# Resenha O Refúgio do Marquês

Oi amigos, como vocês já podem imaginar pelo banner acima, sim, hoje tem mais um romance de época para vocês!!! Mas, desta vez é um nacional, por isso não deixem de conferirem!!!!
O Refúgio do Marquês - Lucy Vargas
310 páginas - Editora Charme
Caroline Mooren viu-se obrigada a casar-se com o Barão de Clarington, quando este armou uma cilada para comprometê-la e ela não ter outra opção a não ser casar. Depois de anos de sofrimento, presa a um casamento que odiava, Caroline estava viúva e sem muitas perspectivas. Até que Lady Hilde Preston, sua parente distante, mandou lhe chamar para uma "missão impossível"...
Ela queria que Caroline se instalasse como "convidada" na casa de campo do Marquês de Bridington, seu filho, e não só colocasse a casa nos eixos, como também o próprio Marquês, que mais parecia um selvagem do que um nobre... Tudo isso sabendo que a esposa de Henrik estava viva e morando na casa.
Caroline tinha uma vaga ideia dos problemas que enfrentaria, mas não estava preparada para o que realmente encontrou, uma casa totalmente abandonada  carente de limpeza e consertos, um Marquês arredio e sem modos, uma Marquesa acamada e insana e uma linda garotinha de 5 anos precisando urgentemente que lhe ensinassem como ser uma dama.
Como não era mulher de fugir e muito menos fazer corpo mole, ela imediatamente arregaçou as mangas e começou a colocar tudo e todos no lugar, para desespero do Marquês, que a queria bem longe dali.
Ela porém não sabia do grande segredo que o Marquês guardava, e que parecia sempre como uma pesada sombra sobre a casa, mesmo com todos os avanços que ela vinha conseguindo.
Roseane, a Marquesa, estava tão fora de si, que não saia do quarto e nem era capaz de um gesto de amor para com sua filha. Seu único desejo era ter um filho homem, e isso não só a fazia enlouquecer, como a todos que moravam na casa.
Com a casa totalmente em reformas, e com Caroline colocando tudo nos eixos, Lady Hilde começou a segunda etapa de seu plano, fazer com que seu filho volte a se interessar pela vida e casá-lo de novo. O fato da esposa dele ainda estar viva era para ela, um simples detalhe. Aliás, Lady Hilde é de deixar muita gente de cabelo em pé com suas opiniões sinceras e objetivas, dadas sem nenhum medo.
Com a convivência entre Caroline e Henrik, uma amizade foi nascendo, assim como uma atração que ambos negavam e não queriam perceber. Ele por achar que ela merecia muito mais que o próprio Marquês poderia oferecer, e ela por não acreditar que poderia ter alguma chance de ser feliz.
Mas não é só isso que cresce em volta deles... Com o Marquês voltando a receber em sua casa (tudo bem que não era bem o Marquês que recebia convidados...), e os boatos de que estaria procurando uma esposa, começaram a chover pretendentes com suas mães desesperadas para casá-las. Mas o pior mesmo eram os boatos maldosos que estavam sendo espalhados contra Caroline. Isso ele não iria aturar...
Ele só não imaginava que o maior problema estaria dentro de sua própria casa, e poderia enterrar de vez o Marquês no limbo em que ele estava vivendo. Só mesmo o seu amor pela filha o fizeram aguentar por todos estes anos a culpa que o corroía por dentro.
Com uma tragédia prestes a acontecer, ele percebeu que preferia abrir mão do seu amor a perdê-lo novamente. Preso e sem a menor chance de se libertar, ele toma medidas drásticas para proteger a todos que são importante para ele, mesmo que isso o destrua dia após dia.
Será que Caroline e Henrik vão conseguir viver em paz o amor que nasceu entre eles? Ou serão obrigados a renegá-lo em nome do que rege a sociedade?
Um livro muito bom, que me conquistou logo nas primeiras páginas. Caroline não é aquela guria bobinha e cheia de frescuras e Henrik não é aquele mulherengo conquistador. Ambos tem um passado que o deixaram com marcas, e que os fizeram encarar a vida de uma outra forma. Claro que por ele ser homem e ter um título, as coisas eram mais fáceis para Henrik do que para Caroline, mas sem dúvida os problemas que ele carregava eram bem mais complicados de serem resolvidos.
A leitura é ágil e o leitor se vê preso na trama. Os personagens, mesmo os secundários são bons e ajudam a dar um tempero especial ao livro, principalmente as tiradas de Lady Hilde. Está aqui, mais uma bela comprovação de que temos ótimos autores no Brasil. Foi o primeiro livro que li da Lucy, e pode ter certeza que lerei outros mais...
a Rafflecopter giveaway

# Resenha O Refúgio do Marquês

Oi amigos, como vocês já podem imaginar pelo banner acima, sim, hoje tem mais um romance de época para vocês!!! Mas, desta vez é um nacional, por isso não deixem de conferirem!!!!
O Refúgio do Marquês - Lucy Vargas
310 páginas - Editora Charme
Caroline Mooren viu-se obrigada a casar-se com o Barão de Clarington, quando este armou uma cilada para comprometê-la e ela não ter outra opção a não ser casar. Depois de anos de sofrimento, presa a um casamento que odiava, Caroline estava viúva e sem muitas perspectivas. Até que Lady Hilde Preston, sua parente distante, mandou lhe chamar para uma "missão impossível"...
Ela queria que Caroline se instalasse como "convidada" na casa de campo do Marquês de Bridington, seu filho, e não só colocasse a casa nos eixos, como também o próprio Marquês, que mais parecia um selvagem do que um nobre... Tudo isso sabendo que a esposa de Henrik estava viva e morando na casa.
Caroline tinha uma vaga ideia dos problemas que enfrentaria, mas não estava preparada para o que realmente encontrou, uma casa totalmente abandonada  carente de limpeza e consertos, um Marquês arredio e sem modos, uma Marquesa acamada e insana e uma linda garotinha de 5 anos precisando urgentemente que lhe ensinassem como ser uma dama.
Como não era mulher de fugir e muito menos fazer corpo mole, ela imediatamente arregaçou as mangas e começou a colocar tudo e todos no lugar, para desespero do Marquês, que a queria bem longe dali.
Ela porém não sabia do grande segredo que o Marquês guardava, e que parecia sempre como uma pesada sombra sobre a casa, mesmo com todos os avanços que ela vinha conseguindo.
Roseane, a Marquesa, estava tão fora de si, que não saia do quarto e nem era capaz de um gesto de amor para com sua filha. Seu único desejo era ter um filho homem, e isso não só a fazia enlouquecer, como a todos que moravam na casa.
Com a casa totalmente em reformas, e com Caroline colocando tudo nos eixos, Lady Hilde começou a segunda etapa de seu plano, fazer com que seu filho volte a se interessar pela vida e casá-lo de novo. O fato da esposa dele ainda estar viva era para ela, um simples detalhe. Aliás, Lady Hilde é de deixar muita gente de cabelo em pé com suas opiniões sinceras e objetivas, dadas sem nenhum medo.
Com a convivência entre Caroline e Henrik, uma amizade foi nascendo, assim como uma atração que ambos negavam e não queriam perceber. Ele por achar que ela merecia muito mais que o próprio Marquês poderia oferecer, e ela por não acreditar que poderia ter alguma chance de ser feliz.
Mas não é só isso que cresce em volta deles... Com o Marquês voltando a receber em sua casa (tudo bem que não era bem o Marquês que recebia convidados...), e os boatos de que estaria procurando uma esposa, começaram a chover pretendentes com suas mães desesperadas para casá-las. Mas o pior mesmo eram os boatos maldosos que estavam sendo espalhados contra Caroline. Isso ele não iria aturar...
Ele só não imaginava que o maior problema estaria dentro de sua própria casa, e poderia enterrar de vez o Marquês no limbo em que ele estava vivendo. Só mesmo o seu amor pela filha o fizeram aguentar por todos estes anos a culpa que o corroía por dentro.
Com uma tragédia prestes a acontecer, ele percebeu que preferia abrir mão do seu amor a perdê-lo novamente. Preso e sem a menor chance de se libertar, ele toma medidas drásticas para proteger a todos que são importante para ele, mesmo que isso o destrua dia após dia.
Será que Caroline e Henrik vão conseguir viver em paz o amor que nasceu entre eles? Ou serão obrigados a renegá-lo em nome do que rege a sociedade?
Um livro muito bom, que me conquistou logo nas primeiras páginas. Caroline não é aquela guria bobinha e cheia de frescuras e Henrik não é aquele mulherengo conquistador. Ambos tem um passado que o deixaram com marcas, e que os fizeram encarar a vida de uma outra forma. Claro que por ele ser homem e ter um título, as coisas eram mais fáceis para Henrik do que para Caroline, mas sem dúvida os problemas que ele carregava eram bem mais complicados de serem resolvidos.
A leitura é ágil e o leitor se vê preso na trama. Os personagens, mesmo os secundários são bons e ajudam a dar um tempero especial ao livro, principalmente as tiradas de Lady Hilde. Está aqui, mais uma bela comprovação de que temos ótimos autores no Brasil. Foi o primeiro livro que li da Lucy, e pode ter certeza que lerei outros mais...
a Rafflecopter giveaway

Editoras Parceiras