#Resenha Quando o Céu se Apaga

Oi amigos, hoje trago para vocês uma resenha sobre força e superação. Como nossos problemas crescem diante de medos que criamos em nossa própria cabeça. Espero que gostem!
Quando o Céu se Apaga - Mírian Vidal
256 páginas - Editora Pandorga
O livro conta a história de uma garota que nasceu com escoliose. Escoliose para quem não sabe é uma deformidade (desvio) na coluna vertebral.
Os problemas começaram a surgir mesmo quando começou a entender que era diferente da maioria das suas amigas. Ela tinha algumas limitações que as outras não tinham. Ela percebia como suas amigas estavam mudando, crescendo, enquanto ela permanecia presa ao seu corpo de criança.
Como explicar a uma criança sobre uma doença? Por mais esclarecida que ela seja, ela não tem um completo entendimento do que se passa com ela. Porquê com ela? Ela sente-se um peso para todos, uma vergonha para os pais. A confiança e brilho no olhar aos poucos vão se apagando. Por ela, ela poria um fim em tudo, mas tinha sua mãe, e ela não queria que sua mãe sofresse mais do que o necessário.
Fiquei ali, analisando o quão medrosa eu era. Nem coragem para me matar eu tinha. A vida é realmente uma droga!
Logo cedo, aos treze anos, teve que passar por duas dolorosas cirurgias, por conta de misteriosas fraturas no fêmur. Foram longos e dolorosos meses, onde nem andar ela podia. Os médicos não sabiam explicar e inúmeros exames eram feitos. 
Muito magra, e com vários medos, nossa garota tenta se adaptar ao que a vida vai lhe jogando na cara. Quando ela pensa estar adaptada a sua atual situação, e com planos para uma faculdade, vem um diagnóstico que muda tudo, ela tem apenas mais cinco anos de vida. O próprio corpo dela é o maior inimigo de sua saúde. Sua coluna vai aos poucos matando nossa garota. Teria uma operação para isso? Não uma que valesse a pena no momento. Não uma que resolveria os problemas de uma vez. Não uma que devolvesse os sonhos que ela tinha. 
- Você não me dá trabalho, eu quero você porque eu amo você e não outra igualzinha a você.
Ela já estava acostumada ao lado negro de seu destino, e por mais fácil que fosse desistir, ela tornou-se uma guerreira, e como tal iria lutar pela vida. Seus sonhos foram destruídos? Ela teria novos sonhos. Sapatos especias, muletas, cadeira de rodas, tudo ela enfrentaria... e venceria...
Teve dias ruins? Sim, inúmeros, mas ela seguia em frente. Talvez seu maior inimigo nem seja seu corpo, mas sua mente. Em vários momentos vemos claramente seu sofrimento e desespero. A forma "deformada" como ela mesma se via. A forma como ela achava que os outros a encaravam. Ela já tinha muitos problemas para enfrentar além do medo de sua própria mente. Para ela lutar contra a doença, era preciso que ela lutasse contra seus medos.
Os médicos tinham falado para ela que eu nunca iria andar, então comecei a fazer fisioterapia desde o primeiro mês de vida. Apesar de ter começado tarde, eu andei. Ela dizia que tinha sido um milagre. Que eu era um milagre. Por isso eu acreditava em milagres. Eu acreditava em mim.
Ao longo de toda sua jornada ela conheceu muitos anjos. Amigos que lhe deram apoio e incentivaram. Amigos que lhe mostravam um lado que ela pensava não ter. Uma irmão e uma mãe que seguraram sua barra, mesmo nos momentos mais pesados. Ela teve perdas também, perdas que lhe tiraram o chão. Mas por tudo que ela viveu, entre perdas e ganhos, ela ganhou. E se seriam cinco anos que ela teria, ela estava decidida a fazer valer a pena cada dia que lhe fosse dado.
Sinto como se minha resenha estivesse confusa, e peço perdão por isso, mas a verdade é que ele mexeu comigo. O livro é ótimo, cheio de lutas, dúvidas, sofrimento, revolta e superação. É um livro que fala de vida, da vida real. O enredo é narrado pela própria protagonista, que como vocês devem ter percebido, não citei o nome, pelo simples fato de não ter um nome... Isso mesmo, em nenhum momento do livro o leitor fica sabendo o nome da garota, e sinceramente, só fui me ater a isso já no final do livro. Outra coisa que gostaria de dizer, é que no final do livro, onde conhecemos um pouco da autora, ficamos sabendo que o enredo é meio ficção, meio fato real. Ou seja, alguns dos relatos que lemos, foram sofridos pela nossa autora, e outros ela fantasiou. O que é real, o que é ficção, não temos como saber. Tudo fica misturado de um jeito, que para mim, tudo foi real.
Se você pensa que tem um problema, acredite, outros tem problemas maiores que você, então pare de reclamar e viva! Neste meio tempo, aproveite e leia este livro!!!
Para finalizar deixo com vocês o Book Trailer do livro:

80 comentários:

  1. um enredo delicado e muito interessante, emocionante!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Rose!
    Já me identifiquei com os problemas de coluna...kkkkkk
    E adorei: "Se você pensa que tem um problema, acredite, outros tem problemas maiores que você, então pare de reclamar e viva!"
    “Das coisas que a sabedoria proporciona para tornar a vida inteiramente feliz, a maior de todas é uma amizade”.(Epicuro)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Gostei bastante de poder conferir sua resenha, especialmente porque não conhecia o título e me interessei bastante por conta da temática e das mensagens traçadas a respeito de superações e afins. A respeito dos problemas, não tenho dúvidas de que sempre haverá quem está com dificuldades maiores, então é preciso agradecer por nossas oportunidades, aprendizados, família, amigos, enfm... pela vida que temos! Espero poder ler esse livro também!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Rose.
    Achei o livro muito bonito, mas não me cativou no momento.
    Tenho tantos outros livros aqui para ler que preciso me concentrar no que tenho e não ficar desejando mais e mais! rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tarefa difícil esta de não desejar outros... kkkk
      Bjs!

      Excluir
  5. Este livro deve ser lindo!
    Tenho uma amiga com escoliose, acho que ela iria se identificar com a leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helana, pelo que li depois, há vários tipos de escoliose. mesmo assim, creio que haja mesmo uma identificação.
      Bjs!

      Excluir
  6. Olá Rose, tudo bem?

    Achei o enredo interessante, a capa ficou bonita. Gostei muito de conferir a sua resenha, acho legal quando abordam as dificuldades e superações, e essa obra parece fazer isso muito bem. Vou pesquisar mais sobre a obra, obrigado!
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto de ler enredos do gênero.
      Bjs!

      Excluir
  7. oi,Rose... escoliose é ruim demais, sofro desse mal, usei até aqueles aparelhos pra coluna quando era criança... hj ainda tenho um desvio mas nada muito grave... o aparelho ajudou bastante... uma amiga minha chegou a fazer a cirurgia de correção, eu fiquei com medo,pois é arriscada...
    mas confesso que não tô com vibe pra encarar uma leitura sobre isso... =/

    "Se você pensa que tem um problema, acredite, outros tem problemas maiores que você, então pare de reclamar e viva!"

    Sobre isso, tenho minhas discordâncias... não há como comparar dores, pois cada pessoa sente de uma maneira diferente... pensar dessa forma seria dar mais ou menos importância as dores alheias, e não acho isso correto... enfim...


    bjs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria, pude ver pelo livro que a operação é bem complicada mesmo.
      Em relação a frase, foi mais em relação aquelas reclamações egoístas, de pessoas que reclamam por não terem dinheiro para aquele sapato novo, estão sem dinheiro para sair... este tipo de reclamação. Cada um sabe o tamanho de sua dor, mas se olharmos em volta, acabamos notando que existe sempre uma dor maior que a nossa, mesmo que a nossa seja grande.
      Bjs!

      Excluir
  8. Oiii Rose, tudo bem?
    Menina eu fiquei apaixonada por essa sua resenha, o livro realmente despertou meu interesse, gosto de temas abordados diferentes, pois não é o comum que eu costumo ler e isso me atraiu muito, parabéns pela resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Morgs! O livro é muito bom, leia sim.
      Bjs!

      Excluir
  9. Oi. Sua resenha não ficou confusa, muito pelo contrário, ficou ótima. O enredo é bem interessante, apesar de perceber alguns elementos clichês na história, no geral, leria para saber se é possível trabalhar em sala de aula.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lilian, que bom que não ficou confuso, estava receosa com isso. Em relação ao trabalho em sala de aula, vai depender da idade que você trabalha.
      Bjs!

      Excluir
  10. Parece uma história emocionante. A capa é linda. Esse já vai pra minha lista.
    Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Mylena, ainda mais por saber que vale a pena.
      Bjs!

      Excluir
  11. Oi, tudo bem? Nossa que história interessante. Achei o tema intrigante e muito legal. Bem diferente dos livros clichês que vemos por ai. Super curti a dica. Bjs

    ResponderExcluir
  12. Oi, Rose.
    O livro apresenta um tema importante e emocionante. Imagino que seja uma leitura delicada e com uma mensagem que toca ao coração. Espero um dia, ter a oportunidade de conferir. Sua resenha está perfeita!
    Obrigada pela dica.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Eu já conhecia a obra, mas eu nunca parei para ele uma resenha sobre o mesmo, por isso só sabia da história de forma em artificial rdrs. Enfim... adorei saber do que o livro vai nos trazer, realmente você tem razão: tem gente com problemas piores que os nosso então, bora viver que é melhor as ser feito rsrs. Adoro e o trabalho gráfico da Pandorga e espero poder adquirir a obra em breve. Até mais vê
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Manoel, leia sim, é uma leitura muito boa e que faz o leitor enxergar a vida de outra forma.
      Bjs!

      Excluir
  14. Adorei a mensagem e reflexão que o livro traz, e super concordo, temos que viver apesar dos nossos problemas, porque isso todo mundo tem, alguns até com maiores.
    Não achei sua resenha confusa, mas entendo, sempre que um livro mexe muito comigo é difícil falar dele sendo bem objetiva, mas ficou ótima.
    Fiquei curiosa pra conferir!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Carol, fico feliz em saber que consegui passar o recado.
      Bjs!

      Excluir
  15. Oii!
    Ainda não conhecia esse livro e nem sabia sobre o que se tratava. Achei a temática muito interessante e bem diferente, na verdade. É difícil encontrar livros que tratem sobre escoliose, ainda mais como tema principal e retratando a realidade trágica assim de uma pessoa com a doença.
    Mesmo assim, acho que é um livro que pode ser um pouco pesado demais pra mim no momento. Acho que livros assim devem ser lidos com dedicação, já que são super importantes.
    Ótima resenha e parabéns por divulgar um tema tão importante assim :)
    Beijos!

    www.beyondbluedoors.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna, apesar do tema e dos problemas, a narrativa tem um ar meio poético, pelo menos eu senti assim. mesmo sofrendo em alguns momentos, não achei pesado.
      Bjs!

      Excluir
  16. Oie...
    Não conhecia a obra, mas, fiquei completamente interessada pela mesma. Adoro livros que falam sobre força e superação e, inclusive, no momento, estou lendo um sobre esse mesmo assunto e da mesma editora... Muita coincidência!
    O que mais gosto em leituras assim são os ensinamentos que deixam para o leitor.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Diane, sim, conseguimos tirar bons ensinamentos e reflexões sobre nós mesmo.
      Bjs!

      Excluir
  17. Sua resenha ficou incrível e nem um pouco confusa, sério. Não tinha lido nenhuma resenha da obra, mas já tinha visto a capa por aí, confesso que não parei para saber sobre a trama. A premissa parece muito envolvente, adoro histórias que mexem comigo e falam sobre superação e assuntos mais reais. Quero ler a obra!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dessa, leia sim! E que bom que consegui ser clara :)
      Bjs!

      Excluir
  18. Olá Rose,
    Me arrepiei de ler sua resenha. Que livro mais forte. É engraçado como muitos de nós pensam que possuem um problema tão grande, mas que, se comparado ao de outros, ele não é nada.
    A protagonista/autora foi muito forte. Não são todas as pessoas do mundo que conseguem sonhar novos sonhos quando seus sonhos são destruídos.
    Anotei a dica e adorei essa mistura entre real e ficção.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabrielle, bom saber que não fui confusa ao explicar o livro. também adoro quando existe esta mistura e não sabemos onde começa a realidade e termina a ficção ou virse versa.
      Bjs!

      Excluir
  19. Oi Rose, tudo bem?
    Quando vi a capa desse livro, não imaginava do que se tratava e percebo agora como deve ser um livro tão marcante. Nunca li nada sobre escoliose e achei legal a autora ter trabalhado isso, dessa forma podemos entender melhor o sofrimento dessa personagem, a sua percepção das coisas e das pessoas ao seu redor. Me parece ser um livro bastante reflexivo e emocionante, e fico imaginando o que ela faz ao saber que tem um tempo tão limitado de vida e como irá aproveitá-lo. Adorei a sua resenha e espero ler o livro um dia.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda e um livro emocionante e tocante. Uma leitura muito forte, mas sem ser pesada.
      Bjs

      Excluir
  20. Oii Rose, tudo bem? Gostei muito da sua resenha <3 O livro me chama atenção justamente por ter um pouco de não-ficção. Acho a premissa super interessante e gostaria de conhecer essa protagonista e sua luta. Espero ter a oportunidade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oi!

    Fiquei bem interessada nesse livro, ainda mais ao saber que ele é meio real, meio ficção. Gosto dessa mistura. A premissa também é bacana, mas poderia ser narrado em terceira pessoa. Adorei conhece-lo e anotei a dica.

    beijos =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anelise, não sei se em terceira pessoa sentiríamos as emoções que sentimos na narrativa.
      Bjs

      Excluir
  22. Olá Rose!
    Não achei que a resenha ficou confusa, na verdade me animou bastante a conhecer essa história. Achei bem interessante e emocionante a narrativa.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Carolina! Espero que leia e goste.
      Bjs

      Excluir
  23. Olá!
    Não achei sua resenha confusa, ela me deixou com muita vontade de conhecer essa história. Achei muito legal a autora misturar fatos reais com fantasia, além de não dar um nome para a personagem. Fiquei curiosa sobre o modo que ela luta contra a doença, parece ser um livro maravilhoso.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante ela não dá o nome é mais interessante é eu ter percebido só quando fui fazer a resenha. Não me dei conta disso na hora.
      Bjs

      Excluir
  24. Oi Rose, esse livro já me ganhou pela capa. Não fosse isso, o fato da personagem lidar com uma dificuldade tão grande me conquistou. Gosto de livros que mexem com minha cabeça e me dão um tapa na cara de realidade. Tenho certeza que Quando o céu se Apaga é um desses, como você mesma relatou. Abraços

    ResponderExcluir
  25. Oi
    Acho a capa desse livro linda.
    Com certeza é um livro que nos tira o chão e nos leva a reflexão. Por mais que não acredite numa competição de problemas, não podemos negar que nem todos sabem lidar com o que passam;
    Gostei muito das suas considerações sobre a obra e espero ler em breve.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rizia, sim, não há um competição de problemas, mas com uma leitura como está, percebemos como fazemos tempestade em copo d'agua.
      Bjs

      Excluir
  26. Oi Rose, que resenha linda.Nãp conhecia o livro, mas que história tocante... fiquei comovida e realmente curiosa com a sua resenha. Não sei se é um livro que eu teria coragem de ler no momento, mas sem dúvida é um livro que eu leria mais para frente.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mayara, o crédito é toda da autora que fez um enredo incrível.
      Bjs

      Excluir
  27. Nossa, Rose, me deu até pânico agora, tudo isso que ela passou foi causado pela escoliose?? Porque se foi não sei nem o que pensar da minha escoliose dupla, porque sim, eu tenho isso. Fiquei com vontade de ler o livro, acho que mexeria bastante comigo também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju. Pelo que pesquisei depois, existem vários tipos deste problema. A dela era muito agressiva e conforme ficava mais velha a coluna ia atingindo outros órgãos.
      Bjs

      Excluir
  28. Olá, Rose.
    É realmente complicado explicar sobre uma doença para uma criança E pelo visto foi muito dolorosa para a garota passar por tudo que ela passou. É impressionante o quanto ela foi forte e resistente. Nos faz pensar no quanto muitas vezes reclamamos sendo que há outras pessoas passando por coisas piores.
    O booktrailer ficou muito bonito!
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre me pego pensando nisso. Como sou abençoada em ter saúde. Este sim é o nosso maior tesouro.
      Bja

      Excluir
  29. Helloo, tudo numa nice?!
    Eu já tinha visto esse livro por aí, mas não sabia do que tratava. Interessante que trate sob a escoliose, um tema que penso nunca ter conferido num livro até hoje. Parece ser uma obra bem intensa e tocante, mas acredito que não estou muito nessa vibe no momento. Você se expressou como se estivesse e conhecesse e torcesse pela garota, então sua resenha ficou boa, don't worry.
    Beijin...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alana, obrigada! Não, não conheço nem mesmo a autora. Não tem como não ficar envolvida na história e não torcer pela personagem.
      Bjs

      Excluir
  30. Olá Rose =)
    A capa desse livro é linda! Histórias que trazes superação e força são ótima fonte de inspiração, não imaginava que esse livro fosse tão bom. Já anoitei a dica. O book trailer ficou show! A resenha está incrível, assim como o blog. Beijos'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Dayane! O livro tem um enredo forte e envolvente.
      Bjs

      Excluir
  31. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro, mas fiquei animada logo de cara, porque eu gosto de histórias que abordem alguma doença e pela premissa desse livro, a história é realmente bem emocionante. Achei interessante a protagonista não ter um nome, ou pelo menos a gente não saber o nome. Enfim, parece uma história cheia de lutas e superação, do tipo que ensina muita coisa para o leitor e como eu gosto, por isso vou marcar a dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa, o livro e ótimo, e não tem como não refletimos sobre nós mesmos.
      Bjs

      Excluir
  32. Oie
    Tudo bem?
    Eu já vi essa capa em algum lugar se não for essa alguma bem parecida mais esse é o primeiro contato que eu tenho com o livro em sí e senti o peito apertar lendo sua resenha não ficou confusa você passou as suas emoções e impressões e depois de ler fiquei com muita vontade de fazer a leitura ainda que o tema "doença" esteja saturado historias de superação nunca são demais.
    Amei o post
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mary, que bom que me fiz entender. Histórias de superação são ótimas, também gosto de ler, e esta está maravilhosa.
      Bjs

      Excluir
  33. Olá, tudo bem? Não conhecia a autora nem o livro, mas fiquei bem interessada. História de superação são sempre boas de se ler. Anotada a dica!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, leia sim, o enredo está ótimo.
      Bjs

      Excluir
  34. Oiii, tudo bem?
    Ainda não conhecia o livro, mas com certeza vou querer ler.
    Tenho um vizinho que tem uma doença parecida. Na verdade, eu não sei se é a mesma, mas se não for, é similar. Quando éramos pequenos, éramos bem amigos e sempre brincávamos. Ele tinha uma certa dificuldade para caminhar, mas era pequena. Agora, ele consegue caminhar apenas com muletas e ele não se desenvolveu como adulto. Ele tem a mesma altura de quando éramos pequenos.
    Talvez por causa disso o livro tenha me atraído tanto. Acho fundamental a gente poder entender o que nossos colegas passam. E livros são ótimos para isso. Ao entender o personagem, entendemos também as pessoas ao nosso redor.
    E esse book trailer ficou ótimo também.
    Parabéns para a autora.
    Beijoooos
    https://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gislaine, sim, os livros ajudam muito neste conhecimento. Mesmo que seja esta doença, pelo pouco que pesquisei depois ds leitura, existem vários graus dela.
      Bjs

      Excluir
  35. Oii, tudo bem?

    Já li muito a respeito de "Quando o céu se apaga" e fiquei bastante intrigada com o enredo.

    Os detalhes que já percebi que o livro traz, são fantásticos e além do mais, livros que trazem mensagens e histórias de superação são essenciais para a bagagem de qualquer leitor <3

    Obrigada pela dica (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amanda, são livros que não fazem crescer como pessoa.
      Bjs

      Excluir
  36. Olá, adorei a dica, estou esperando meu exemplar chegar e estou muito curiosa sobre esse livro, a sua resenha me deixou mais curiosa! Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom! Espero que chegue logo e que você goste!
      Bjs

      Excluir
  37. Oii! Sua resenha é muito boa, já li algumas sobre esse livro mas a maioria meio que não soube explicar a história de fato. Me interessei pelo livro, assim que der tentarei lê-lo.

    http://www.literaturanews.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que consegui explicar um pouco mais.
      Bjs

      Excluir
  38. Rose sua resenha não ficou nenhum pouco confusa, pelo contrário conseguiu transmitir todos os sentimentos que esse livro carrega. Tenho certeza que é uma leitura emocionante e tenho receio de conhecer o final. A capa ficou linda e gostaria de saber mais sobre a autora! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenha medo do final, a Miriam fechou a história muito bem
      Bjs

      Excluir
  39. Eu posso dizer que sua resenha me fez chorar, de verdade, me emocionou de um jeito que nenhuma resenha que li até agora fez esse papel. Que muito bonito tudo que escreveu, não ficou nada confuso, até eu tive vontade de ler. Ahah. Sinto-me privilegiada com suas palavras, só tenho a agradecer, mas sei que nunca serei capaz. ❤️
    Beijos,
    Mirian.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mirian, me alegro em saber que consegui transmitir as emoções que você me fez passar. Não tem o que agradecer, nós leitores que agradecemos pela incrível história.
      Bjs

      Excluir
  40. É um negócio bem duro mesmo essa alteração física. Nossa, fico sentida demais quando penso nessas coisas. Ainda bem que tem histórias assim para acalentar ^^ Espero que inspire e ajude alguém que passa por isso. Gostei e pretendo conferir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Grazi, inspira até quem não tem este tipo de problema.
      Bjs

      Excluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.