#Resenha Enquanto a Chuva Caía

Oi amigos, hoje tenho mais um nacional para vocês. Um livro que há muito tempo eu queria ler e que finalmente consegui. espero que gostem!
Enquanto A Chuva Caía - Chris Melo
288 páginas - Editora Novas Páginas
Erik Gouveia levava uma vida dupla. Para a sociedade ele era um advogado, mas para poucos, ele agia onde a justiça não podia ir. Por conta disso, sua vida era arriscada e a morte sua companheira constante.
Após o sequestro e sumiço de sua noiva, ele nunca mais se envolveu profundamente com alguém. Sua única relação verdadeira era com a irmã e a família dela.
Com tantos anos de trabalho sujo, chegou a hora de Erik dar um tempo e sumir do mapa. Para isso, ele foi começar uma vida nova em Nova York, trabalhando como advogado em uma conceituada empresa americana.
Ele esperava que este seu exílio fosse curto, pois a última coisa que ele queria era levar uma vida certinha. Isso até conhecer Marina Muller, a CEO da empresa em que foi trabalhar. Ele se encantou por Marina, mas sabia que não poderia vacilar na situação em que estava.
Marina é filha única dos donos da empresa e está a frente dos negócios desde que o pai foi diagnosticado com Alzheimer e a mãe se afastou para cuidar do marido. Sua vida não tem sido fácil, pois fora a doença do pai e a incerteza sobre sua capacidade em dirigir a empresa, ela perdera o marido muito cedo, e ainda vivia um luto por isso. Mas foi a presença de Erik que fez Marina depois de muito tempo pensar em algum tipo de relação. 
Adultos e decididos, ambos foram em frente com a relação fora da empresa, o que estava fazendo muito bem para eles. Acontece que a empresa tinha segredos que estavam prestes a explodir, e poderia jogar o casal em campos opostos.
Apesar da relação com Erik está indo muito bem, outras partes da vida de Marina iam mal. Além de ainda lidar com a morte do marido e o avanço da doença do pai, pairava uma grande ameaça que mancharia a reputação da empresa. E ela nem imaginava que Erik fora alocado na empresa justamente para descobrir estes podres. Mesmo que nem ele mesmo soubesse disso.
Eri já começava a perceber que sua ida para Nova York não tinha nada de fuga, e que muita coisa podre estava por trás disso. Era hora de ativar seus instintos e descobrir o que de fato estava ocorrendo, e até onde Marina era culpada. Principalmente agora que não só a vida de Marina corria perigo, como a de sua irmã também.
Quem estava fazendo ele andar em círculo? E quem estava jogando nos dois lados ao mesmo tempo?
Há tempos eu queria ler este livro, e fiquei feliz que não me decepcionei. Não que eu esperasse algo diferente...
Tanto Marina quanto Erik são personagens maduros e inteligentes, que escondem alguns segredos. A relação deles é gostosa de acompanhar. Gostei muito do Jamie, melhor amigo de Marina. Dava para ver o quanto ele realmente gostava e se importava com ela. Outro ponto positivo foi o mistério que rolou em todo o livro. Eu desconfiei de tudo e de todos. e fiquei na maior agonia do que poderia acontecer.
Uma boa mistura de romance e mistério, em um enredo fluído. Fica a dica!
Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário Livreando 2018 (#DLL2018) no item "livro com capa preta". Para ler outras resenhas deste desafio, basta clicar na imagem abaixo:

#Resenha Enquanto a Chuva Caía

Oi amigos, hoje tenho mais um nacional para vocês. Um livro que há muito tempo eu queria ler e que finalmente consegui. espero que gostem!
Enquanto A Chuva Caía - Chris Melo
288 páginas - Editora Novas Páginas
Erik Gouveia levava uma vida dupla. Para a sociedade ele era um advogado, mas para poucos, ele agia onde a justiça não podia ir. Por conta disso, sua vida era arriscada e a morte sua companheira constante.
Após o sequestro e sumiço de sua noiva, ele nunca mais se envolveu profundamente com alguém. Sua única relação verdadeira era com a irmã e a família dela.
Com tantos anos de trabalho sujo, chegou a hora de Erik dar um tempo e sumir do mapa. Para isso, ele foi começar uma vida nova em Nova York, trabalhando como advogado em uma conceituada empresa americana.
Ele esperava que este seu exílio fosse curto, pois a última coisa que ele queria era levar uma vida certinha. Isso até conhecer Marina Muller, a CEO da empresa em que foi trabalhar. Ele se encantou por Marina, mas sabia que não poderia vacilar na situação em que estava.
Marina é filha única dos donos da empresa e está a frente dos negócios desde que o pai foi diagnosticado com Alzheimer e a mãe se afastou para cuidar do marido. Sua vida não tem sido fácil, pois fora a doença do pai e a incerteza sobre sua capacidade em dirigir a empresa, ela perdera o marido muito cedo, e ainda vivia um luto por isso. Mas foi a presença de Erik que fez Marina depois de muito tempo pensar em algum tipo de relação. 
Adultos e decididos, ambos foram em frente com a relação fora da empresa, o que estava fazendo muito bem para eles. Acontece que a empresa tinha segredos que estavam prestes a explodir, e poderia jogar o casal em campos opostos.
Apesar da relação com Erik está indo muito bem, outras partes da vida de Marina iam mal. Além de ainda lidar com a morte do marido e o avanço da doença do pai, pairava uma grande ameaça que mancharia a reputação da empresa. E ela nem imaginava que Erik fora alocado na empresa justamente para descobrir estes podres. Mesmo que nem ele mesmo soubesse disso.
Eri já começava a perceber que sua ida para Nova York não tinha nada de fuga, e que muita coisa podre estava por trás disso. Era hora de ativar seus instintos e descobrir o que de fato estava ocorrendo, e até onde Marina era culpada. Principalmente agora que não só a vida de Marina corria perigo, como a de sua irmã também.
Quem estava fazendo ele andar em círculo? E quem estava jogando nos dois lados ao mesmo tempo?
Há tempos eu queria ler este livro, e fiquei feliz que não me decepcionei. Não que eu esperasse algo diferente...
Tanto Marina quanto Erik são personagens maduros e inteligentes, que escondem alguns segredos. A relação deles é gostosa de acompanhar. Gostei muito do Jamie, melhor amigo de Marina. Dava para ver o quanto ele realmente gostava e se importava com ela. Outro ponto positivo foi o mistério que rolou em todo o livro. Eu desconfiei de tudo e de todos. e fiquei na maior agonia do que poderia acontecer.
Uma boa mistura de romance e mistério, em um enredo fluído. Fica a dica!
Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário Livreando 2018 (#DLL2018) no item "livro com capa preta". Para ler outras resenhas deste desafio, basta clicar na imagem abaixo:

Editoras Parceiras