer tais exames que não tinham sido feitos aqui no Brasil.
Com os exames em mãos e estando tudo ok, o casal ficou tranquilo e seguiu aproveitando não só a gravidez, como também o novo momento da família. Eles se adaptaram bem na nova casa e cidade, e estavam contando os dias para a chegada de Julia.
Finalmente o grande dia chegou, mas a chegada de Julia não foi tão tranquila como queriam. Com problemas cardíacos, a pequena teve que lutar pela vida dentro de uma incubadora.
Para Fabien, no entanto, o maior choque foi perceber que sua filha era "diferente". Com o coração aflito, ele começa a procurar por uma confirmação para sua suspeita: sua filha tinha "Síndrome de Down".
Seu temor só foi confirmado dias depois, o que lhe causou pânico, revolta e medo, a ponto dele desejar que Julia não sobrevivesse ao seu problema cardíaco.
Abalado pelas perspectiva de ser pai de uma Down, Fabien acaba até entrando em uma espécie de depressão. Tomado pela vergonha, ele nem mesmo consegue pegar no colo a própria filha!
Patrícia e Louise não tiveram o mesmo problema em aceitar Julia. Aliás, Louise enchia a irmã de carinho e atenção, sem nem ao menos notar algum tipo de "diferença" entre ela e sua irmã.
Julia acaba entrando em um momento decisivo. Era hora de sua temida operação no coração. Será que ela finalmente contaria com o apoio de seu pai?
Depois do susto e do período de convivência, como será que estava a cabeça e o coração de Fabien? Julia seria forte o suficiente para sobreviver a operação? Fabien vai aceitar a filha?
Emoção define muito bem este livro, que é um graphic novel autobiográfico. Eu não sei dizer até que ponto Fabien retratou a si mesmo na história, só posso dizer que no início da leitura, o achei bem imaturo para um pai de família. Como ele é francês, também não sei até que ponto sua cultura pode ter influenciado algo. Fato é que fiquei meio chocada com ele.
Claro que receber a notícia que seu filho tem algum tipo de problema de saúde, mexe com qualquer pai. Que há muitos medos, inseguranças e questionamentos diante de tal fato. O livro mostra bem esta situação de angústia, assim como mostra como as pessoas ainda são preconceituosas e cheias de tabu. Felizmente sentimentos que estão mudando. Um ótimo livro para ler, refletir, sentir e debater.
Antes de finalizar, quero aproveitar e deixar com vocês o link do Book Trailer do livro. Normalmente eu coloco o vídeo aqui, mas não vou colocar, porque achei que há um spoiler nele, por isso, deixo a cargo de cada um em ver ou não.  O link é este: Não Era Você Que Eu Esperava.
Independente disso, quero reforçar o quão bom é este livro, cuja leitura é rápida e fácil, mas carregada de emoção. Quem estiver interessado, pode aproveitar para comprar seu exemplar:
Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário Gutenberg 2017, no item "um livro baseado em fatos reais". Quem quiser ler as outras resenhas deste desafio, pode clicar na imagem abaixo:

44 comentários:

  1. a trama parece legal Rose e trata de uma temática polêmica, principalmente pq o que eu ja ouvi de gente falando besteira sobre a sindrome de down, ler um relato familiar e dos desdobramentos é bem interessante
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Thaila, um relato de quem viveu e vive o problema dá outra dimensão aos fatos
      Bjs Rose

      Excluir
  2. Oiii Rose tudo bem?
    Eu fiquei bastante apaixonada e até mesmo empolgada em realizar a leitura desse livro Rose, gosto muito de obras que incluem inclusão social, são meus favoritos, além disso a edição está linda.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto também de livros que tratam deste problema, e sem dúvida, a edição está muito bonita.
      Bjs Rose

      Excluir
  3. Eu já conhecia o livro mas não sabia tantos detalhes sobre a trama e gostei muito de conferir a sua resenha, só me deixou ainda mais curiosa para ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim Beatriz, vale a pena.
      Bjs Rose

      Excluir
  4. Rose!
    Gostei de ver que ele assumiu as dificuldades que tinha no início em relação a filha e depois aprendeu a amá-la e cuidar dela como só um amor incondicional de pai pode, né?
    Livro lindo e pretendo ler.
    Desejo uma ótima semana e um mês abençoado!
    “Muitas palavras não indicam necessariamente muita sabedoria.” (Tales de Mileto)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amor entre pais e filhos é algo que não tem explicação.
      Bjs Rose

      Excluir
  5. Oi, Rose!
    Eu já sabia desse lançamento e lembro de ter ficado bem curiosa em relação a ele. Ver uma resenha sobre esse livro foi demais, nem consigo imaginar as emoções que ele deve passar e nem sequer o que aconteceu com esse pai e sua família. Quero muito ler!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, quando vi minha amiga lendo, bem no caminho para minha casa, não pensei duas vezes em pedir emprestado. Foi uma leitura muito boa mesmo.
      Bjs Rose

      Excluir
  6. Nossa! Que história! Deve ser muito difícil para um pai aceitar que uma filha tenha essa síndrome. Acho que gostaria de saber mais sobre a sua história.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, sim, deve ser um choque para qualquer pai receber este tipo de notícia, ainda mais um que tinha um mundo de preconceitos com pessoas Down.
      Bjs Rose

      Excluir
  7. Eu tinha visto esse livro, mas não havia prestado atenção no tema. Poxa, que corajoso ele, o pai, de expor todos os seus preconceitos e medos em um livro. Só imagino que deve ser algo bem difícil descobrir que seu bebezinho tem alguma síndrome.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou Nilda, durante minhas duas gravidez, a única coisa que pedia era pela saúde deles. Qualquer pai balança diante de uma notícia assim.
      Bjs Rose

      Excluir
  8. Eu imagino que esse livro deve ser bem emocionante mesmo.
    Tratar de Sindrome de Down em um livro é um assunto muito bom. Acho que precisamos mesmo ler sobre isso, e saber mais. Um livro com aceitação, negação e novidade, um misto de sentimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helana, o pai foi mesmo corajoso em mostrar seus verdadeiros sentimentos em relação a filha Down. Não é fácil ter que lidar com os próprios preconceitos.
      Bjs Rose

      Excluir
  9. Oi Rose, que história diferente. Por um momento pensei estar lendo o material erra, enfim... Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gleyse, porque o material errado?
      Bjs Rose

      Excluir
  10. Oi, Rose.
    Eu já conhecia a obra por outras resenhas e acho bastante interessante, por ser graphic, pela situação que o protagonista, pela atitude que teve e pela curiosidade de saber como ele vai lidar com tudo e como a história termina.
    Com certeza pretendo ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim Aline, é um ótimo livro.
      Bjs

      Excluir
  11. Oi! Tudo bem? Eu gosto muito de livros assim, que tratam de temas fortes e que tem situações que mexem com as nossas emoções, imagino como deve ter sido todo o processo pra esse pai, não é facil ver um filho com uma síndrome. Uma criança que precisa de atenção especial com certeza vai mudar a realidade dele, mas vamos ver, o livro deve tratar bem do amadurecimento desse pai, né? Fiquei bem curiosa. Parabéns pela resenha. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bianca, não é fácil para nenhum pai, ainda mais um que já tem dentro de si uma série de preconceitos em relação a síndrome de Down. É uma leitura muito boa.
      Bjs Rose

      Excluir
  12. Não conhecia o autor, nem o título, porém achei bem interessante e vou buscar para uma leitura futura e próxima. Amo seu blog e adoro suas resenhas. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Marina. Espero que leia, o livro é muito bom.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  13. Olá, tudo bem?
    Não conhecia a obra, e adorei vê-la aqui.
    Adoro livros que abordam temas fortes e que nos passam alguma mensagem.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai gostar deste, leia sem medo.
      Bjs

      Excluir
  14. Oi Rose, tudo bem?
    Menina, que livro maravilhoso, amei a resenha. Já quero pra mim :)
    Há, adorei o seu desafio literário, posso copiar para eu fazer aqui em casa?
    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que pode Áry, fique a vontade.
      Bjs

      Excluir
  15. Oi Rose
    Adorei seu post
    Estou doida para ler este livro! Depois do seu post, quero mais ainda.
    Acabei de postar Placas tectônicas, da Nemo também.
    Adoro estas graphic novels, quero ler todas!!
    Muito bom seu post
    Bjks mil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Claudia, eles estão fazendo um otimo trabalho né?
      Bjs, Rose.

      Excluir
  16. Não conhecia esse livro mas sei bem o que esse pai deve ter passado, pois vivi algo parecido, mas felizmente era um alarme falso, mas foram 6 messes de coração apertado que só que passa sabe. Quero muito ler esse livro pois sua resenha me deixou bem curiosa. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, seis meses sem saber ao certo? terrível mesmo. Mas que bom que no final era alarme falso.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  17. Oii, tudo bem?
    Eu tenho certeza que esse livro é um verdadeiro soco no estomago, eu nunca imaginei em encontrar um livro com essa temática, mas agora eu vi que ele precisa ser lido, precisa ser mostrado ao mundo. Com certeza está na minha listinha de desejados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Giovana, é um livro que realmente precisa ser lido
      Bjs, Rose.

      Excluir
  18. Olá tudo bem
    Eu amei o tema do livro pois trás um tema bem difícil de ser tratado então com certeza já coloquei na minha listinha de livro para ler

    ResponderExcluir
  19. nossa, deve ter sido uma leitura bem impactante... fiquei curiosa pra ler, confesso...
    cê sabe que curto histórias viscerais, coisas que me deixam abalada... certamente leria essa HQ... dica anotada...
    bj, Rose...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria, sei sim, e este Hq mexe com o leitor.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  20. Oi, tudo bom?
    Não conhecia esse livro ainda, e que história interessante. O mais legal é saber que tem base em fatos reais, fiquei bastante curioso, principalmente por conta de seus comentários. Adorei a resenha.
    Até mais o/

    ResponderExcluir
  21. Oi Rose, sua linda, tudo bem?
    Infelizmente já ouvi histórias de pais que abandonaram sua família porque tiveram um filho com essa síndrome. Eu não consigo imaginar o que pode fazer alguém a rejeitar seu próprio filho, seja portador da síndrome ou não. Um tema que nunca vi sendo abordado em um livro antes. Dica mais do que anotada. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Descobri o livro que eu estava precisando. Amo livros que me tiram da zona de conforto. Geralmente são os melhores. Até porque se é para sair do mesmo jeito após a leitura de um livro, eu nem leio.

    ResponderExcluir
  23. Rose, eu adoro as publicações da Nemo porque elas nos tiram da nossa zona de conforto totalmente.
    Amei a história e fiquei mega curiosa para ler.

    ResponderExcluir
  24. Oieeeeee
    pensa numa menina que esta louca por essa hq, sou eu. Amo livros que abordam temas assim, ainda mais com essas ilustrações que aparentam estar tão legais, adorei sua resenha

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi Rose,
    Eu tô muito afim de ler essa HQ desde que lançou espero ter a oportunidade.
    Tua resenha conseguiu triplicar o meu desejo, beijoos

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.